Quando fiquei sabendo do lançamento de Ainda Sou Eu, não consegui evitar pensar se seria realmente necessário. Como Eu Era Antes de Você é meu livro favorito da autora até hoje. Quando a continuação foi lançada, fiquei extremamente feliz. Depois de Você conseguiu responder a principal pergunta que ficou em aberto após o primeiro livro: O que aconteceu com Louisa Clark após a morte de Will Traynor? É então que conhecemos Sam, um paramédico reservado, solitário e apaixonado pelo o que faz. Quando ele e Lou engatam um relacionamento, parecia que ela finalmente teria seu conto de fadas. Ainda Sou Eu vem para nos mostrar que não é bem assim. E é sobre ele que falarei hoje no Ler é Bom, Vai!

Divulgação/Intrínseca

Sinopse

“Lou Clark chega em Nova York pronta para recomeçar a vida. Ela é jogada no mundo dos Gopnik – Leonard e a esposa bem mais nova. Lou está determinada a extrair o máximo dessa experiência. Por isso, se lança no trabalho e, antes que perceba, está inserida na alta sociedade nova-iorquina, onde conhece Joshua Ryan, um homem que traz consigo um sopro do passado de Lou.

Enquanto tenta manter os dois lados de seu mundo unidos, ela tem que guardar segredos que não são seus e que podem mudar totalmente sua vida. E, quando a situação atinge um ponto crítico, ela precisa se perguntar: Quem é Louisa Clark? E como é possível reconciliar um coração dividido?”

O Livro

Em Ainda Sou Eu, Lou volta a ser uma cuidadora. Diferente do que aconteceu na última vez, ela é contratada para ser a assistente da esposa de um milionário. Preocupado com o comportamento de Agnes, Leonard espera que Lou a faça companhia. A menina do interior se vê obrigada a morar em Nova York, uma das cidades mais movimentadas do mundo. Como se isso não fosse o suficiente, os Gopnik são milionários e vivem em uma realidade muito diferente. Embora ela já estivesse acostumada com a riqueza dos Traynor, essa nova família pode ser bem mais difícil de lidar.

Antes de se mudar para a Big Apple, Lou seguia feliz ao lado de Sam. Após perder Will, foi nos braços do paramédico que ela encontrou conforto e carinho. Ela achou que um relacionamento a distância seria fácil, mas percebe que é muito pelo contrário. Quando Joshua aparece, ele lhe trará lembranças boas e dolorosas ao mesmo tempo. Acima de tudo, ele mostra a Lou que nem sempre é preciso esquecer. Em Ainda Sou Eu, além de descobrir se o amor entre ela e Sam será suficiente, Lou tem que descobrir quem é.

Divulgação/Intrínseca

O Que Achamos?

Se pudesse, leria todo e qualquer material relacionado a história de Lou Clark. Terminei o segundo livro com o coração partido, pois imaginei que seria o último. Desde Como Eu Era Antes de Você, me encantei pela protagonista. Apesar da perda que sofreu em sua vida, ela nunca abaixou a cabeça. Seguindo os conselhos de Will, ela sempre procurou ver o lado feliz das coisas e aproveitá-las da melhor maneira. Quando Lou entende o papel que Traynor teve em sua vida, a história fica ainda mais bonita.

Em Ainda Sou Eu, JoJo resolveu nos lembrar ainda mais de Will Traynor. Diferente do que aconteceu em Depois de Você, onde qualquer menção a ele remetia a tristeza, no terceiro capítulo temos acesso a cartas escritas por ele e que estavam com sua mãe. Além disso, a menina rebelde e perdida que correu atrás de Lou no segundo livro se transformou em uma amiga. Lily está cada vez mais parecida com o pai. Seu jeito adolescente de ver as coisas é o que Clark precisa em vários momentos.

A escrita de JoJo segue o estilo leve e divertido de seus livros. Não demora muito para entrarmos na história e não conseguimos mais largá-la. Pode parecer que não há mais o que ser falado e que já sabemos o suficiente sobre Louisa Clark. Basta ler alguns capítulos da Ainda Sou Eu para descordar. Espero que Moyes continue a nos contar mais capítulos dessa história divertida e bonita.

Comentários

Notícias relacionadas