Ele pode ter sido o homem que levou os três primeiros filmes dos Transformers à grandes bilheterias, mas Shia LaBeouf está de volta para acabar com a franquia de Michael Bay e seu tempo ao lado dos robôs disfarçados.

LaBeouf estrelou os filmes dos Transformers entre 2007 e 2011 no papel de Sam Witwicky, o humano que ajudou os Autobots a derrotarem os Decepticons. Entretanto, após Megan Fox deixar a franquia em Transformers: A Vingança dos Derrotados de 2009, as coisas parecem ter piorado muito. Transformers: O Lado Oculto da Lua ainda rendeu bastante dinheiro, mas LaBeouf disse que alguma coisa havia mudado e que eles não estava mais gostando de fazer o papel. Então quando Transformers: A Era da Extinção foi lançado em 2014, os fãs ficaram meio confusos e se perguntando para onde teria ido Sam Witwicky.

Já fizeram dois filmes sem Sam Witwicky e LaBeouf está aqui para deixar bem claros os seus sentimentos. Em uma entrevista ao Esquire, o ator de 31 anos detonou os filmes que o tornaram milionário os taxando de irrelevantes:

“Meu desligamento com esses filmes foi porque eles parecem tão irrelevantes. Eles parecem datados pra caramba… Você vê essas histórias sobre Sem Destino e Touro Indomável e De Niro e Scorcese e Hopper e vê valor no que eles fazem. Enquanto isso, você está perseguindo cristais de energia. É muito difícil continuar fazendo o que você está fazendo quando sente que é o oposto do seu propósito nesse planeta”

Apesar disso, ele complementa “Michael Bay e Steven Spielberg fizeram muito por mim. Eu não vou mais falar besteira sobre esses caras”. Os comentários de Shia certamente agitaram os fãs de Transformers e a equipe por trás dos filmes também. É claro que nenhum dos filmes é uma obra prima, mas eles também não escondem qual é a proposta e o que tem a oferecer aos espectadores. Além disso, considerando que a franquia já arrecadou mais de $4 bilhões em bilheteria, alguma coisa está sendo feita de maneira correta.

LaBeouf tenta deixar claro que não está atacando Bay ou Spielberg, mas essa não é a primeira vez que ele critica os diretores. É um mistério se Shia está apenas sendo Shia ou se ele realmente odiou o tempo que passou fazendo Transformers.

Apesar dele parecer estar fora de Transformers, pode ser que o enredo ainda não esteja pronto para se livrar dele. Foi só um detalhezinho da origem da franquia, mas a foto de Sam apareceu brevemente no último filme lançado em 2017, Transformers: O Último Cavaleiro, dando a entender que a franquia nunca se esquecerá dele. Michael Bay disse que não irá mais dirigir os filmes dos Transformers, mas a franquia continua expandindo e pode ser que no futuro alguém convença Shia a voltar, mas pelos comentários do ator e as chances mínimas de fazerem algo revolucionário no cinema, é muito difícil que voltemos a ver Sam Witwicky.

Comentários

Notícias relacionadas