Cinema: Estreias da Semana – [02 de Março]

A primeira semana do mês de Março começa com duas grandes estreias, o ator veterano Hugh Jackman volta aos cinemas pela última vez em “Logan” no papel de Wolverine e também temos a participação do ator Patrick Stewart como Professor Xavier. O ator Denzel Washington e a atriz Viola Davis ambos indicados ao Oscar 2017 de Melhor Ator e Melhor Atriz estrelam o drama “Um Limite Entre Nós” que conta com a distribuição da Paramount.

Confira a seguir os lançamentos da semana:

Logan 

EUA – 2017 – Ação – Duração: 132 min

Sinopse: Em 2029, Logan (Hugh Jackman) ganha a vida como chofer de limousine, para cuidar do nonagenário Charles Xavier (Patrick Stewart). Debilitado fisicamente, esgotado emocionalmente, ele é procurado por Gabriela (Elizabeth Rodriguez), uma mexicana que precisa da ajuda do ex-X-Men. Ao mesmo tempo em que ele se recusa a voltar à ativa, Logan é confrontado por um mercenário, Donald Pierce (Boyd Holbrook), interessado na menina Laura Kinney / X-23, sob a guarda de Gabriela.

 

Trailer:

 

Diretor: James Mangold

Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Boyd Holbrook

Distribuidora: Fox Films

Classificação: 16 Anos

Um Limite Entre Nós 

(Fences) – EUA – 2016 – Drama – Duração:

Sinopse: Anos 1950. Troy Maxson (Denzel Washington) tem 53 anos e mora com a esposa, Rose (Viola Davis), e o filho mais novo, Cory (Jovan Adepo). Ele trabalha recolhendo lixo das ruas e batalha na empresa para que consiga migrar para o posto de motorista do caminhão de lixo. Troy sente um profundo rancor por não ter conseguido se tornar jogador profissional de baseball, devido à cor de sua pele, e por causa disto não quer que o filho siga como esportista. Isto faz com que o jovem bata de frente com o pai, já que um recrutador está prestes a ser enviado para observá-lo em jogos de futebol americano.

 

Trailer:

 

Diretor: Denzel Washington

Elenco: Denzel Washington, Viola Davis, Russell Hornsby

Distribuidora: Paramount

Classificação: 14 Anos

Crítica | De maneira simples e criativa, Um Limite Entre Nós soube explorar a versatilidade de seu elenco

Existe melhor maneira de se adicionar qualidade a uma produção, do que escalando Denzel Washington para o papel principal? Existe, claro! É só colocá-lo ao lado de Viola Davis.

Há pouco menos de dois dias para a premiação mais aguardada para o mundo do cinema, Um Limite Entre Nós vem para nos provar que não é preciso muito para fazer um grande filme. Inspirado na peça da Broadway de mesmo nome, a produção conta com pouco mais de um único cenário para desenvolver sua história. Salvo alguns momentos, as cenas transitam entre o quarto, a sala, a cozinha e o quintal da casa de Rose e Troy, brilhantemente interpretador por Davis e Washington, respectivamente. Ele, um homem frustrado por não ter conseguido sucesso no beisebol, mas grato por ter um emprego que sustente sua família, mesmo que seja como catador de lixo. Ela, uma dona de casa apaixonada pelo marido e pelos filhos, disposta a aguentar de tudo para manter a felicidade entre eles.

Enquanto no teatro a peça levou diversos prêmios, como Pulitzer e Tony Awards, nos cinemas não foi diferente. Além de ter 4 indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme e Melhor Ator, Viola Davis conquistou todos aqueles a que foi indicada.

Troy é o personagem central, presente em quase todos as conversas e cenas mesmo quando a pessoa física não está. Honrando o original teatral, a obra é rica em diálogos extensos e espontâneos, feitos com tanta naturalidade que parecem não terem sido ensaiados. Esses tipos de interações, principalmente entre o casal e entre Troy e Bono (Stephen McKinley Henderson), são as que pouco a pouco vão moldando o roteiro e desenvolvendo a narrativa. Denzel tem seus grandes momentos durante a trama, como enquanto conversa com o filho mais velho, acaba descrevendo o relacionamento que seu personagem tinha com o pai, e tudo que aconteceu por consequência de suas atitudes.

