A premiação The Academy Award of Merit, também conhecida como Oscar, teve seu início em 1929 e é apresentada anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para honrar os melhores artistas trabalhando no cinema. Não temos certeza de por que o prêmio é conhecido como o Oscar, mas a lenda mais comumente aceita é que uma secretária que trabalha para a Academia viu o primeiro prêmio sendo esculpido – uma estatueta dourada de um homem calvo agarrando uma espada – e declarou: “Ele parece muito com meu tio Oscar!”

Fundada em 1980 como uma piada na festa de exibição do Oscar do publicista de Hollywood John J. B. Wilson, o Framboesa de Ouro tornou-se uma instituição por direito próprio. O Framboesa é muito menos exclusivo do que a Academia – qualquer um que queira pagar a taxa 40 dólares pode se tornar membro. O Framboesa premia os piores de Hollywood – sequências sem fim, projetos pretensiosos e a maior preocupação com efeitos especiais do que com o enredo.

Em algumas poucas ocasiões a mesma pessoa ganhou um Oscar e um Framboesa. Tão poucos, de fato, que nos sentimos compelidos a fazer uma lista desses raros indivíduos homenageados por serem os melhores dos melhores, mas também os piores entre os piores.

Aqui estão os atores e atrizes que ganharam um Oscar e um Framboesa de Ouro!

Al Pacino

Considerado um dos melhores atores de sua geração, Al Pacino começou a fazer sucesso internacionalmente com o papel de Michael Corleone em O Poderoso Chefão. Sua performance rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Depois ele recebeu uma indicação de Melhor Ator pelo mesmo papel em O Poderoso Chefão II. Após receber várias outras indicações durante anos, ele finalmente ganhou um Oscar de Melhor Ator pelo papel do ex-militar cego Frank Slade em Perfume de Mulher.

Pacino também ganhou o Framboesa de Pior Ator Coadjuvante por seu papel no filme Cada Um Tem a Gêmea que Merece. Pacino apareceu interpretando a si mesmo, enquanto Adam Sandler fazia um executivo que tentava convencê-lo a participar de um comercial para o Dunkin ‘Donuts.

Nicole Kidman

Renomada por seu talento como atriz, cantora, dançarina e comediante, existem poucas coisas que Nicole Kidman ainda não fez em sua longa e variada carreira – e muito menos coisas que ela não consegue fazer. Ela foi indicada em muitas premiações diferentes por cerca de cinquenta organizações. Recebeu indicações ao Oscar de Melhor Atriz por Moulin Rouge: Amor em Vermelho e Reencontrando a Felicidade. Ela levou o prêmio de Melhor Atriz em 2013 por seu papel em As Horas.

Enquanto Kidman parece ter um toque mágico, isso não foi o suficiente para salvá-la da vergonha de ganhar um Framboesa. Ela recebeu o prêmio de Pior Combinação em Tela ao lado de Will Ferrell pelos papeis deles em A Feiticeira.

Leonardo DiCaprio

Era uma piada recorrente por muitos anos em Hollywood quantas vezes Leonardo DiCaprio tinha sido indicado ao Oscar só para lhe negarem uma vitória no final. Isso mudou em 2016 quando DiCaprio levou o prêmio de Melhor Ator por seu papel em O Regresso.

Apesar de ser considerado um dos melhores atores da atualidade, DiCaprio nem sempre foi tão reverenciado. O Framboesa de Ouro o premiou pela Pior Combinação em Tela em 1999 por seu papel em O Homem da Máscara de Ferro. Baseado no clássico de Alexandre Dumas, o filme mostrou DiCaprio no papel tanto do Rei Luis XIV da França como no papel que deu título ao longa. O filme foi um sucesso de bilheteria, mas recebeu críticas terríveis.

Halle Berry

Foi um momento histórico em 2002 quando Halle Berry se tornou a primeira atriz negra a ganhar o prêmio de Melhor Atriz por seu papel no drama romântico A Última Ceia. Estamos em 2018 e ela continua sendo a única atriz negra a ter esse prêmio e ainda é lembrada por seu discurso emocionante.

