Confissões de Uma Garota Desastrada

Quando era mais nova, não era do tipo de menina que se preocupava com garotos e maquiagem. Enquanto eu estivesse ganhando meus livros, estava feliz. Fui daquelas que sonhava com o príncipe encantado descrito nos livros de Nicholas Sparks e Thalita Rebouças. A medida que fui crescendo, os livros de adolescente foram ficando guardados na estante. No lugar vieram as histórias de fantasia, romances mais maduros e histórias de suspense, minhas favoritas. Mesmo que não soubesse, eu precisava de Confissões de Uma Garota Desastrada.

Qual não foi minha surpresa ao receber o livro Confissões de Uma Garota Desastrada da Editora Rocco. A nostalgia bateu logo no título. Mesmo que o conteúdo fosse diferente do que realmente parece, a ideia de ler sobre a vida de uma adolescente me intrigou. As últimas vezes que o fiz, tais adolescentes precisavam enfrentar exércitos e/ou lutar por sua própria sobrevivência. Em Confissões de Uma Garota Desastrada, Chloe enfrente “apenas” os desafios de ter 14 anos.

Selena Gomez

Sinopse

Escrito em forma de diário, Confissões de Uma Garota Desastrada relata um ano na vida de Chloe Snow e sua chegada ao Ensino Médio. Estão lá os típicos dilemas de uma adolescente às voltas com o amadurecimento, as amizades e os amores. Para Chloe, a vida dela é um verdadeiro desastre: ela nunca beijou ninguém, está apaixonada pelo veterano mais desejado da escola e sua melhor amiga não tem mais nada a ver com ela. Para completar, sua mãe se mudou para o México de repente, deixando a menina sozinha com o pai. Divertido, sensível e emocionante, o livro é uma espécie de Diário de Bridget Jones para jovens, capaz de arrancar lágrimas e gargalhadas a cada página.

O Livro

Apenas pela sinopse é possível ver imaginar o que vem pela frente em Confissões de Uma Garota Desastrada. Como dito antes, o livro traz aquelas típicas histórias adolescentes que lemos em uma única tarde. Escrito em forma de diário pela protagonista, tem uma leitura fácil e leve, daquelas que nem sentimos avançar. Chloe Snow está no auge de seus 14 anos, e sofrendo as consequências disso.

A menina está prestes a embarcar no terrível mundo do Ensino Médio. Todos que já passamos por lá, sabemos o quão cruéis adolescentes podem ser. Além disso, toda a pressão envolvendo a escola só tende a piorar a medida que as semanas passam. Matérias e provas se tornam o menor dos problemas de Chloe. Um belo dia quando chega em casa, a menina é obrigada a aceitar a notícia de que sua mãe decidiu se mudar para o México. Escritora, optou pelo país como forma de buscar inspiração para um próximo livro. E para completar, eventualmente durante o ano, a menina quer dar seu primeiro beijo. Simples não?

Confissões de Uma Garota Desastrada

Confissões de Uma Garota Desastrada

Chloe é o tipo de protagonista que vai gerar muito amor e ódio. Ela é daquelas que ou você se identifica, ou você atravessaria a rua se encontrasse. Embora seja bastante geniosa, é um pouco dramática e bastante mimada. Só de pensar o que para ela são problemas reais, nos faz rir. Mas quando nos colocamos em seu lugar, lembramos de nossas versões com 14 anos. Quem nunca sofreu ou ficou nervosa (o) com o primeiro beijo? Aquela famosa sigla de duas letras que arrepiava até a nuca só de ouvirmos falar em perder o BV.

Em Confissões de Uma Garota Desastrada, Emma Chastain é o tipo de amiga que todas gostaríamos ter tido aos 14. Ela lida com tudo de forma natural e simples, sem problematizar cada nova porta a ser aberta. Pode parecer até mesmo irritante para leitores adultos, que enfrentam problemas maiores em seu dia a dia. Entretanto, muitas vezes a praticidade não resolve a questão. Chloe acredita no amor entre seus pais e não aceita que o casamento dos dois está por um fio. Confusa, ela muitas vezes não sabe lidar com as brigas e recorre ao diário.

Harry Potter

Hannah

Em diversas situações, são nossos amigos que nos impedem de surtar. São nossos amigos que seguram a barra quando nada parece dar certo, e são nossos amigos que aguentam o choro que não conseguimos segurar. Contudo, até nisso Chloe não deu certo. Sua melhor amiga de infância, Hannah, não parece mais aquela irmã de sangue que ela sempre pensou. E nesse relacionamento a autora marca mais um ponto.

Confesso ter pensado que acharia Confissões de Uma Garota Desastrada um pouco forçado. Quando a amizade com Hannah também não deu certo, pareceu o tipo de situação criada para que realmente nada desse certo com a personagem. Mas nem nisso Chastain me decepcionou. A autora soube desenvolver o relacionamento de forma realista e divertida.

  • Muito Bom
4

Comentários

Notícias relacionadas