Sexy Por Acidente

Não há dúvidas do enorme talento de Amy Schumer. A comediante já nos fez gargalhar em diversas produções, com sacadas feitas de um jeito não artificial. Seja em livros, séries ou filmes, a norte-americana sempre nos dá a impressão de que entrega o melhor de si em seus trabalhos. Com seu mais novo filme não foi diferente. Sexy Por Acidente (I Feel Pretty) foi, certamente, seu melhor trabalho. Mesmo que não seja seu objetivo principal, o longa é extremamente divertido e gostoso de se assistir. E o principal: apresenta uma linda e importante lição a todos que o assistem.

O Filme

Schumer vive a protagonista Renée, uma analista de TI da empresa de Lily LeClaire. A marca de cosméticos está entre as mais famosas do mundo, com sua sede localizada em um dos pontos mais disputados de Nova York. Enquanto o prédio principal se exibe para o mundo na 5ª Avenida, Renée se espreme em um cubículo em Chinatown. Além de todos os descontentamentos óbvios com seu emprego, ela não consegue aceitar seu corpo. Por consequência, acredita que a solução para todos os problemas femininos está nos números que a balança demonstra. Com baixa autoestima, ela não consegue enxergar o quão bonita é, afinal, acredita ser diferente do padrão de beleza “exigido” pela sociedade.

Enquanto buscava se encaixar em uma aula de spinning, Renée cai e bate fortemente a cabeça. A pessoa que levanta do chão certamente não é a mesma que estava ali poucos momentos antes. Ela passa a se ver como a mulher mais linda do mundo, enxergando até mesmo características que não existem. Embora nada tenha mudado em seu corpo, ela começa a enxergar um abdômen sarado, pernas torneadas e tudo mais que tem direito. Mas acima de tudo, Renée passa a ver a mulher maravilhosa que sempre foi e acredita ter sido resultado de um milagre.

Sexy Por Acidente
Reprodução

A autoconfiança recém adquirida muda completamente a vida de Renée. Os sonhos que ela tanto tinha começam a se tornar possíveis, simplesmente porque ela acredita estar se encaixando no padrão de beleza da sociedade. Ela começa a trabalhar de recepcionista no prédio principal de Lily LeClaire e conhece alguém. Entretanto, há quem diga que ela acabou se tornando esnobe. Renée passa a dar valor a coisas supérfluas, deixando de lado quem sempre a amou.

O Que Achamos?

O filme parece um grande livro de autoajuda, mas isso não deve ser levado como um ponto negativo. O que poderia ser um monólogo chato e previsível da protagonista, se torna algo incrível. Todas as piadas usadas por Renée têm um toque de seriedade, passando indiretamente a mensagem principal do filme.

Diferente de uma simples produção de comédia, Sexy Por Acidente é muito mais do que isso. As brincadeiras feitas se encaixam no contexto da história, não se tornando aleatórias em meio as falas. A opção usada pelos diretores, Marc Silverstein e Abby Kohn, para dar um leve tapa na cara da sociedade foi sensacional. A personagem principal vivencia os dois mundos e nos faz ponderar se não faríamos o mesmo em seu lugar. Renée se transforma na pessoa julgadora que sempre criticou, apenas pelo fato de se achar a mulher mais bonita do mundo.

Sexy Por Acidente
Reprodução

Por fim, a cena final chega para coroar toda a produção. O discurso feito por Amy Schumer na passarela de Lily LeClaire deveria ser transmitido em campanhas diárias na televisão. Embora estivesse em um filme, aquele momento estava sendo dedicado a todos com problemas de autoestima e aceitação ao redor do mundo.

O Elenco

Sexy Por Acidente só se constrói através do jeito divertido e natural de sua protagonista. É provável que inclusive tenha sido desenvolvido para Amy Schumer, visto que ninguém conseguiria fazer o que ela fez diante das câmeras. A personagem criada se encaixa na personalidade da atriz que já conhecemos, e em diversas cenas me perguntei se Schumer estava mesmo interpretando ou apenas sendo ela mesma. Ela carrega toda a história nas costas, e quando não está em cena, parece que o longa perde o ritmo.  O filme é sem dúvida, seu melhor trabalho até agora.

Outro destaque do filme está na personagem de Michelle Williams. Mesmo que não apareça muito, quando o faz consegue desenvolver com precisão aquilo que o filme exige. Para Renée, Avery LeClaire é referência de beleza e poder, e é de propósito que o longa crie a imagem da personagem: apática, sem graça e extremamente superficial. O contraste entre ela e Renée chega a ser engraçado quando pensamos o que a protagonista considera de LeClaire.

Sexy Por Acidente
Reprodução

Sexy Por Acidente

Em suma, o novo filme de Amy Schumer mistura o melhor da comédia com uma dose de lição para todos. As críticas presentes no longa são extremamente pertinentes, razão pelo qual ele deveria ser visto por todos. Vivemos em uma sociedade elitista, com um padrão de beleza pra lá de equivocado. Não é uma peça de roupa ou um número na balança que define caráter e personalidade, e Renée é prova disso. É provável que inclusive, você saia do cinema com uma percepção diferente sobre si próprio.

  • Muito Bom
4

Resumo

Sexy Por Acidente mistura o melhor da comédia com uma dose de lição para todos. As críticas presentes no longa são extremamente pertinentes, razão pelo qual ele deveria ser visto por todos.

Comentários

Notícias relacionadas