Apesar de todo o lado amargo e desacreditado de Troy, a versatilidade de Washington consegue transformá-lo de um homem raivoso para um brincalhão em questão de segundos, ou seja, conseguimos amá-lo e odiá-lo rapidamente. Troy é frustrado com a vida e desconta suas desilusões na família, a quem ele trata como uma extensão do trabalho. Alimentar os filhos e a esposa, manter um teto sob suas cabeças e lhes prover roupas para vestir, é uma questão de dever e/ou obrigação, e não de sentimento entre um pai e um marido. Palmas e mais palmas para Denzel Washington, que conseguiu com tamanha fluidez interpretar um personagem complexo e instável.

Rose, por outro lado, entra para contrabalancear o lado fervoroso do marido. Por meio de uma atuação estupenda de Viola Davis, a personagem não faz grandes esforços para causar impacto. Risadas fáceis e gostosas, olhares carinhosos e momentos familiares são o que caracterizam a mulher forte, batalhadora e simples que é Rose, mas que ganham vida nos trejeitos de Viola. Mesmo quando achamos que toda essa fortaleza irá se desmanchar na revelação de Troy, o casal dá uma aula de encenação e nos surpreende mais uma vez, com o momento auge do filme. Rose e Troy não são os únicos personagens memoráveis em Um Limite Entre Nós. Mykelti Williamson, que interpreta o irmão de Troy com condições psicológicas debilitadas, faz um incrível trabalho ao interpretar Gabriel e não pode deixar de ser mencionado. Gabe é ingênuo e só quer ver seu irmão feliz, mesmo que recorra a maneiras erradas para deixar isso claro.

O que as cercas representam? Essa é a pergunta que o filme nos deixa no final e nos instiga a pensar em sua resposta. Cada personagem as encara de forma diferente, refletindo claramente suas personalidades. Uma pena que o título em português tenha, mais uma vez, se desvirtuado tanto do título original, que se encaixou perfeitamente. Com uma linda história e um elenco fenomenal, Um Limite Entre Nós é uma produção memorável do diretor e protagonista Denzel Washington.

Viola Davis ganha SAG Awards por sua atuação em Fences. Veja a lista dos vencedores!

Sindicato de Atores de Hollywood anunciou hoje (29) os vencedores do SAG Awards 2017. Na categoria Cinema, Viola Davis foi ovacionada ao conquistar o prêmio de melhor atriz coadjuvante por Fences, drama dirigido e estrelado por Denzel Washington. Veja a lista completa dos vencedores abaixo!

Melhor elenco

  • Capitão Fantástico
  • Fences
  • Estrelas Além do Tempo
  • Manchester à Beira-Mar
  • Moonlight

Melhor atriz

  • Amy Adams – A Chegada
  • Emily Blunt – A Garota no Trem
  • Natalie Portman – Jackie
  • Emma Stone – La La Land: Cantando Estações
  • Meryl Streep – Florence, Quem é Essa Mulher?

Melhor ator

  • Casey Affleck – Manchester à Beira-Mar
  • Andrew Garfield – Até o Último Homem
  • Ryan Gosling – La La Land: Cantando Estações
  • Viggo Mortensen – Capitão Fantástico
  • Denzel Washington – Fences

Melhor atriz coadjuvante

  • Viola Davis – Fences
  • Naomie Harris – Moonlight
  • Nicole Kidman – Lion
  • Octavia Spencer – Estrelas Além do Tempo
  • Michelle Williams – Manchester à Beira-Mar

Melhor ator coadjuvante

  • Mahershala Ali – Moonlight
  • Jeff Bridges – A Qualquer Custo
  • Hugh Grant – Florence, Quem é Essa Mulher?
  • Lucas Hedges – Manchester à Beira-Mar
  • Dev Patel – Lion

Fences | Adaptação estrelada por Denzel Washington e Viola Davis ganha trailer

A Paranount Pictures divulgou o primeiro trailer de Fences, adaptação da peça da Broadway de 1987, estrelada e dirigida por Denzel Washington (Sete Homens e Um Destino). Veja no player abaixo!

