O primeiro volume da trilogia de Erika Leonard James chegava as livrarias há quase sete anos. Publicado em 2011, Cinquenta Tons de Cinza logo chamou a atenção pelo tipo de conteúdo erótico. Distanciando-se dos clássicos romances da literatura, onde verdadeiros príncipes encantados, a trama nos apresenta uma versão deturpada do “mocinho”. Christian Grey logo parece ser o vilão, o monstro perseguidor de Anastasia Steele. Com o tempo, ele vai perdendo a imagem de dominador e descobrindo uma das sensações mais assustadoras da vida: a de se apaixonar. Surpreendentemente, essa se tornou uma das séries de livros que li mais rápido (os três primeiros em dois dias). Como o lançamento do último filme aconteceu no último dia 8, a história está hoje no Ler é Bom, Vai!

Cinquenta Tons de Cinza

Divulgação/Intrínseca

O começo de tudo. Anastasia Steele tem a vida simples de uma estudante de Literatura de 21 anos. Buscando ajudar a melhor amiga, que está doente, ela aceita o desafio de ir a Seattle entrevistar Christian Grey. Ela o faz, porém, sem saber qualquer informação sobre o rapaz. Grey não é apenas extremamente rico, mas também dono de uma beleza fora do normal.
Christian gostava de sua vida fácil. Atraindo a atenção de praticamente todas as mulheres, ele está acostumado a tê-las a seus pés. Quando Ana aparece em seu escritório, uma estranha sensação surge em seu interior. Pela primeira vez na vida, Christian se vê correndo atrás de uma mulher.

Grey é sádico. Ele sente prazer ao ver mulheres amarradas e algemadas, além de usar técnicas de castigo quando as mesmas o desobedecem. Ana é virgem. Fã de literatura clássica, ela espera pelo príncipe encantado com flores e bombons. Como não temos controle de nossos sentimentos, a jovem logo se apaixona pelo lado enigmático de Christian. Ambos ficam confusos e desesperados com a intensidade do relacionamento. Ela se vê estimulada pelo apetite sexual do bilionário, enquanto ele se encanta pela inocência da estudante. Longe de sua zona de conforto, o casal tenta de tudo para se afastar um do outro.

Quando tudo parecia incrível, os sonhos dos dois desmoronam. Quando Christian mostra a Ana do que é capaz, seu estilo de vida a assusta e ela vai embora. Ele descobre que precisa mais dela do que imaginava, mas pode ser tarde demais.

Cinquenta Tons Mais Escuros

Divulgação/Intrínseca

Ana foi embora. Sem conhecer o que aconteceu no passado de Christian, ela não entende suas formas de ter prazer. Mesmo tendo terminado o relacionamento, ela permanece apaixonada por ele. Enquanto isso, o empresário não consegue tirar a jovem da cabeça. Entrando em um terreno perigoso e desconhecido, Grey se vê obrigado a escolher entre seus velhos hábitos e a menina que não sai de seus pensamentos. Ele propõe um novo acordo, oferecendo o relacionamento baunilha que ela tanto queria. Para a felicidade de ambos, Ana aceita.

O passado de Christian resolve vir à tona e perturba a relação amorosa do casal. O preço de namorar um homem cobiçado por tantas mulheres começa a ser alto demais para ela suportar. O bilionário precisa provar para ela – e para si mesmo – que está pronto para os sentimentos que estão surgindo. Ao descobrir um pouco mais da história de seu amado, muitas peças começam a se encaixar. Antes que ela perceba, Ana precisa tomar a decisão mais importante de sua vida. E da de Christian também.

Cinquenta Tons de Liberdade

Divulgação/Intrínseca

Enfim o desfecho da trilogia. Anastasia Steele agora carrega o sobrenome de seu marido. Apaixonados e recém casados, eles curtem a lua de mel dos sonhos de qualquer casal. Quando a pequena viagem dos sonhos acaba e eles retornam para a realidade, novos obstáculos tentam separá-los a qualquer custo. Uma vida de amor, paixão e infinitas riquezas pode ser mais complicada do que parece, principalmente com a bagagem que Christian carrega. Ele já abriu mão de muito, mas o lado dominador insiste em perturbá-lo.

