A Netflix obteve grande sucesso com o lançamento de comédias românticas originais voltadas para o publico adolescente e jovem adulto. Entre elas estão O Plano Imperfeito, A Barraca do Beijo, Para Todos Os Garotos Que Já Amei e Sierra Burgess é uma Loser – os dois últimos com Noah Centineo, o novo galã do streaming, no elenco.

Agora, a tendência é seguida com o lançamento de O Date Perfeito, mais um com Centineo dando o ar da graça. O filme é uma adaptação do romance The Satnd-In de Steve Bloom – que também escreveu o roteiro do longa junto com o novato Randall Green.

Ao contrário da maioria das comédias românticas, O Date Perfeito tem um protagonista masculino e funciona em parte como comédia romântica, mas também como uma história de crescimento e desenvolvimento de um jovem.

Centineo interpreta Brooks Rattigan, um estudante do ensino médio que sonha em entrar em Yale, mas que não tem dinheiro suficiente para bancar uma das faculdades mais caras dos Estados Unidos. Ele e seu pai, Charlie (Matt Walsh), vivem uma confortável vida de classe média, mas Brooks sonha com coisas maiores, por isso aceita levar a excêntrica Celia Lieberman (Laura Marano) para o baile da escola em troca de pagamento. Ele então percebe que poderia criar um negócio como acompanhante de garotas para conseguir dinheiro suficiente para a faculdade.

Com a ajuda de seu melhor amigo Murph (Odiseas Georgiadis), Brooks lança o aplicativo The Stand-In e permite que as garotas decidam quem ele será em cada encontro – podendo escolher desde o estilo de roupa até a personalidade que Brooks terá durante o encontro. No entanto, quando Brooks se aproxima de seus objetivos de pagar por Yale e conseguir a garota que ele quer, a rica e popular Shelby Pace (Camila Mendes), ele também fica mais distante de seus amigos e do pai. No final, Brooks será forçado a reexaminar o que é exatamente o que ele quer da vida.

O longa não se aprofunda de verdade em nenhum dos personagens ou situações para que realmente nos importemos com o que está acontecendo. Basicamente é jogado um clichê atrás do outro, misturando vários elementos que já vimos em vários outros títulos do gênero: o garoto pobre que finge ser rico para conquistar a garota dos sonhos, a garota estranha e meio maluquinha mas adorável, o pai solteiro com problemas emocionais, a garota rica que parece não se importar com mais nada além de status, o valentão da escola, o melhor amigo que é afastado. Quando bem utilizados, esses personagens e situações clichês podem até funcionar, mas O Date Perfeito não soube aproveitar muito bem nenhum deles. Um dos poucos pontos positivos do filme é a química entre Centineo e Marano, as cenas com os dois conseguem ter algum charme, mas não o suficiente para fazer com que o público se apaixone pelo casal.

O Date Perfeito deu a oportunidade do novo queridinho da Netflix estrelar sua própria comédia romântica e foi mais uma tentativa da gigante do streaming de fazer um filme relevante dentro do gênero. Se você gosta de filmes para adolescentes, provavelmente irá se divertir assistindo, então você provavelmente nunca mais pensará sobre esse filme assim que rolarem os créditos finais.

O Date Perfeito já está disponível no catálogo da Netflix.

2

Regular

O Date Perfeito tem um casal com certa química e muitos dos clichês das comédias românticas, mas não é um filme que deixa o espectador com a sensação apaixonante que é esperada quando se assiste a um filme do gênero. Ele pode até servir para passar o tempo, mas é completamente esquecível.

Comentários

Notícias relacionadas