Berry fez história novamente três anos após ao ser a primeira atriz a comparecer ao Framboesa de Ouro para receber seu prêmio de Pior Atriz pelo papel em Mulher Gato, filme que foi odiado tanto pela crítica como pelo público. Porém Berry provou que tem senso de humor e ao aceitar o Framboesa fez uma paródia de seu discurso do Oscar, segurando o Framboesa em uma mão e o Oscar de Melhor Atriz na outra.

Brad Pitt

Já foi dito muitas vezes que Brad Pitt é um ótimo ator para papéis coadjuvantes interessantes, mas que foi amaldiçoado com uma beleza de ator principal. Enquanto Pitt encontrou a fama por seus papeis românticos e de ação, seu trabalho mais aclamado foi por interpretar personagens fora do padrão como Jeffrey Goines em Os 12 Macacos. Apesar de ter levado muitos prêmios por seu trabalho, o único Oscar que que Pitt levou foi por trabalhar na produção do filme 12 Anos de Escravidão.

A atuação de Pitt também lhe rendeu um prêmio do Framboesa de 1995. Ele e Tom Cruise foram escolhidos como a Pior Combinação em Tela pelos papeis de Lestat e Louis em Entrevista Com o Vampiro.

Sandra Bullock

Quando Sandra Bullock foi indicada a múltiplos Framboesas por seu papel em Maluca Paixão, ela prometeu que iria lá buscar seus prêmios de Pior Atriz e Pior Combinação em Tela caso fosse a vencedora. Ela manteve a palavra e deu para cada um da plateia do Framboesa de Ouro de 2010 uma cópia do DVD de Maluca Paixão, dizendo que eles claramente não viram o filme corretamente, já que uma pessoa perseguidora não pode ser considerada parte de um casal amoroso.

Apesar do prêmio ser dedicado a parcerias de atuação e não a casais românticos, o Framboesa levou em consideração as observações de Bullock e dois anos mais tarde mudou o nome da categoria de Pior Casal para Pior Combinação em Tela, que é usado até hoje.

Bullock ganhou o Oscar de Melhor Atriz por seu papel em Um Sonho Possível no dia seguinte ao Framboesa, a tornando uma das únicas pessoas a levar os dois prêmios no mesmo final de semana!

Eddie Redmayne

 

Mesmo antes dele ficar com o altamente cobiçado papel de Newt Scamander em Animais Fantásticos e Onde Habitam, Eddie Redmayne já havia provado ser um ótimo ator.

Introduzido na Ordem do Império Britânico em 2015 por seus serviços as artes dramáticas, Redmayne também ganhou o Oscar, o Globo de Ouro e o BAFTA de Melhor Ator por seu papel do físico Stephen Hawking no filme A Teoria de Tudo de 2014. Redmayne também ganhou um Tony em 2010 por seu papel em Red.

Todas as habilidades de Redmayne como ator provaram ser insuficientes para vender O Destino de Júpiter tanto para critica quanto para o público. Por sua performance como o Imperador Balem ele levou o prêmio de Pior Ator Coadjuvante em 2015.

Kevin Costner

É uma coisa muito rara um diretor ser indicado do Oscar por seu primeiro trabalho profissional. E mais raro ainda é ele vencer. Já querido da crítica por seus papeis em Os Intocáveis, Sorte no Amor e Campo dos Sonhos, Kevin Costner levou os prêmios de Melhor Diretor e Melhor Filme por sua estreia na direção Dança com Lobos e ainda foi indicado a Melhor Ator.

Infelizmente o filme seguinte de Costner na direção não foi tão bem recebido, a adaptação cinematográfica de O Mensageiro rendeu três Framboesa de Ouro, incluindo Pior Filme, Pior Ator e Pior Diretor.

