Os fãs podem estar temendo o fim de uma era com a chegada de Vingadores: Guerra Infinita, mas o diretor James Cameron espera que o público esteja se cansando dos super-heróis do cinema.

Cameron tem sido um dos diretores mais financiáveis ​​de Hollywood ao longo de sua carreira de 40 anos. Ele fez seu nome em projetos como o segundo filme na franquia Alien, os dois primeiros filmes da franquia Exterminador do Futuro e Titanic. Seu filme mais recente, Avatar de 2009, continua sendo o filme de maior bilheteria de todos os tempos.

E, no entanto, Cameron claramente se cansou da mania dos super-heróis. Em entrevista ao IndieWire, Cameron sugere que é hora de o público seguir em frente do que ele considera ser um exagero de histórias de histórias em quadrinhos.

“Espero que comecemos muito cedo a cansar dos Vingadores. Não que eu não ame os filmes. É só, vamos lá, caras, há outras histórias para contar além de homens hiper-gonadais sem famílias fazendo coisas que desafiam a morte por duas horas e destruindo cidades no processo”

Esta não é a primeira vez que Cameron expressou seu desgosto com certos aspectos dos filmes de super-heróis recentes. No ano passado, ele sugeriu que Mulher-Maravilha era um filme anti feminista e que objetivava as mulheres, para surpresa da diretora Patty Jenkins, que emitiu uma refutação elegante para essa opinião surpreendente.

Talvez Cameron ainda esteja chateado pelo fato de nunca ter dirigido seu filme do Homem-Aranha tantos anos atrás. A produção cinematográfica de alto orçamento e muitos efeitos não deve se sustentar para sempre e muitas vezes fazer sequencias atrás de sequencias pode diminuir a qualidade do produto, mas ainda assim, Cameron está planejando fazer mais 4 filmes da franquia Avatar.

Os comentários de Cameron foram feitos durante a promoção de seu próximo documentário AMC Visionaries: James Cameron’s Story of Science Fiction, onde ele discutirá aspectos do gênero de ficção científica por meio de entrevistas com Steven Spielberg (Jogador Nº 1), Christopher Nolan (Interestelar) e George Lucas (Star Wars). Entre os tópicos que ele discutirá está a diferença entre “diversão escapista” como Guardiões da Galáxia e “cientificamente responsável” como Interstelar e Perdido em Marte. Será interessante ver onde Cameron imagina seus próprios filmes dentro dessas classificações…

Comentários

Notícias relacionadas