Um velho inimigo retorna para assombrar o sossego do casal. Quando a vida de Ana corre um sério perigo, Christian vê seu mundo inteiro desabar. Ele precisará dar a esposa a maior prova de amor de sua vida, e para isso, terá de visitar a escuridão uma última vez. Cinquenta Tons de Liberdade é o melhor desfecho que a trilogia poderia ter. Desde as primeiras páginas já começamos a sentir falta do Sr. e da Sra. Grey.

O Que Achamos?

A trilogia Cinquenta Tons é arrebatadora. Com características únicas e peculiares, a trama me pegou desde as primeiras palavras. O romance de Ana e Christian é lindo e curioso, beirando o bizarro no início do relacionamento. Há quem critique o comportamento do bilionário, mas precisamos lembrar que nada foi feito contra a vontade de nenhuma mulher. Grey é sádico e dominador, mas nunca escondeu seus verdadeiros interesses.

A partir do momento em que Christian começa a mudar seus interesses, a história voa. Confesso que não consegui fazer mais nada enquanto não terminei o último livro. O monstro dá lugar a um homem apaixonado e desesperado, lutando contra os sentimentos que o dominam. Ana ganha destaque na trama, principalmente quando começa a impor suas vontades e desejos. A menina apagada e ingênua some, se tornando uma mulher sexy e determinada. Não há como não torcer para que o casal fique junto.

A série de E L James ainda é taxada como “livros de sexo” por aqueles que não se deram a chance de serem surpreendidos. A transformação de Christian é repleta de emoção e compaixão, e é sobre isso que a história fala. Está certo que há muito sexo em meio as páginas, excessivamente detalhado inclusive. Entretanto, logo ansiamos pelos momentos tradicionais do casal. Tive vontade de pular as partes mais quentes, apenas para voltar ao relacionamento baunilha. James está de parabéns. Em meio a um cardápio bastante previsível de histórias de romance, ela conseguiu criar algo extremamente original. E de excelente qualidade.

Grey

Divulgação/Intrínseca

Quando pensei que não poderia me encantar mais com a história, E L James nos apresentou Grey. Demorei para ler o livro, pois não pude deixar de pensar que ler tudo de novo, apenas por um ponto de vista diferente, seria desnecessário. Felizmente me enganei. Anastasia que me perdoe, mas ficar sabendo da trama pelos olhos de Christian é muito mais divertido. Por mais que a trama seja sobre o surgimento do casal, a grande mudança acontece na personalidade do empresário.

Alguns detalhes, descrições percepções e acontecimentos eram desconhecidos por nós, já que só sabíamos daquilo que Ana presenciava. Em Grey conhecemos mais a fundo o passado de Christian, marcado pelos maus tratos que sofreu na infância. Antes de se tornar um dos homens mais ricos de Seattle, ele era apenas um menino abandonado pela mãe. Desde sua adoção por Grace e Carrick, ao momento em que conheceu Elena – ou Mrs. Robinson -, o jovem foi abraçando cada vez mais a escuridão. Quando conhece Ana, os sentimos transbordam das páginas. Se você já achava a versão de Anastasia bonita, espere para ler o que seu futuro marido sentiu.

Mais Escuro

Divulgação/Intrínseca

Cinquenta Tons Mais Escuros era meu livro favorito, até o momento em que o li pelos olhos de Christian. Assim como Grey, a história contada pelo empresário é muito mais intensa e encantadora do que a original. É neste capítulo que vemos a maior transformação do protagonista. A partir do momento em que Ana o abandona, Christian descobre novas sensações e sentimentos, e os descreve detalhadamente em Mais Escuro. A percepção da jovem não chega aos pés do que realmente aconteceu na vida de seu marido.

Uma vez que o livro foi lançado após a trama original, E L James soube usar os “spoilers” a seu favor. Determinados acontecimentos do próximo capítulo são introduzidos ainda nesse, já que se passam com Christian. A sisma com Jack Hyde, por exemplo, assombra os pensamentos do empresário desde o momento em que Ana começa a trabalhar na SIP. A investigação, que só é mostrada no terceiro filme, se inicia antes do que imaginávamos, mas não tínhamos conhecimento.

Em Mais Escuro me apaixonei de verdade por Christian Grey. A autora soube muito bem desenvolver seu protagonista, dando brechas para sempre explorá-lo ainda mais.

Comentários

Notícias relacionadas