A trama segue um pai afro-americano lutando contra as relações raciais nos Estados Unidos durante a tentativa de criar sua família em 1950.

Viola Davis, Jovan Adepo, Stephen McKinley Henderson, Russell Hornsby, Mykelti Williamson e Saniyya Sydney também estão no elenco.

Fences estreia em 25 de dezembro nos EUA. Denzel Washington dirige o filme a partir do roteiro de August Wilson.

Viola Davis estampa o maravilhoso cartaz da terceira temporada de How to Get Away With Murder

O site Zap2it divulgou com exclusividade o primeiro pôster da terceira temporada de How to Get Away With Murder. Veja:

viola-davis-hgm-key-art-s3-abc(clique para ampliar)

Segundo a sinopse da terceira temporada, com o assassinato de Wallace Mahoney sem solução e paradeiro de Frank ainda desconhecido, Annalise luta com seu círculo interno para manter seus segredos a salvos. Relações serão fraturadas, mentiras vão sair do controle e, um chocante e novo mistério vai conturbar suas vidas.

How to Get Away with Murder retorna 22 de setembro nos Estados Unidos.

Crítica 2 | Esquadrão Suicida demonstra que a Warner é o grande vilão do universo DC

poltrona-esquadrao-suicidaA Warner Bros. corre contra o tempo, de maneira desnecessária, para repetir a eficiência da Marvel de criar seu universo compartilhado de heróis no cinema. Ao ver o sucesso do concorrente, os executivos acreditam que repetir a sua fórmula irá funcionar. Mas, não é por aí!

Ao estar finalizado, Esquadrão Suicida sofreu uma dura refilmagem, para desgosto do elenco e diretor David Ayer, com o objetivo de seguir, por exemplo, o sucesso do recente Deadpool, que utilizou bem a ação com o humor apimentado. O resultado final é um longa mais divertido do que aparentava ser e, foi visível o corte de algumas cenas, que teriam o tom mais violento.

A mudança repentina trouxe um ponto positivo: finalmente a melancolia presente desde O Homem de Aço (2013) deu lugar ao que os quadrinhos da DC realmente representam: entretenimento. O longa trouxe mais dinamismo, mais alegria e, utiliza de maneira efetiva o sarcasmo dos vilões.

Dirigido e escrito por David Ayer (Marcados para Morrer), pouco do seu trabalho é notado pela refilmagem. O diretor gostaria de algo mais urbano, mais cru e violento. Mas, as críticas negativas Batman vs Superman complicaram o desenvolvimento de seu trabalho.

Pois bem, Esquadrão Suicida começa a partir do final de Batman vs Superman, com o governo americano preocupado com a segurança mundial, após a morte do Superman. O ambicioso projeto de Amanda Waller (Viola Davis) é posto em prática. Ela está convencida de que é possível usar temidos criminosos para formar um time de elite para combater forças sobre-humanas. Se forem efetivos, terão sua penas reduzidas. Se falharem, serão culpados ou mortos.

Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Diablo (Jay Hernandez), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), Amarra (Adam Beach) e Magia (Cara Delevingne) são os vilões escolhidos pelo governo, juntando forças com os “mocinhos” Rick Flag (Joel Kinnaman) e Katana (Karen Fukuhara).

A interação entre os personagens é o ponto forte do longa, mesmo diante de um roteiro bagunçado e remexido pelo estúdio. Will Smith se esforça e emprega uma boa atuação como Pistoleiro, mais anti-herói do que vilão.

Mas, a dona do filme é Margot Robbie como Arlequina. A atriz consegue captar o espírito da série animada, bem como a versão mais recente dos quadrinhos. Mas, é necessário citar novamente a refilmagem que, deixou a personagem mais engraçadinha, mas em momentos pontuais, percebe-se que há muito mais a se explorar sobre ela. Quem domina também a tela é Viola Davis, incrivelmente ameaçadora como Amanda Waller. Uma personagem que tende muito a crescer no universo DC.

