Muitos fãs se perguntam sobre o vírus de The Walking Dead e se um dia ele poderá ser curado e acabar com o apocalipse. Entretanto, o criador das HQs, Robert Kirkman, jogou um balde de água fria nos fãs durante o painel da série na SDCC 2017:

“Tentamos ser o mais abrangente possível [sobre a cura], porque nós não queremos revelar nada. Primeiro porque [a ideia de cura] já foi feita em muitas outras histórias de zumbi. Segundo, porque você sabe que isso acaba de alguma forma quebrando a ideia de mitologia da história. Você não quer esse tipo de coisa sobre alguém ser imune.”

Ainda segundo Kirkman, a ideia de procurar uma cura não é algo que lhe agrade:

“Mas sobre de fato tentar resolver esse assunto, eu sempre pensei que uma das melhores coisas sobre essa série é que não é sobre cientistas e não é sobre pessoas que decidem levar isso [a ideia de cura] para frente. “Eu acho que se existisse de fato um apocalipse zumbi, eu não sei se sequer cinco pessoas dessa sala iriam se preocupar com esse trabalho de encontrar a cura.”

Atualmente, The Walking Dead se prepara para sua oitava temporada, que estreia em 22 de outubro.

Comentários

Notícias relacionadas