O Brasil está de volta a Netflix!

Depois de 3%, mais uma série filmada inteiramente no país irá estrear no serviço de streaming. O Mecanismo chega à Netflix no próximo dia 23, sendo transmitida em mais de 190 países. A série é inspirada em acontecimentos que realmente aconteceram – e acontecem – no Brasil. Baseada no escândalo envolvendo a corrupção no governo do país, a história retrata o descobrimento de todo o esquema fraudulento (,) por um pequeno grupo de investigadores. Tal descoberta gera uma repercussão de proporções gigantescas. Não apenas os envolvidos têm suas vidas impactadas, mas também todos aqueles que trabalharam para revelar o esquema ao mundo.

Grandes nomes estão envolvidos no desenvolvimento do projeto. Selton Mello é Marco Ruffo, um delegado aposentado da Polícia Federal, que fica obcecado pelo caso que está investigando. Carol Abras interpreta Verena Cardoni, uma espécie de aprendiz de Ruffo, que honra seu trabalho acima de qualquer coisa. Enrique Diaz é Roberto Ibrahim, o principal alvo de toda a investigação. A direção fica por conta do aclamado diretor de Narcos e Tropa de Elite 1 & 2, José Padilha, ao lado dos diretores Felipe Prado e Marcos Prado. Padilha também é responsável pela criação da série, ao lado da roteirista Elena Soarez.

A Lava Jato é um assunto e a série, de certa maneira, é outro. Eu acompanho em geral o que acontece em termos políticos no Brasil. Não sou um aficcionado, mas vi vários depoimentos mesmo antes de estar envolvido no projeto.” – disse Enrique Diaz.

O elenco conta ainda com Lee Taylor, Antonio Saboia, Jonathan Haagensen, Alessandra Colasanti, Leonardo Medeiros, Otto Jr., Susana Ribeiro, Osvaldo Mil e entre outros.

Enrique Diaz (Foto: Raphael Dias / Netflix), Carol Abras (Foto: Bruna Prado / Netflix) e Selton Mello (Foto: Raphael Dias / Netflix)

O Tapete Vermelho (14/03)

A convite da Netflix, tivemos a oportunidade de conferir o tapete vermelho e a coletiva de imprensa de O Mecanismo. Os evento aconteceu no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e contou com a presença dos principais rostos da série. Atores de outras produções da Netflix também marcaram presença no primeiro dia de evento. Emanuelle Araújo e Douglas Silva foram representando o elenco de Samantha!, futura série brasileira de comédia do serviço de Streaming. Bianca Comparato, Vaneza Oliveira, Rodolfo Valente, Bruno Fagundes e Maria Flor, por sua vez, representaram o elenco de 3%.

Durante sua passagem pelo tapete vermelho, Selton Mello se revelou um grande fã da Netflix.

“É muito estimulante saber que no dia 23 de março estreia em 190 países. Isso é incrível! E eu sou fã da Netflix, eu amo as séries, sou viciado nas séries. Stranger Things, eu amo aqueles garotos! Eu adoro The Crown, acho aquela série genial. E House of Cards é claro! A nossa (série) é um House of Cards mais Breaking Bad, mais sujo. A gente não é tão elegante, não é tão inglês. O House of Cards brasileiro é mais pé na porta”

Ainda participaram do evento o CEO da Netflix, Reed Hastings, o Diretor Executivo de Conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, e o VP de Conteúdo Original Internacional, Erick Barmack.

Da esquerda para direita: Reed Hastings, Jose Padilha, Ted Sarandos e Erick Barmack (Foto: Raphael Dias / Netflix)

O Mecanismo

Durante a coletiva de imprensa de O Mecanismo, mais alguns detalhes da série foram mencionados. Primeiramente, a jornalista Malu Gaspar conversou com José Padilha, tentando entender não apenas seu ponto de vista em relação a série, mas também sua visão da situação atual do Brasil.

“A lógica da corrupção está determinando os blocos partidários do congresso, e quem vai para qual cargo na administração pública. Uma vez que esses cargos foram distribuídos e que essa base de governo está montada no congresso, então o mecanismo começa a ser operado (…)  Não dá pra analisar o Brasil sem olhar para o mecanismo. O mecanismo hoje em dia não tem ideologia, ele existe nos governos de esquerda e nos governos de direita. O importante não é prender esse sujeito ou aquele sujeito. O importante é destruir a lógica subjacente a estrutura política. Eu prefiro que desmontem o PT, o PMDB e o PSDB. Prefiro que esses partidos sejam processados como deveriam ser pelo uso de caixa 2, do que se pegue um indivíduo. A direita no Brasil é horrorosa, mas a esquerda também é, infelizmente”

Quando perguntado sobre a reação que espera ter fora do Brasil, Padilha respondeu:

“Na América Latina em geral as pessoas vão entender. Inclusive a Odebrecht está enfiada em vários outros países. Vários jornalistas do Peru me perguntaram se eu vou fazer uma season só sobre o Peru. Eu acho que as pessoas vão entender, até porque a lógica política no Brasil não é tão diferente da lógica política do México, da Venezuela..”

A Série

Ao ser perguntado sobre trabalhar com Padilha, Selton mencionou um flerte com o diretor desde a época de Tropa de Elite 2. Como não pode fazer na época, disse ter ficado apenas “um gostinho” para juntar as forças mais para frente.

“Ele (Padilha) veio com essa ideia. Com um personagem fascinante (Ruffo), uma história relevante escrita pela Elena, em quem eu confio muito e sou fã…juntou um time lindo e fizemos!”

José Padilha e Selton Mello (Foto: André Loureiro / Netflix)

Erick Barmack, VP de Conteúdo Original Internacional, foi questionado sobre o motivo da Netflix ter escolhido produzir O Mecanismo, já que a série pode vir a ser bastante polêmica.

“Como uma empresa, nós gostamos de abordar tópicos que são interessantes mundialmente. Quando pensamos sobre corrupção, não pensamos apenas no Brasil. Nós pensamos sobre o que é relevante na América Latina, nos Estados Unidos, na Europa. É sem dúvidas um assunto cultural e nós vivemos em um único mundo.”

Por fim, Padilha foi questionado sobre a existência de uma segunda temporada, visto que o assunto está longe de acabar.

“A gente sabe até certo ponto. Eu não sei o que vai acontecer com a Lava Jato, mas a gente tem uma ideia. Eu não posso dizer que terá uma segunda temporada, mas se tiver, nós sabemos para onde vai.”

(Foto: Paula Ramos / Poltrona Nerd)

O Mecanismo estreia no próximo dia 23 de março na Netflix!

Comentários

Notícias relacionadas