Game of Thrones

Depois da confirmação de que a série de sucesso da HBO, Game of Thrones, retornaria somente em 2019 para a sua última temporada, o presidente do canal Casey Bloys fez um pronunciamento para explicar a decisão que fará os fãs aguardarem mais de um ano para acompanhar a oitava e última temporada.

Para começar, “não foi necessariamente um atraso”, ele argumenta, acrescentando que o anúncio para 2019 veio depois que os produtores David Benioff e D.B. Weiss fizeram um levantamento sobre a oitava temporada. “Foi baseado em quando eles sentiram que podiam oferecer um show com o qual eles se orgulhavam”.

Casey Bloys / Image Credit: The A.V. Club

“Supondo que poderíamos ter dito a eles: vocês devem entregar até esta data”, comentou. “Mas nós trabalhamos com eles há muito tempo e eu confio neles quando nos disseram: ‘Este é o momento em que precisamos ser bom, esse é o tempo necessário para entregar no nível que os fãs esperam'”.

“Essas coisas levam tempo. A série tornou-se maior e mais complicada de produzir a cada ano, com efeitos especiais e grandes batalhas. O que posso garantir é que Dan e David não estão descansando em uma praia enrolando para trabalhar!”, concluiu.

A série, que é baseada nos livros de fantasia de George R.R. Martin, converteu-se em uma das mais bem-sucedidas da HBO em todos os tempos e bateu vários recordes de audiência, de conversas em redes sociais e com o maior número de prêmios Emmy na história.

Mas não precisa ficar triste, Game of Thrones pode ganhar até cinco nova séries derivadas.

Comentários

Notícias relacionadas