The Titan

É provável que The Titan não se torne o melhor filme de ficção científica de nossas vidas. A sinopse irá provocar um dejà-vu no público, visto que lembra a de vários outros filmes do gênero. Entretanto, a falta de originalidade nada prejudicaria o longa se a mesma surpreendesse no quesito qualidade. A nova produção original da Netflix estreou no dia 30 de março e desde então, não conquistou nem metade do sucesso que outros grandes lançamentos do streaming. O filme está longe de ser um completo desastre, mas suas falhas o impediram de ser um dos destaques positivos.

The Titan
Reprodução/Netflix

O Filme

A Terra está se degradando aos poucos, enquanto a sobrevivência humana está por um fio. Já que o tempo do planeta está acabando, um grupo de cientistas busca alternativas no espaço. O filme é centralizado na família de Rick Janssen (Sam Worthington), um militar patriota que se voluntaria para participar de um experimento. Dessa forma, ele e mais um grupo de outros voluntários começam a passar por processos físicos e psicológicos que lhes permitirão viver em Titã, uma das luas de Saturno. O ambiente no novo local é completamente diferente do da Terra, obrigando o grupo a sofrer alterações genéticas para sobreviver.

Não é preciso ver o filme para saber que os processos mutacionais não dão certo em primeiro lugar. Quando vidas começam a serem desperdiçadas, a família de Rick teme perdê-lo. Sua esposa Abigail (Taylor Schilling) e seu filho Lucas (Noah Jupe) passam a não reconhecê-lo, enquanto observam seu corpo se transformar em algo bizarro. Mesmo que ele sobreviva, será que Rick voltará a ser quem um dia foi? The Titan acaba não nos dizendo a resposta dessa pergunta.

The Titan
Reprodução/Netflix

O Que Achamos de The Titan?

Não há como negar que a premissa do longa muito boa. Chega a ser irônico o fato de cada vez mais produções baseadas na estupidez humana serem produzidas. A crítica é um dos pontos positivos de The Titan, visto que é o objetivo central do filme desde o princípio. A fotografia e os feitos visuais também surpreendem, colaborando para a credibilidade da história. A criatura na qual Rick se transforma é incrível, em contraste com os argumentos verbais usados para criá-la.

Toda a trama é praticamente jogada no colo do espectador, sem a menor explicação para nada do que estamos vendo. Por que Titã foi escolhida? Vidas foram perdidas e ninguém faz nada? Todos estavam cientes de que efeitos colaterais poderiam acontecer, mas estranham quando surgem? Não é porque estamos diante de um filme de ficção futurista, que acontecimentos não precisam ser explicados, pelo contrário. Os cenários são todos fictícios, as criaturas são fictícias e Titã é um planeta fictício. Informações são necessárias para que o roteiro faça sentido, e não faz.

Por fim, o diretor Lennart Ruff resolveu mudar o rumo do filme e desviou para o suspense e para ação. A ficção científica inicial é perdida e o que entra no lugar não consegue segurar a atenção. A trama inicial começou se desenvolvendo bem, e o resultado final certamente seria muito melhor se tivesse continuado com ela. O desfecho é o mais previsível possível, mas não é ruim. Depois de tantos clichês, um final já visto antes é o menor dos problemas. The Titan se cria no óbvio e resolve permanecer nele.

The Titan
Reprodução/Netflix

O Elenco

Mesmo que tenha um roteiro fraco e previsível, The Titan conta com um bom elenco. Não há como culpar os atores, pois já tivemos a oportunidade de vê-los em outras produções e sabemos de seus potenciais. Sam Worthington já encarou o papel de protagonista em outras três produções (Avatar, Fúria de Titãs e A Cabana) e se destacou em todas elas. Taylor Schilling ganhou o amor do público ao viver Piper Chapman em Orange is the New Black, e em The Titan é quem mais se destaca. Conseguimos perceber o desespero e a angústia de Abigail conforme observa seu marido se transformando. Em determinado momento, podemos afirmar que ela rouba o protagonismo de Worthington.

Outros rostos conhecidos compõe o elenco em uma posição entre protagonistas e figurantes. Tom Wilkinson (Conduta de Risco), Nathalie Emmanuel (Game of Thrones), Aleksandar Jovanovic (Busca Sem Limites), Agyness Deyn (Fúria de Titãs) e Diego Boneta (Rebelde) estão entre eles.

The Titan
Reprodução/Netflix
  • Bom
3

Resumo

É provável que The Titan não se torne o melhor filme de ficção científica de nossas vidas. A sinopse irá provocar um dejà-vu no público, visto que lembra a de vários outros filmes do gênero. O longa conta com um bom elenco, que ajudam a tornar a produção mais tolerável.

Comentários

Notícias relacionadas