Deu ruim!

Dias após ser anunciado pela Academia como o anfitrião do Oscar 2019, o ator e comediante Kevin Hart não deve mais apresentar a cerimônia. Foram descobertos em sua conta no Twitter comentários homofóbicos entre os anos de 2009 e 2010. A Academia de Artes Cinematográficas exige um pedido de desculpas formal de Hart, que se recusa a fazer. Se não se desculpar, ele será expulso da cerimônia. As informações são da Variety.

“Acabei de receber um telefonema da Academia e essa ligação basicamente dizia: ‘Kevin, peça desculpas por seus tweets antigos ou teremos que seguir em frente e encontrar outro apresentador’. Estou falando sobre os tweets de 2009 e 2010. Eu escolhi passar o pedido de desculpas. A razão pela qual é porque já falei sobre isso várias vezes. Esta não é a primeira vez que isso acontece. Eu já falei sobre isso. Eu disse onde estavam os erros. Eu disse quem eu sou agora versus quem eu era antes. Eu fiz isso. Eu não vou continuar a voltar para os tempos quando eu mudei e estou em um lugar completamente diferente na minha vida”, disse o ator.

A Academia ainda não se manifestou sobre os comentários de Hart. Mas como não se desculpou, provavelmente nos próximos dias um novo apresentador será anunciado.

A 91ª edição do Oscar será no dia 24 de fevereiro de 2019, com indicações a serem anunciadas em 22 de janeiro.

Comentários

Notícias relacionadas