Vinte anos atrás leitores por todo o planeta descobriram a mágica história de Harry Potter, criada por J. K. Rowling. Segundo o Pottermore, em 2018 foi batida a marca de meio bilhão de livros da série Harry Potter vendidos. Isso quer dizer que uma a cada quinze pessoas no planeta possuem uma cópia de algum dos livros. Os 500 milhões estão divididos entre os sete livros, tanto impressos como em eBook.

Publicado pela Bloomsbury em 1997, os livros já foram traduzidos para 80 idiomas diferentes pelo mundo todo e ainda será traduzido para outras, isso fez com que a história se tornasse acessível para muita gente. Além disso, os livros trouxeram novas palavras para o mundo, como “quadribol” e um novo significado para “trouxa”.

Não é surpresa que o primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal, continue sendo o mais vendido de todos os sete. Entretanto, o último livro da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte, é o livro de ficção que vendeu mais rápido de todos os tempos.

As histórias não são devoradas apenas em palavras, mas os fãs também adoram ouvi-las. Os áudio livros, narrados por muitas vozes talentosas, alcançaram números impressionantes, com mais de 4 milhões de minutos de Harry Potter sendo consumidos desde 2016.

Os livros da série Harry Potter continuam evoluindo, seja com novas traduções, lindas edições de colecionador, novas capas e novas ilustrações internas sendo feitas por artistas renomados, que nos fazem ver nossos personagens favoritos de uma nova maneira.

É justo dizer que com 20 anos e mais de 500 milhões de livros vendidos, Harry Potter ainda tem o poder de nos transportar para um mundo completamente novo através de suas páginas. É por isso que iremos continuar lendo eles para sempre e passando para as novas gerações.

Comentários

Notícias relacionadas