Muitas vezes nos sentimos tentados a buscar na literatura estrangeira boas opções de leitura, mas é bem curioso que a literatura nacional independente esteja inundada de excelentes pérolas literárias e, esse é o caso de Ídolo Quebrado do escritor Leonardo de Andrade. Com uma trama empolgante e personagens carismáticos o livro prende o leitor do começo ao fim.

Ainda falando sobre a trama, o que mais a diferencia são os mistérios muito bem construídos que levam o leitor a querer devorar o livro o quanto antes. O personagem principal também é um destaque extremamente positivo da obra. Vale notar que a divisão do livro leva em consideração os períodos da vida de Evan e que tudo ao seu redor se transforma de uma forma assustadora. Por exemplo, a descrição da cidade logo no começo é extremamente depressiva, mas isso vai se perdendo no decorrer dos acontecimentos.

Os personagens secundários também ocupam uma posição de destaque na narrativa e servem muito bem a seus propósitos, principalmente o misterioso e enigmático Morgan. A forma como os eventos se desenrolam sem parecerem maçantes é uma das melhores qualidades narrativas do jovem autor. Outra qualidade digna de elogios é a diversidade do escritor, que consegue transitar de forma natural entre vários gêneros, passando do terror psicológico até o romance. Essa transição de gêneros fica mais evidente na passagem das estações do ano e quando há uma troca no personagem que está narrando o livro.

Um dos únicos pontos negativos do livro fica por conta de sua encadernação, que não está em sintonia com a excelente qualidade da trama. O elemento sobrenatural da narrativa também poderia ter sido um pouco mais bem explorado, mas é bem possível que um dos maiores charmes do livro sejam as perguntas que devem ser respondidas no âmago de cada leitor.

Nesses tempos de construções intrincadas de universos e sequências, o Ídolo Quebrado se apresenta como uma boa opção para uma leitura mais descompromissada e que faz o leitor imergir nessa história misteriosa e, por fim, “Não corra”.

O livro está disponível na Livraria Vanguarda. Você também pode saber mais sobre o autor acessando sua página no Facebook.

Comentários

Notícias relacionadas