O produtor Harvey Weinstein, acusado de abusar sexualmente de inúmeras atrizes e funcionárias, foi expulso da Academia do Oscar após votação do Conselho. Veja abaixo o comunicado oficial:

“O conselho diretor da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas se reuniu hoje para discutir as acusações contra Harvey Weinstein, e decidiu expulsá-lo da Academia, com um número de votos que excedeu os dois terços requeridos pela moção. Nós não simplesmente nos separamos de alguém que não merece o respeito de seus colegas, como também enviamos a mensagem de que a era de ignorância intencional e vergonhosa cumplicidade em relação ao comportamento dos predadores sexuais e assédio nos locais de trabalho em nossa indústria chegou ao fim. O que está em questão aqui é um problema profundamente perturbador que não pode fazer parte da sociedade. A diretoria continuará a trabalhar para estabelecer padrões éticos de conduta que todos os membros da Academia deverão seguir”.

No início do mês, uma matéria do New York Times revelou que o produtor comprou o silêncio de atrizes e funcionários que abusou.  Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Cara Delevingne, Léa Seydoux Rose McGowan foram algumas das atrizes que relataram ter sido assediadas sexualmente por ele. Harvey Weinstein já havia sido demitido duranta a semana da Weinstein Co., a produtora que ajudou a criar, e de grande prestígio da Academia do Oscar, ganhando vários prêmios.

Comentários

Notícias relacionadas