A expansão de filmes originais da Netflix continua em 2019, com uma série de títulos importantes e gemas ocultas para serem descobertas. Em 2018, a Netflix lançou uma enorme quantidade de novos conteúdos originais de todos os tipos: séries, documentários, especiais, filmes e stand-up. No entanto, foi o desenvolvimento contínuo de seus filmes originais que levantaram tantas sobrancelhas. Enquanto o serviço de streaming conseguiu dominar o mundo das séries, tanto em termos críticos quanto comerciais, permaneceu um grande grau de cinismo direcionado aos seus filmes.

Eles lutaram para se libertar desse estereótipo de que os filmes originais da Netflix estão um nível abaixo dos lançamentos dos estúdios tradicionais, mas mesmo assim ainda há esse pessimismo em torno de seus lançamentos, mesmo dos que conseguem ganhar destaque. Críticos se queixaram de que o serviço de streaming muitas vezes parece desinteressado em seus próprios títulos, especialmente produções independentes que podem não ter o apelo de, digamos, um filme da Marvel. No entanto, a maré pareceu mudar lentamente em 2018. Quando o Festival de Cannes anunciou que os títulos da Netflix não poderiam mais competir pela Palma de Ouro, mais pessoas do setor se uniram à Netflix. E então filmes como Roma, Legítimo Rei e A Balada de Buster Scruggs se tornaram filmes de eventos, enquanto o serviço atingiu o ouro inesperado com seu pivô para comédias românticas como Para Todos OS Garotos Que Já Amei.

Agora, a Netflix está na corrida do Oscar com Roma. Além disso, 2019 parece ser o ano mais movimentado da Netflix, com grandes blockbusters na lista de lançamentos ao lado de títulos de alguns dos cineastas mais respeitados do setor. Com isso em mente, aqui estão alguns dos filmes originais de 2019 da Netflix para serem vistos no próximo ano que o Screen Rant preparou e nós traduzimos e adaptamos.

Velvet Buzzsaw

Da última vez que o roteirista e diretor Dan Gilroy trabalhou com Jake Gyllenhaal e Rene Russo (que também é sua esposa), eles criaram o brilhante thriller noturno O Abutre. Agora, eles se reuniram para outro thriller, desta vez com influências de terror, que se passa no mundo das altas apostas da arte moderna. Velvet Buzzsaw, que também é estrelado por John Malkovich (Caixa de Pássaros) e Toni Collette (Hereditário), centra-se em uma força sobrenatural que assombra uma série de pinturas de um artista desconhecido.
Velvet Buzzsaw estará disponível no dia primeiro de fevereiro.

Triple Frontier

O roteirista de Guerra ao Terror e A Hora Mais Escura, Mark Boal, escreveu Triple Frontier, um drama sobre um grupo de veteranos militares que se unem para roubar um traficante de drogas sul-americano. Originalmente, o filme seria dirigido por Kathryn Bigelow, com Tom Hanks estrelando, então J.C. Chandor assumiu os cargos de diretoria e todos, de Hanks a Will Smith, de Tom Hardy a Channing Tatum, participaram de algum ponto a pré produção do filme. Eventualmente, ele entrou em produção com Ben Affleck (Liga da Justiça) – mas não antes de ele desistir brevemente – Oscar Isaac (Aniquilação), Charlie Hunnam (Sons Of Anarchy), Garrett Hedlund (Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi) e Pedro Pascal (Narcos).
Triple Frontier está previsto para março de 2019.

Polar

Jonas Åkerlund é provavelmente mais conhecido por dirigir videoclipes, incluindo Ray of Light da Madonna, e Paparazzi da Lady Gaga, entre muitos outros. Ele também é um aclamado documentarista de turnês, mas recentemente mergulhou seus dedos em recursos narrativos. Lords of Chaos, seu filme de terror sobre o death metal, estreou em Sundance em 2018 e será lançado no início de 2019, mas Polar é sua estreia na Netflix. Baseado nos quadrinhos de Victor Santos, Polar foca em um assassino (interpretado por Mads Mikkelsen) forçado a sair da aposentadoria quando uma tentativa de assassinato é cometida contra ele. A história em quadrinhos é notável por seu estilo minimalista e falta de balões de fala, o que pode se tornar um filme marcante pelo autor do maximalismo do videoclipe.
Polar estará disponível no dia 25 de janeiro.

