E o episódio que nos prometeu um pouco mais sobre Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), começa com uma tormenta em Pedra do Dragão, assim como ela. A mãe dos dragões coloca Varys (Conleth Hill) contra a parede. Assim, um pouco atrasada, né não?

A trama andou em vários pontos. Como temos pouco tempo de tela, na Cidadela o que foi sugerido no episódio passado, aconteceu. Assim como as reuniões entre aliados e corvos super sônicos com todas as notícias dos 7 Reinos em alta velocidade. E ainda, retornos muito queridos.

Vamos começar?

  • Pedra do Dragão

Depois de perdoar Varys por suas lealdades passadas, Daenerys recebe uma importante visita em Pedra do Dragão. Melisandre (Carice van Houten) chegou até lá para anunciar a palavra do Deus Vermelho. Um ponto muito interessante dessa passagem foi a tradução de Azor Ahai, feita por Missandei (Nathalie Emmanuel), segundo ela, a palavra não tem gênero, ou seja, mesmo que Melisandre ache que Jon Snow (Kit Harington) é o príncipe prometido, pode muito bem ser uma princesa, ou Rainha né mores?

Em volta da grande mesa de estratégias, Tyrion Lannister (Peter Dinklage) usa o que tem de melhor, o cérebro. E o Mão da Rainha quer um reino inteiro e não apenas cinzas. Dany, por enquanto, o escuta, mas se depender de Olenna Tyrell (Diana Rigg), a Mãe dos Dragões deve ser temida e não ouvir os conselhos do anão.

(Divulgação/HBO)

Uma das estratégias de Tyrion que o fez ser respeitado no conselho de aliados foi o fato da utilização dos Imaculados para  atacar Rochedo Casterly, casa dos Lannisters. Um ponto interessante, o filho de Tywin Lannister (Charles Dance) vai tomar para si a sua herança por direito. E para o nude do episódio, Missandei e Verme Cinzento (Jacob Anderson) se entregam ao amor. Muito fofo Verme dizendo que ela é sua fraqueza, que o faz ter medo, pois agora, ele quer voltar vivo das batalhas.

Veja Também: Game of Thrones | Assista o trailer de The Queen’s Justice, terceiro episódio da sétima temporada!

  • Winterfell

O corvo chega até Jon Snow em Winterfell com a mensagem de Daenerys, com um toque de Tyrion, Jon tende a confiar na Rainha. Davos (Liam Cunningham) fala o certo, dragão solta fogo que mata os Outros, um grande motivo para ir até lá.

Os corvos trabalharam nesse episódio, e com a chegada da mensagem do Sam, direta da Cidadela, Jon vai ao conselho por causa do vidro de dragão. Mais uma vez, Sansa Stark (Sophie Turner) se opõe ao irmão, afinal, a fama dos Targaryens e Lannisters não é nada boa, nem Lyanna Mormont (Bella Ramsay) apoia a tal viagem do Rei do Norte, mas afinal, o Rei é ele.

Jon deixa o Norte com a única Stark em Winterfell e Mindinho adora. Nas criptas, podemos ver a estátua do sempre saudoso Ned Stark (Sean Bean) e lá vem Mindinho com sua cara de pau e papo furado de “amor” por Sansa, Jon deixa claro que Petyr deve ficar longe dela, mas será que isso é possível?

  • Porto real

Cersei (Lena Headey) fala com seus poucos vassalos, entre eles, o conhecido Randyll Tarly (James Faulkner), pai de Sam. Jaime Lannister (Nikolaj Coster-Waldau) pede que Tarly traia os Tyrell e o promete o título de Protetor do Sul, caso haja algum Sul ao final disso tudo.

Qyburn (Anton Lesser) mostra as armas contra os dragões e após um passeio nos porões de Porto Real, Cersei parece satisfeita com o que seu meistre anda aprontando. Os filhos de Dany não estão seguros. Mas, em Westeros, quem está?

  • Cidadela

Sam (John Bradley-West) logo percebe que a cura da escamagris pode sim estar perto, basta aplicar arriscados e dolorosos procedimentos do livro do  Arquimeistre Pylos. Depois de saber que Jorah Mormont (Iain Glen) é filho do velho urso Jeor Mormont (James Cosmo), Sam não tem mais dúvidas de que precisa tentar salvar a pele dele.

  • No caminho para Porto Real

Que retorno inesperado o de Torta Quente, como cresceu! Ele e Arry (Arya) têm uma conversa muito importante, primeiro sobre preparos de tortas, que ele não saiba quais ingredientes Arya Stark (Maisie Williams) anda colocando nas suas e depois, o mais relevante, Arya fica sabendo que Winterfell é dos Starks novamente e mais, seu irmão predileto, Jon é o Rei do Norte. Duvidei se ela escolheria deixar a vingança de lado, mas a menina mostra que nunca deixou de ser Stark e estar em casa é mais importante do que matar Cersei. Mas isso me assusta um pouco, se até agora as motivações dela foram sempre focadas em vingança, qual será seu papel ao chegar em Winterfell? Há espaço para ela ali?

No mesmo núcleo o retorno de Nymeria foi emocionante e assustador. Como uma despedida da loba gigante, ela aparece com sua matilha e apenas deixa Arya partir sozinha.

  • Alto mar

Ellaria Sand (Indira Varma) e Yara Greyjoy (Gemma Whelan) parecem ter muito em comum, mas antes que pudessem se acertar de algum modo, os navios de Euron Greyjoy (Pilou Asbæk) as alcançam. Uma bela sequência de luta em alto mar. O tamanho dos navios de Euron impressiona.

(Divulgação/HBO)

As Serpentes de Areia são colocadas para fazer algo de útil e logo se despedem, já era sem tempo. Aliás, uma morte ficou faltando, o covarde Theon Greyjoy (Alfie Allen) deixa o Fedor tomar conta dele e foge quando sua irmã mais precisa. Será que há mais espaço para redenção de Theon ou já cumpriu todo seu papel? Euron tem os presentes que prometeu à Cersei, basta saber o que farão com elas.

Para o próximo episódios, um dos encontros mais esperados, Fogo e Gelo estarão em cena!

Comentários

Notícias relacionadas