Contudo, a grande pressão estava sob os ombros de Jared Leto como Coringa. Depois de um desempenho ímpar e inesquecível de Heath Ledger como o vilão, Leto buscou explorar o lado mais psicopata do palhaço do crime. Contudo, o Coringa foi mais alegoria do que uma ameaça, culpa da desastrosa montagem e edição. Leto confirmou que muitas cenas foram cortadas, cenas violentas, que iriam simbolizar o que será este novo Coringa. Resultado: o personagem foi subaproveitado e ficou desconexo durante o filme. Ele é quase completamente irrelevante para a trama. Se eliminar todas as cenas dele no filme, ainda teremos a mesma história base, sem fazer sentir falta.

A maneira como a grande ameaça do filme é introduzida ficou confusa. Tipo, não existiria uma ameaça se a formação do Task Force X tivesse existido. Além disso, um dos momentos mais vexatórios é visto nesta produção com a personagem Magia lançando um feitiço na sequência final. Arquitetado ou não, a dança bizarra que ela faz, em seguida, soou um pouco ridículo. Acabou se tornando uma cena cômica no momento mais sério do longa. Outra decepção é a presença de Scott Eastwood, que entra mudo e sai calado.

Se as cenas de ação são regulares, sem nada que fique marcado e te faça lembrar ao sair da sessão, a trilha sonora é algo que ficará na lembrança. Esquadrão Suicida repete o êxito de Guardiões da Galáxia em termos de opções de música. Cada canção ajuda a contar a história e definir a personalidade de cada personagem. É o tipo de trilha sonora que dá vontade de adquirir logo após sair da sessão.

O longa ainda possui alguns fan-services. Ben Affleck surge rapidamente como Batman. Além disso, há uma grata surpresa de uma participação especial de outro membro da Liga da Justiça.

Ao final, Esquadrão Suicida demonstra que o grande vilão dos filmes da DC Comics não é General Zod, Lex Luthor, Apocalipse ou Coringa. O grande vilão está sendo a própria Warner Bros. que, definitivamente, não está sabendo conduzir seu universo compartilhado. Agora a batata quente fica nas mãos do filme solo da Mulher-Maravilha, a próxima oportunidade para nos convencer de que este universo seja promissor.

Ps.: Há uma cena pós-créditos no filme. E vale a pena conferir!

Cinema: Estreias da Semana – 04 de Agosto

O segundo semestre do ano começa com muitas estreias nas telonas de todo o país, a comédia “A Intrometida” dirigida por Lorene Scafaria trás de volta ao cinema a renomada atriz Susan Sarandon, um dos filmes mais esperados deste ano “Esquadrão Suicida” chega finalmente as telas com um elenco de peso que conta com Jared Leto, Margot Robbie, Will Smith, Viola Davis, Cara Delevingne e Ben Affleck.

A Mares Filmes lança no circuito o drama “Negócio das Arábias” com a direção de Tom Tykwer e como protagonista o ator Tom Hanks, um dos atores franceses de mais sucesso na atualidade em Hollywood Jean DuJardin estrela a comédia “Amor à Altura” e o diretor Marcos Schechtman junto com a Europa Filmes lançam nos cinemas de todo o brasil o drama “Vidas Partidas” com os atores Naura Schneider e Domingos Montagner.

Confira a seguir os lançamentos da semana:

A-INTROMETIDAA Intrometida

(The Meddler) – EUA – 2015 – Comédia – Duração: 100 min.

Sinopse: Para Marnie Minervini (Susan Sarandon) a maternidade não é um dever, mas sim uma vocação. Mesmo após a recente morte do marido, ela não deixa de ser alegre, sempre mandando mensagens, ligando e aparecendo sem avisar na casa da filha, Lori (Rose Byrne). Almejando algum controle sobre sua vida, principalmente após o término de um relacionamento, Lori tenta sair das asas da mãe, mas Marnie segue a filha até Los Angeles e acaba desenvolvendo uma conexão com um policial (J.K. Simmons).

