A temporada do futebol europeu de 2016 começou, sendo assim, mais uma versão de PES acaba de chegar as lojas tentando conquistar os aficionados por futebol. A versão desse ano apresenta gráficos muito bons, com rostos bem parecidos com os da vida real e as animações também são excelentes e extremamente verossímeis. A trilha sonora também é um destaque tendo faixas incríveis como We Will Rock You da banda inglesa Queen.

Outro destaque da versão é o sistema de física muito bom, principalmente nas colisões, o que impede certas bizarrices costumeiras em games de futebol. Mas o maior destaque do game da Konami foi conseguir se livrar um pouco de seu aspecto arcade, parecendo mais um simulador de futebol e menos um jogo automático e sem alma.

Os controles respondem de forma orgânica e precisa tornando a experiência extremamente agradável e imersiva. O sistema de IA também evolui bastante tornando o jogo mais desafiador nas dificuldades mais elevadas, mas jogadores mais experientes não terão problemas, assim como os novatos que, podem se aventurar no game nas dificuldades mais baixas.

A possibilidade de se jogar competições de forma isolada como: a Liga dos Campeões e a Libertadores é algo digno de se elogiar. Entretanto, as escalações ainda estão desatualizadas o que, gera um certo estranhamento haja vista, o game ter saído faz pouco tempo.

Uma das maiores falhas do game é o licenciamento. Alguns estádios icônicos como o Camp Nou, estádio do Barcelona, estão ausentes além de vários times como: o Arsenal, Chelsea e Manchester City o que é uma pena.

Para os gamers brasileiros, a presença dos times da Série A e de alguns estádios nacionais são um agrado, entretanto, a falta de nomes como: Guerrero (que foi usado na divulgação) e Rogério Ceni é, no mínimo, estranha e denota uma certa falta de capricho da desenvolvedora. Sem falar em outros casos mais sérios como, o do Fluminense e de outros times tupiniquins que possuem apenas jogadores genéricos.

A narração em português é a cargo de Silvio Luiz com os comentários de Mauro Beting. Apesar de a narração ser competente, é um pouco exagerada e cansativa. Silvio Luiz e Mauro Beting usam muitos bordões para quase toda situação de jogo. Se você procura uma narração mais serena e menos teatral, jogue com a narração em inglês. PES 2016 também comemora os vinte anos dos jogos de futebol da Konami.

É inegável o avanço que PES 2016 teve em relação ao seu antecessor, com sua aproximação maior de um simulador e menos aspectos de arcade o colocando para voltar a brigar em igualdade com a série FIFA e sendo o melhor game da série desde a era do Playstation 2.

PES 2016 está disponível para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PC.

Comentários

Notícias relacionadas