Confesso que nunca fui fã da franquia Trials. Ao receber o jogo e testa-lo para realizar a crítica, acreditava que ficaria pouquíssimas horas jogando. Mas, desde o início, Trials Rising consegue te instigar e desafiar em cada corrida. O visual e jogabilidade prendem o jogador a passar pelos desafios e as horas de diversão são garantidas. Um game que agrada os iniciantes e os mais experientes.

O jogo

A proposta é a mesma de antes. Com sua motocicleta, você é desafiado a completar circuitos de rampas, loopings, saltos e outros obstáculos, alguns muito insanos. Isso tudo é feito com controles básicos de acelerar, frear e inclinar o seu piloto para frente ou para trás. Parece fácil, mas é preciso relembrar as aulas de física na escola. Tanto que Isaac Newton é citado durante o jogo. Algumas corridas são fáceis e outras bastante duras. A cada desafio conquistado, seu jogador pode evoluir a customização e apetrechos para a moto.

Reprodução/Ubisoft

Desta vez, o game utilizada pistas em locais inusitados como um estúdio de Hollywood, a tradicional Festa do Tomate e A Muralha da China. O resultado é uma corrida que te prende pelos desafios propostos e o visual incrível que retrata com eficiência todo o cenário.

Nostalgia

Sem querer comparar, mas esses Trials Rising lembra o clássico Tony Hawk. Durante as corridas, a trilha sonora é movida por ótimas músicas que te fazem cantarolar durante o jogo. Por questões de licenciamento são poucas canções presentes. Mas as que estão compensam como as músicas do Motorhead e Stone Temple Pilots (com Chester Bennington no vocal).

Campanha

Nunca foi algo característico da franquia, mas o modo campanha poderia inovar. O game passa se tornar repetitivo durante as nove ligas principais, trazendo algo de diferente apenas nas pistas incomuns. É possível completar tudo com 13h ou até menos, mas será uma experiência arrastada. O bacana é ficar se divertindo aos poucos e evoluir seu personagem. Mas, fica cansativo realizar praticamente as mesma coisas após algumas horas de jogo. Mas nada que prejudique a experiência. Mas seria um atrativo ter uma história sobre o piloto, algo tipo Alex Hunter no FIFA.

Reprodução/Ubisoft

Veredito

Sem muito alarde já que o grande lançamento da Ubisoft no mês foi Far Cry New Dawn, Trials Rising foi uma grata surpresa. Quem não gostava tanto da série como eu, conseguirá passar horas se divertindo ao som de muito rock and roll.

O game oferece alguns dos níveis mais legais da série, e apresenta um tutorial eficiente explicando como executar as técnicas mais difíceis. Ou seja, todos serão capazes de dominar as pistas e se desafiar dando cambalhotas e mortais no ar.

Trials Rising foi lançado em 26 de fevereiro e está disponível para PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One, Microsoft Windows.

4

Ótimo

Sem muito alarde já que o grande lançamento da Ubisoft no mês foi Far Cry New Dawn, Trials Rising foi uma grata surpresa. Quem não gostava tanto da série como eu, conseguirá passar horas se divertindo ao som de muito rock and roll.

Comentários

Notícias relacionadas