Trailer:

Direção: Lorene Scafaria

Elenco: Susan Sarandon, Rose Byrne, J.K. Simmons

Distribuidora: Sony Pictures

Classificação: 14 Anos

cartaz-nacional-do-filme-esquadrao-suicida-que-estreia-no-brasil-no-dia-4-de-agosto-1453303455482_300x500Esquadrão Suicida

(Suicide Squad) – EUA – 2016 – Ação – Duração: 123 min.

Sinopse: Reúna um time dos super vilões mais perigosos já encarcerados, dê a eles o arsenal mais poderoso do qual o governo dispõe e os envie a uma missão para derrotar uma entidade enigmática e insuperável que a agente governamental Amanda Waller (Viola Davis) decidiu que só pode ser vencida por indivíduos desprezíveis e com nada a perder. No então, assim que o improvável time percebe que eles não foram escolhidos para vencerem, e sim para falharem inevitavelmente, será que o Esquadrão Suicida vai morrer tentando concluir a missão ou decidem que é cada um por si?

Trailer:

Direção: David Ayer

Elenco: Jared Leto, Will Smith, Margot Robbie, Ben Affleck, Jai Courtney, Cara Delevingne, Joel Kinnaman, Gary Sinise

Distribuidora: Warner Bros

Classificação: 14 Anos

015101Negócio das Arábias

(A Hologram For The King) – ALE, EUA – 2016 – Drama – Duração: 97 min.

Sinopse: Durante a recessão nos Estados Unidos, um homem de negócios falido (Tom Hanks) procura recuperar suas perdas financeiras viajando para a Arábia Saudita, a fim de vender sua ideia “genial” para um monarca que está construindo um enorme complexo no meio do deserto.

 

Trailer:

Direção: Tom Tykwer

Elenco: Tom Hanks, Sarita Choudhury, Alexander Black

Distribuidora: Mares filmes

Classificação: 14 Anos

filme2081_cpUm Amor à Altura

(Un homme à la hauteur) – FRA – 2016 – Comédia – Duração: 98 min.

Sinopse: Um dia, a advogada Diane (Virginie Efira) perde seu telefone celular, mas logo recebe a ligação de um desconhecido, Alexandre (Jean Dujardin), que encontrou o aparelho e quer devolvê-lo. Quando se encontram, Diane tem uma surpresa: o homem tão simpático ao telefone tem apenas 1,36m. Os dois continuam a se encontrar, e logo se apaixonam, mas ela não está pronta para lidar com o preconceito de namorar um homem tão baixo.

 

Trailer:

Direção: Laurent Tirard

Elenco: Jean Dujardin, Virginie Efira, Cédric Kahn

Distribuidora: California Filmes

Classificação: 10 Anos

20160729-poster_vidas_partidas_papo-de-cinemaVidas Partidas

BRA – 2016 – Drama – Duração:

Sinopse: Graça e Raul são um casal que se apaixonam perdidamente, envolvidos em uma relação ardente provocada por alta passionalidade. Os dois se casam e têm duas filhas, criando uma família perfeita até que, enquanto Graça evolui no trabalho, Raul fica desempregado. Para ajudar, Graça pede que o amigo e ex-marido indique secretamente Raul para uma vaga de professor em uma Universidade. Quando consegue o cargo, Raul, aos poucos, torna-se agressivo e possessivo com a esposa, resultando em frequentes cenas de violência doméstica.

Trailer:

Direção: Marcos Schechtman

Elenco: Naura Schneider, Domingos Montagner e Georgina Castro

Distribuidora: Europa Filmes

Classificação: 14 Anos

Assista ao segundo trailer de Esquadrão Suicida

Durante o DC Films Presents: Dawn of The Justice League, especial da emissora CW, foi revelado o novo trailer de Esquadrão Suicida. Veja no player abaixo!

