Pantera Negra continua detonando as bilheterias pelo mundo e o sucesso do filme teve uma consequência muito positiva: o número de gatos pretos adotados aumentou muito desde a estreia do filme.

Pantera Negra tem sido arrebatador e já arrecadou mais de $730 milhões pelo mundo e ainda nem completou um mês em cartaz, ficando apenas atrás de Vingadores e Vingadores: A Era de Ultron.

Muito já foi dito sobre a importância do filme para a população negra e também sobre a representação de minorias em grandes filmes de Hollywood. O impacto de Pantera Negra certamente ajudará a mudar as coisas no futuro e esperamos que resulte em um número maior de filmes estrelados, dirigidos e produzidos por negros. Entretanto, saindo do impacto humano, outro grupo tem visto os benefícios de Pantera Negra: os gatinhos pretos.

Gatos pretos normalmente são menos adotados do que gatos com pelagem de outras cores por motivos de superstição, já que são associados com má sorte e bruxaria. Foi reportado por abrigos de animais nos EUA, que agora as pessoas estão dando uma nova casa aos gatos pretos e nomeando os bichanos em homenagem aos personagens do filme, a maioria dos machos agora atendem por T’Challa, seguido por Killmonger. E grande número de fêmeas agora são Okoye ou Shuri.

Não é surpresa ver que o nome mais popular é o do herói do filme, mas é engraçado pensar em gatinhos fofinhos chamados Killmonger. Mas como o personagem de Michael B. Jordan é um dos vilões mais simpáticos já criados, faz sentido.

Não é a primeira vez que um ícone da cultura pop faz com que adoções de animais aumentem, já vimos isso com as corujas por conta de Harry Potter e cães que parecem lobos por conta de Game of Thrones, o problema foi que muitos dos animais foram abandonados ou devolvidos depois de um tempo. É ótimo saber que esses gatinhos ganharam um lar e realmente esperamos que não tenham sido adotados apenas por moda.

Comentários

Notícias relacionadas