Crítica | Might No. 9 é uma nostalgia bem-vinda para os fãs de Mega Man

Desde que Keiji Inafune saiu da Capcom, a vida da franquia Mega Man nunca mais foi a mesma, sendo esquecida pela empresa e deixando os fãs clamando por mais jogos do robozinho azul. Foi então, que em 2013 Inafune e sua empresa de games, a Comcept USA, anunciaram Might No. 9, que prometia trazer de …

Preview | Mirror’s Edge: Catalyst é diferente e promissor

Mirror’s Edge: Catalyst tem um desafio nas mãos. A meta é ser melhor, mais desenvolvido e conseguir ultrapassar a grande popularidade construída em seu antecessor, Mirror’s Edge. O original de 2008 trouxe um estilo novo para o mundo dos games, apresentando uma dinâmica de jogabilidade interessante misturando ação, tecnologia e o esporte Parkour. Logo o …

Crítica | Convergente: com a mesma receita, franquia aproveita filme extra

Na sessão em que assisti A Série Divergente: Convergente (The Divergent Series: Allegiant) ouvi o melhor comentário sobre a saga: “Divergente nunca será Jogos Vorazes”. Eu concordo e não porque acho a saga ruim, aliás, é minha predileta nessa linha de distopias, mas ela cometeu um erro crucial: veio depois. E tudo que vem depois é comparado e taxado. …

Review | Mortal Kombat XL é a edição definitiva que vale a pena

Sabemos o quanto pode desapontar adquirir um grande jogo como Mortal Kombat X foi em seu lançamento apenas para descobrir mais tarde que dezenas de DLC’s serão lançadas para liberar novos mapas, personagens, etc. Afinal, a geração dos videogames passou para este nível em que nenhum dos novos games é realmente completo e o valor …

Street Fighter V | Testamos o novo game da Capcom

Um dos jogos mais aguardados para 2016 e que dispensa apresentações entre todos os gamers (seja ele fã ou não de jogos de luta), Street Fighter V finalmente chegou. O game que mais faz sucesso na sua categoria foi lançado no dia 16 de fevereiro trazendo muita coisa nova e mudanças para a franquia. Street …

Crítica | Side Quest representa os games independentes com humor e irreverência

Trazendo uma premissa bem simples, a Miris Mind, estúdio brasileiro e independente de jogos, apresenta ao jogador Side Quest. Começamos o jogo conhecendo o azarado cozinheiro que estava – em um dia comum de trabalho – apenas indo fazer a entrega de uma marmita no castelo e, de repente, encontrou um mago maluco que lhe …

Crítica | LEGO – Marvel: Vingadores

Há muito tempo a LEGO ® vem tomando uma proporção gigantesca no mundo dos games. Desde 1934 esse nome só era associado ao famoso brinquedo de encaixar criado por Ole Kirk, que inicialmente tinha em seu publico alvo crianças de 6 à 12 anos e com o tempo foi conquistando adultos de todas as idades …

Crítica | Unravel é uma obra prima dos videogames

Unravel foi anunciado há dois anos e brincou com a premissa de ser não exatamente um indie (afinal, o game é produzido pela EA) conquistando o coração do público com um simplesmente feito de lã. É desse modo tão cativante e instigante que somos jogados ao mundo colorido de Unravel. Apesar de parecer um simples …

Crítica | Rainbow Six Siege é um game apenas para fãs de FPS

Rainbow Six Siege é um clássico da franquia Tom Clancy’s em praticamente todos os aspectos. Anunciado lá em 2014 na E3, o FPS da Ubisoft consegue avançar em tantos pontos na geração atual de consoles, modificando o próprio gênero, como consegue pecar em conceitos básicos para jogadores hardcore em praticamente todos os gêneros. Entretanto, aí …

Crítica | Fallout 4 – Pegue seu Pip-Boy e venha se aventurar por Wasteland

Depois de ser mostrado na E3 desse ano, Fallout 4 era puro hype para os gamers de todos os consoles. Finalmente, o game foi lançado e todos os aficionados por um bom apocalipse nuclear já podem se aventurar por Wasteland e explorar tudo que este vasto mundo desolado pode oferecer, desde lutas com monstros gigantes, …

Crítica | Call of Duty: Black Ops III

Call of Duty já é um jogo que dispensa apresentações, por sua fama mundial e sua história de décadas de lançamentos, ele conquistou um espaço para poucos no mundo dos jogos digitais de tiro em primeira pessoa, os chamados FPS’s (da sigla em inglês First Person Shooters). O tão aguardado Black Ops III, que está …

Crítica | Until Dawn

O mundo dos games é um local fechado para novas intenções. Todos sabem que o mercado é mais aberto para jogos como Call of Duty ou infinitas franquias que continuam a se proliferar. No entanto, a novata Supermassive Games anunciou uma nova ideia ainda em meados de 2012. Until Dawn. A essência principal do jogo …