The Irishman

O salto de Martin Scorsese para a Netflix pareceu um verdadeiro sinal de que os tempos estão mudando em Hollywood. Se uma das figuras mais queridas do setor, um ícone vencedor do Oscar cujo trabalho influenciou gerações de cineastas, não tem problema em fazer um filme exclusivo em streaming, por que as outras pessoas não fariam? O negócio com Scorsese não foi grande apenas para a Netflix, mas para ele também. A plataforma não só lhe daria o dinheiro para fazer um dos seus tão sonhados projetos (um orçamento de US $ 175 milhões, tornando-o o filme mais caro da carreira de Scorsese), mas também o ajudaria a colocar o filme em festivais de cinema e nas premiações. Mas separado de todo esse barulho, The Irishman ainda é um dos filmes mais esperados de 2019; é um drama sobre a máfia estrelado por Robert De Niro (O Mago das Mentiras) como Frank Sheeran, o homem que alegou ter matado Jimmy Hoffa. Al Pacino (Má Conduta) e Joe Pesci (O Bom Pastor) também estão no elenco.
The Irishman ainda não tem data prevista de lançamento.

High Flying Bird

Steven Soderbergh continua sendo um dos diretores mais fascinantes e prolíficos da América. Ele dois filmes originais da Netflix estreando em 2019. O primeiro, que também será exibido no Slamdance Film Festival um mês antes de ser lançado na plataforma, é High Flying Bird. Escrito por Tarell Alvin McCraney, um dos roteiristas vencedores do Oscar por Moonlight: Sob a Luz do Luar, o filme é estrelado por Andre Holland (Castle Rock), Zazie Beetz (Deadpool 2) e Kyle MacLachlan (Portlandia). O longa é um drama sobre um agente que arruma um acordo controverso e arriscado para um jovem jogador de basquete. Soderbergh filmou High Flying Bird com um iPhone 7, assim como fez com em Unsane de 2018.
High Flying Bird está previsto para fevereiro de 2019.

Lionheart

Um dos maiores ganchos da Netflix é seu apelo internacional, permitindo que os espectadores acessem o entretenimento de outros países que até então eram desconhecidos para eles. Até agora, a plataforma teve grande sucesso com o cinema e o drama em espanhol (e continua esperançosa de que Roma possa levar um Oscar), assim como a programação coreana e japonesa. Agora, 2019 trará a primeira aquisição nigeriana do serviço de streaming: Lionheart pode dar a eles uma posição em um mercado cinematográfico importante e muitas vezes ignorado. Lionheart é sobre uma mulher que deve lutar para salvar a companhia de seu pai da falência.
Lionheart já está disponível no catálogo da Netflix.

All the Bright Places

Adaptações de romances para jovens adultos fizeram bem para a Netflix em 2018, como evidenciado por Para Todos Os Garotos que Já Amei e Dumplin’. All the Bright Things, de Jennifer Niven, é uma alternativa mais sombria, mais ao estilo do drama para jovens adultos mais bem sucedido da Netflix, 13 Reasons Why. All the Bright Things mostra dois adolescentes ligados por suas obsessões com a morte e as maneiras perigosas com que lidam com isso. Elle Fanning (Mary Shelley) e Justice Smith (Jurassic World: Reino Ameaçado) estrelam como a dupla principal. Com esse material complicado, o projeto poderia causar uma grande controvérsia, mas isso não impediu 13 Reasons Why de se tornar tão popular e amada por seu público-alvo.
All The Bright Places ainda não tem data prevista de lançamento.

Always Be My Maybe

A Netflix encontrou sua verdadeira vocação com o amor de verão, graças ao seu foco em comédias românticas como Para Todos Os Garotos Que Já Amei e Sierra Burgess É Uma Loser. Esses filmes viram números recordes de audiência para o serviço de streaming e, sem dúvida, eles esperam poder replicar esse sucesso com Always Be My Maybe. Dirigido por Nahnatchka Khan (Apartment 23) e co-escrito pelos comediantes Ali Wong (WiFi Ralph: Quebrando a Internet) e Randall Park (Aquaman), o longa conta a história de dois amigos de infância que se apaixonam quando adultos enquanto vivem em situações socioeconômicas muito diferentes. Além de Wong e Park, o elenco inclui Daniel Dae Kim (Hellboy), Charlyne Yi (Dr. House) e Keanu Reeves (De Volta ao Jogo).
Always Be My Maybe ainda não tem data prevista de lançamento.

