As coisas não andam boas na Universal Pictures. O estúdio está sendo processado por Neal Moritz, um dos principais produtores da franquia Velozes e Furiosos. De acordo com o Deadline, o produtor foi coagido a cumprir um contrato verbal onde receberia menos por Hobbs and Shaw, o primeiro derivado da franquia.

Em uma extraordinária demonstração de má-fé, e apenas alguns dias após o início das filmagens de Hobbs & Shaw, a Universal decidiu que Moritz ou deveria modificar o acordo feito oralmente para aceitar receber uma compensação substancialmente inferior ou seria cortado da produção […] De fato, a Universal declarou que pode seguir em frente com Hobbs & Shaw sem dar nenhum crédito ou compensação”,  diz o texto do processo.

Moritz cobra uma indenização de US$ 2 milhões e uma participação bruta de 6% na arrecadação do filme.

O longa será centrado nos personagens Luke Hobbs e Deckard Shaw, vividos respectivamente por Dwayne Johnson e Jason Statham. O roteirista de Velozes e Furiosos, Chris Morgan, assinou contrato para escrever o derivado.

Dirigido por David Leitch (Deadpool 2), Hobbs and Shaw chega aos cinemas em 26 de julho de 2019.

Comentários

Notícias relacionadas