Marlon Brando

Conhecido por ser uma lenda do cinema e por seus esforços de trazer as técnicas de atuação de Stanislavski para a tela grande, Marlon Brando é um dos atores mais aclamados de todos os tempos. Ele ganhou o BAFTA o Globo de Ouro e o Oscar de Melhor Ator por seu trabalho em Sindicato de Ladrões de 1954. Ele quase repetiu o número de prêmios por seu papel em O Poderoso Chefão, mas acabou levando apenas o Oscar e o Globo de Ouro.

Entretanto os dias de glória de Brando ficaram para trás quando ele fez o papel título da adaptação do livro de H. G. Wells A Ilha do Dr. Moreau. A produção do filme era um pesadelo, o comportamento exigente de Brando no set foi um dos muitos fatores que estenderam o cronograma de filmagem. Brando foi desonrado com o Framboesa de Pior Ator Coadjuvante por sua excêntrica atuação.

Faye Dunaway

Faye Dunaway ganhou muitos prêmios durante sua longa carreira, incluindo o Oscar de Melhor Atriz por seu papel de Diana Christensen no filme Rede de Intrigas de 1976. Seu papel em Mamãezinha Querida de 1981 se provou muito mais divisivo.

Dunaway foi indicada a vários prêmios de Melhor Atriz, incluindo o National Society of Film Critics e o New York Film Critics Circle. Muitos indicaram sua performance de Joan Crawford como o ponto alto de Mamãezinha Querida. Entretanto, alguns acharam a interpretação extremamente exagerada e melodramática.

No final, o único prêmio que Dunaway ganhou por Mamãezinha Querida foi o Framboesa de Pior Atriz. Até hoje Dunaway se recusa a falar sobre o filme e o acusa de ter destruído sua carreira.

Kevin Kline

Considerado um dos filmes mais engraçados de todos os tempos, Um Peixe Chamado Wanda e seu elenco ganharam vários prêmios. Parecia haver um certo patriotismo na distribuição dos prêmios: os ex-alunos de Monty Python John Cleese e Michael Palin ganharam os prêmios BAFTA de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante, já Kevin Kline foi o único membro do elenco indicado ao Oscar. Kline levou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante e foi a única vitória do filme no Oscar, apesar de também ter sido indicado aos prêmios de Melhor Roteiro e Melhor Diretor.

As habilidades de Kline não foram tão bem recebidas quando ele interpretou Artemus Gordon em As Loucas Aventuras de James West de 1999. A falta de química entre Kline e sua co estrela Will Smith rendeu aos dois o prêmio de Pior Combinação em Tela.

Sir Laurence Olivier

Um fato assombroso de que poucas pessoas conhecem: Sir Laurence Olivier tem a mesma quantidade de prêmios Framboesa e Oscar! Chocante, dado o lendário status de Olivier como talvez o maior ator da história, mas não menos verdadeiro por ser uma surpresa.

Olivier levou o prêmio de Melhor Ator por seu papel em Hamlet, filme que ele também dirigiu e produziu em 1948. Apesar das muitas indicações aos prêmios de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante, Olivier nunca mais ganhou outro Oscar em sua longa carreira. Entretanto, ele levou um Framboesa de Pior Ator em 1982 por seu papel de General Douglas MacArthur em Inchon, que já foi muitas vezes descrito como o pior filme já feito.

Roberto Benigni

O amado roteirista, diretor e ator italiano Roberto Benigni encantou o mundo e ganhou vários prêmios Oscar por seu trabalho em A Vida É Bela – um drama histórico sobre os horrores do holocausto e um pai cheio de imaginação que fazia de tudo para salvar seu filho nos campos de concentração. Longe de ser um dos garanhões de Hollywood, o Oscar de Melhor Ator dado a Benigni desafiou o convencional.

O filme seguinte de Benigni – uma adaptação do clássico infantil italiano Pinóquio – provou ser menos do que um sucesso internacionalmente. O fato do filme estar muito mais próximo ao tom sombrio do livro do que a adaptação da Disney com a qual os americanos estão mais habituados fez com que muitos não gostassem dele, ainda mais porque o ator resolveu interpretar o famoso boneco ele mesmo.