Joel Kinnaman (Rick Flagg), Jared Leto (Coringa), Will Smith (Pistoleiro), Margot Robbie (Arlequina), Jai Courtney (Capitão Bumerangue), Cara Delevingne (Magia), Viola Davis (Amanda Waller), Adewale Akinnuoye-Agbaje (Crocodilo), Karen Fukuhara (Katana), Adam Beach (Amarra), Ike Barinholtz (Hugo Strange), Common, Raymond Olubowal e Scott Eastwood formam o elenco de Esquadrão Suicida.

Ben Affleck (Batman) fará uma participação no filme. 

Criado por Robert Kanigher e Ross Andru em 1959, a história acompanha criminosos condenados que realizam missões suicidas em troca de liberdade a serviço do Governo. Na TV, uma versão foi apresentada na 2ª temporada de Arrow.

Esquadrão Suicida estreia em 04 de agosto. David Ayer (Marcados Para Morrer, Corações de Ferro) assume a direção.

Esquadrão Suicida | Coringa estampa a capa da revista Empire

Na semana passada Batman vs Superman – A Origem da Justiça foi capa da revista UK Mazine e nesta semana a Empire trouxe fotos inéditas do filme Esquadrão Suicida.

Criado por Robert Kanigher e Ross Andru em 1959, a história acompanha criminosos condenados que realizam missões suicidas em troca de liberdade a serviço do Governo. Na TV, uma versão foi apresentada na 2ª temporada de Arrow.


Joel Kinnaman
(Rick Flagg), Jared Leto (Coringa), Will Smith (Pistoleiro), Margot Robbie (Arlequina), Jai Courtney (Capitão Bumerangue), Cara Delevingne (Magia), Viola Davis (Amanda Waller), Adewale Akinnuoye-Agbaje (Crocodilo), Karen Fukuhara (Katana), Adam Beach (Amarra), Ike Barinholtz (Hugo Strange), Common, Raymond Olubowal e Scott Eastwood formam o elenco de Esquadrão Suicida.

Ben Affleck (Batman) fará uma participação no filme. 

Esquadrão Suicida estreia em 05 de agosto de 2016. David Ayer (Marcados Para Morrer, Corações de Ferro) assume a direção.

Veja a logo oficial do filme Esquadrão Suicida

Durante o painel da San Diego Comic-Con, foi revelado a logo oficial de Esquadrão Suicida, adaptação da Warner Bros. sobre a equipe de vilões da DC Comics. Veja na galeria abaixo!

Joel Kinnaman (Rick Flagg), Jared Leto (Coringa), Will Smith (Pistoleiro), Margot Robbie (Arlequina), Jai Courtney (Capitão Bumerangue), Cara Delevingne (Magia), Viola Davis (Amanda Waller), Adewale Akinnuoye-Agbaje (Crocodilo), Karen Fukuhara (Katana), Adam Beach (Amarra), Ike Barinholtz (Hugo Strange), Common, Raymond Olubowal e Scott Eastwood formam o elenco de Esquadrão Suicida.

Ben Affleck (Batman) fará uma participação no filme. 

Criado por Robert Kanigher e Ross Andru em 1959, a história acompanha criminosos condenados que realizam missões suicidas em troca de liberdade a serviço do Governo. Na TV, uma versão foi apresentada na 2ª temporada de Arrow.

Esquadrão Suicida estreia em 05 de agosto de 2016. David Ayer (Marcados Para Morrer, Corações de Ferro) assume a direção.

Viola Davis interpretará a abolicionista Harriet Tubman em telefilme da HBO

A estrela da série How to Get Away with Murder irá interpretar a abolicionista Harriet Tubman em telefilme da HBO.

O projeto será desenvolvido com base na biografia “Moisés Negra” que conduziu centenas de negros escravizados no Sul do país até o Norte e que lutou pela União na Guerra de Secessão.

O roteiro ficou a cargo de Kirk Ellis, que também é responsável pela minissérie John Adams da HBO; Viola Davis e seu marido, Julius Tennon serão os produtores executivos. Essa será a segunda produção dramática do canal em torno do tema.

Fonte: TV Line