Murder Mystery

A frase “Adam Sandler em um original Netflix” normalmente inspira medo nos corações dos amantes do cinema. Adam Sandler pode ter se tornado um dos maiores talentos de Hollywood a assinar um contrato exclusivo com a Netflix, mas filmes como Os 6 Ridículos fizeram pouco para mudar a mentalidade das pessoas em relação ao ator. No entanto, este filme não é tecnicamente um filme do Adam Sandler, já que não é produzido pelo Happy Madison. Sandler é apenas a estrela dessa mistura de mistério e comédia, que também apresenta Jennifer Aniston (Friends) e Luke Evans (A Bela e a Fera). O roteirista do filme, James Vanderbilt, é mais conhecido por trabalhos como Zodíaco e O Espetacular Homem-Aranha, então essa poderia ser uma nova direção para Sandler na Netflix, embora essa honra também possa cair nas mãos de Uncut Gems, o drama no qual Sandler está trabalhando com os Safdie Brothers (Bom Comportamento), que será distribuído internacionalmente pela Netflix.
Murder Mistery ainda não tem data prevista de lançamento.

6 Underground

Michael Bay está chegando à Netflix. O diretor altamente divisivo pode ter pendurado suas botas na franquia Transformers, mas isso não quer dizer que ele está parando de trabalhar. 6 Underground seguirá uma equipe de criminosos (encabeçada por Ryan Reynolds) que fingem suas próprias mortes e formam um esquadrão de elite de vigilantes projetado para atacar os criminosos mais notórios do mundo. Além de Bay, os roteiristas de Zumbilândia e Deadpool, Rhett Reese e Paul Wernick, também estão envolvidos com 6 Underground. Será que este filme vai ver Bay ir em uma direção mais cômica? De qualquer maneira, Michael Bay na Netflix é mais um sinal dos esforços contínuos do serviço de streaming para dominar o mercado de grandes orçamentos de uma forma que os estúdios tradicionais estão evitando atualmente.
6 Underground ainda não tem data prevista de lançamento.

The King

Legítimo Rei pode não ter incendiado o mundo como a Netflix esperava, mas sinalizou a evolução da plataforma para uma narrativa mais séria em grande escala. E o que diz isso mais do que Shakespeare? David Michôd (Máquina de Guerra) e Joel Edgerton (Operação Red Sparrow) se uniram para produzir uma das peças mais icônicas do bardo para as telas. Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome) é Henrique V e Ben Mendelsohn (Jogador Nº 1) é Henrique IV em The King. O elenco ainda conta com Robert Pattinson (Bom Comportamento) e o próprio Edgerton como Falstaff.
The King ainda não tem data prevista de lançamento.

The Last Thing He Wanted

Dee Rees ajudou a Netflix a receber suas primeiras indicações ao Oscar com Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi, um drama aclamado pela crítica que provou que um filme da Netflix poderia de fato ignorar o sistema tradicional de estúdio e ainda conseguir a legitimidade da indústria. Embora eles esperem repetir o feito na próxima temporada de premiações com Roma, de Alfonso Cuaron, Rees voltará para a Netflix com mais um potencial querido da crítica. Baseado no romance da escritora icônica Joan Didion, The Last Thing He Wanted segue uma jornalista (Anne Hathaway) que deixa seu trabalho de cobrir a eleição presidencial de 1984 para cuidar de seu pai traficante de armas (Willem Dafoe). Ben Affleck vai interpretar o interesse amoroso de Hathaway.
The Last Thing He Wanted ainda não tem data prevista de lançamento.

The Laundromat

Steven Soderbergh permanece intensamente prolífico como cineasta. Desde que voltou ao cinema após sua breve aposentadoria, o vencedor do Oscar e do Palma de Ouro continuou cobrindo uma ampla gama de gêneros em vários níveis de orçamento, poder de estrela e apelo popular. De seus dois filmes para a Netflix, The Laundromat parece mais tradicionalmente prestigiado, pois ele ficcionaliza a história dos jornalistas que descobriram os Panama Papers e os vários esquemas de evasão fiscal usados ​​pelos ricos e famosos do mundo. O elenco inclui Meryl Streep (The Post: A Guerra Secreta), Gary Oldman (O Destino de uma Nação), Antonio Banderas (Genius), David Schwimmer (Friends) e Will Forte (O Último Cara da Terra).
The Laundromat ainda não tem data prevista de lançamento.

First Ladies

Jennifer Aniston (Friends) encontrou um novo espaço criativo como atriz, via Netflix, graças a filmes como a imensamente encantadora comédia adolescente Dumplin’. First Ladies sinaliza uma direção mais adulta com um toque único em um conto familiar. Aniston será a primeira mulher presidente dos Estados Unidos, enquanto a comediante Tig Notaro (De Repente Uma Família) interpretará sua esposa. É o tipo de história que ouvimos constantemente que não é comercializável ou que nunca seria produzida no sistema de estúdio. E o que é a Netflix, se não uma plataforma para experimentar essas novas ideias? Notaro, cujos especiais de stand-up estão disponíveis na Netflix, vai co-escrever, assim como estrelar.
First Ladies ainda não tem data prevista de lançamento.

Comentários

Notícias relacionadas