Benigni levou o prêmio de pior ator ao lado de Breckin Meyer que foi o dublador de Pinóquio na versão em inglês.

Liza Minelli

Mais conhecida hoje em dia por seu trabalho no teatro e nos shows criados para mostrar sua poderosa voz, Liza Minelli foi uma grande atriz de cinema durante os anos 1970. Ela recebeu sua primeira indicação ao Oscar em 1969 por Os Anos Verdes. Ganhou o Oscar de Melhor Atriz em 1972 por interpretar a cantora Sally Bowles na adaptação cinematográfica do musical da Broadway Cabaret.

Apesar de restringir suas atividades de atuação após fazer o interesse amoroso de Dudley Moore em Arthur, o Milionário Sedutor de 1981, Minelli ainda fez um ou outro filme ocasionalmente. Um deles foi Um Tira de Aluguel, no qual Minelli foi escalada para o papel de uma garota rica que paga um policial desonrado (interpretado por Burt Reynolds) para protege-la após ela testemunhar uma apreensão de drogas que deu errado. Tanto Reynolds quanto Minelli foram indicados ao Framboesa por suas performances, mas apenas Minelli ganhou o prêmio de Pior Atriz.

Charlton Heston

Um obituário para Charlton Heston foi escrito pelo crítico Roger Ebert, ele dizia “Heston fez três dos filmes que eventualmente todas as pessoas acabam vendo: Ben-Hur, Os Dez Mandamentos e Planeta dos Macacos”. Embora a observação tenha sido em tom de brincadeira, não se pode negar que Charlton Heston teve uma carreira longa e variada. Heston foi indicado a vários prêmios e ganhou o Oscar de Melhor Ator em 1959 por Ben-Hur.

Heston fez uma aparição não creditada no remake de Planeta dos Macacos de 2001, interpretando Zaius, o pai moribundo do vilão do filme, General Thade. Irreconhecível sob a pesada maquiagem, sua identidade foi revelada ao usar a frase “Damn them all to Hell” em referencia a sua frase mais famosa no filme original.

A performance foi muito abaixo do padrão Heston e por isso ele levou o Framboesa de Pior Ator Coadjuvante.

Kim Basinger

Kim Basinger foi modelo por cinco anos antes de decidir mudar de carreira e começar a atuar. A ex-rainha de concurso de beleza recusou um papel em As Panteras, mas logo depois foi escalada como a Bond Girl em 007 – Nunca Mais Outra Vez, o que lhe rendeu fama. Ela pareceu no erótico 9 1/2 Semanas de Amor e depois foi para algo mais popular ao interpretar a repórter Vicki Vale no primeiro filme do Batman. Isso fez com que ela conseguisse papéis mais sérios, incluindo o da femme fatale Lyn Bracken em Los Angeles: Cidade Proibida, que rendeu um Oscar de Melhor Atriz.

Porém sua interpretação de Elena Lincoln, a mulher mais velha que se aproveitou do Christian Grey de 15 anos para seus próprios fins corruptos em Cinquenta Tons Mais Escuros rendeu um Framboesa de Ouro de Pior Atriz Coadjuvante.

Sofia Coppola

Coppola é uma das poucas mulheres que já foram indicadas ao prêmio de Melhor Diretora no Oscar e ela ganhou o prêmio de Melhor Roteiro Original pelo filme Encontros e Desencontros em 2004. Antes de Sofia ser uma aclamada diretora por seus próprios méritos, ela foi uma atriz aspirante. A filha de Francis Ford Coppola, o diretor de O Poderoso Chefão, foi colocada no papel de Mary Corleone em O Poderoso Chefão III, o que lhe rendeu dois Framboesas de Ouro.

Esquecemos de alguém? Se sim, deixe nos comentários!

Comentários

Notícias relacionadas