Esta matéria é dedicada a vida e memória de Jack Pearson

Desde a sua estreia em setembro de 2016, This Is Us ganhou um espaço em nossos corações. Seja por sua história orgânica ou pelo excelente elenco, a série vem conquistando cada vez mais fãs a cada episódio. A proximidade que a trama tem com a realidade assusta. Não há uma pessoa que nunca tenha se visto em alguma das situações descritas no programa. Em meio a tanta ficção, se tornou necessário ter algo que nos traga para o dia a dia. Não é de estranhar que derramemos algumas lágrimas de vez em quando, sejam elas de tristeza ou de felicidade. No último domingo (04) porém, foram apenas as de tristeza que reinaram ao redor do mundo.

Divulgação

Desde os primórdios da série, ainda no começo da primeira temporada, ficamos sabendo da morte de Jack Pearson. Interpretado por Milo Ventimiglia, o patriarca da família se tornou o pai que todos gostaríamos ter. Apesar de seus problemas com o álcool, Jack nos deu inúmeros exemplos de porque era um bom pai. Como uma forma de aumentar a tristeza do público, a série criou diversas situações em que suas qualidades eram exaltadas. A dor estampada no rosto de seus filhos, seja na adolescência ou no presente, culminou para desenvolver o ambiente pesaroso e traumático sempre que a morte era mencionada.

O Episódio

Todos sabíamos sobre a morte de Jack, mas não estávamos preparados para presenciá-la. Desde o início da temporada, pequenos flashes davam indícios de que o fatídico momento estava se aproximando. A trama, que teve início no episódio treze da atual temporada, teve seu ápice no episódio de domingo. Enfim descobrimos o que aconteceu com o pai da família Pearson.

Divulgação

A maneira como todo o roteiro do episódio 14 foi construído não poderia ter sido melhor. Não há dúvidas de que a morte em si era o momento mais esperado, mas tudo que acontece antes e depois da partida de Jack é que dever ser levado em conta. A reluta de Kate (Chrissy Metz) em adotar um cachorro, por exemplo, é finalmente compreendida após o fim do capítulo. Por que Kevin (Justin Hartley) parece não ligar para a morte do pai, enquanto Randall (Sterling K. Brown) tenta tanto ficar perto das filhas? Qual o real significado do Super Bowl para os Pearson? Tudo passa a fazer sentido, por mais doloroso que seja.

O Que Achamos?

Aquela maldita panela de arroz. This Is Us não cansa de nos surpreender. Quando achávamos já nos emocionado ao máximo, a série faz questão de relembrar o porquê de seu sucesso. O episódio é dividido em várias etapas, explorando o passado, o presente e até mesmo o futuro. Enquanto tempos uma grande história no centro de tudo, pequenas histórias particulares são contadas. Cada personagem tem sua própria maneira de lidar com o luto e, individualmente, expõe suas memórias. Ao final do episódio, o que temos é mais uma amostra daquilo que This Is Us sempre nos ofereceu: uma lição sobre amor, família e saudade.

Mandy Moore deveria receber um prêmio por sua atuação neste episódio. Se sua personagem dividia a opinião do público, certamente não mais o faz. A maneira como Rebecca lida com a perda do amor de sua vida é surpreendente. Por meio de uma performance sublime, Mandy consegue transparecer cada pequena emoção sentida. Ela protagoniza o grande momento do capítulo, que só adquire tal destaque por mérito da atriz. A reação de Rebecca ao saber da morte do marido está, provavelmente, entre as melhores cenas de This Is Us.

Divulgação

O Futuro da Série

Nossas lágrimas estão longe de secar. De acordo com o trailer do próximo episódio, divulgado pela NBC, o enterro de Jack se aproxima e com ele, diversas lembranças pesarosas. Felizmente, tais memórias serão responsáveis pela não saída de Milo da série. Quando perguntado sobre o futuro de seu personagem, Ventimiglia respondeu:

“Eu nunca iria deixar a série. Há um tempo, Dan Fogelman explicou a série como uma caixa de vídeos caseiros sem rótulo, e a cada semana nós pegamos um desses vídeos para contar aquela história. Esta foi apenas uma dessas fitas, um desses momentos em que entendemos uma passagem da família Pearson, a perda do pai. Isso foi apenas a história da semana que estávamos contando. Ainda há muito mais pela frente, e isso significa que, sim, ainda estou por aí.”

Ele ainda fez questão de elogiar o trabalho da companheira de série.

“Eu olho para ela e eu estou pronto, no coração e na cabeça de Jack, com minha esposa […] É doloroso assistí-la ou ouví-la passar por tanta angústia de ter perdido o marido. Isso sempre foi difícil. Mandy é sólida como uma rocha. Ela é uma pessoa que, cena após cena, entrega uma atuação linda dessa mulher que teve tantas coisas retiradas de si com o marido e depois o peso inteiro da família colocado sobre as suas costas. Estou encantado com Mandy.

Divulgação

Só nos resta torcer para que This Is Us – e Jack – permaneça no ar por um bom tempo. Nós agradecemos.

Comentários

Notícias relacionadas