Batman e Flash investigam os segredos de Rebirth em crossover

Com o lançamento do crossover The Button entre Batman e Flash, algumas peças do quebra-cabeça de Rebirth já começaram e se encaixar. Cuidado com os SPOILERS. Curiosamente, The Button começa justamente de onde o one-shot de Rebirth acabou, com Batman e Flash tentando descobrir a origem do botton que surgiu na batcaverna.

Depois de alguma investigação, Batman coloca, acidentalmente, o botton perto da máscara do Pirata Psíquico, criando uma fagulha que abriu uma fenda entre mundos. Por um momento, Batman ficou frente a frente com seu pai, o Batman do Universo Flashpoint:

Entretanto, Thomas Wayne logo desaparece e uma outra importante figura de Flashpoint aparece. Eobard Thawne, o Flash Reverso que estava morto desde o fim de Ponto de Ignição surge para Batman:

Apesar da tentativa de Batman de segurar o vilão até a chegada de Flash, Thawne consegue pegar o botton e desaparecer, voltando alguns segundos depois queimando em agonia e dizendo que viu deus:

Ao que tudo indica, o Flah Reverso se encontrou com o Dr. Manhattan, o deus que criou a realidade dos Novos 52. Mais respostas devem vir em The Flash #21, que sai na quarta-feira nos EUA.

Batman e Flash vão investigar os efeitos de Watchmen no universo DC

Desde o estabelecimento de Rebirth nos quadrinhos da DC, poucas perguntas foram respondidas. Um dos maiores mistérios é o quanto Watchmen realmente afetou os Novos 52 e parece que o Batman e o Flash vão começar a responder isso.

Uma nova história em quatro partes chamada The Button, que se estenderá por Batman e Flash #21 e #22, juntará os dois maiores detetives da DC investigando o misterioso botom do Comediante, que apareceu na Batcaverna. Entretanto, o que começa como uma simples investigação pode impactar todo o universo DC. Vejas as capas:

The Button, que contará com as mesmas equipes criativas dos títulos mensais dos personagens, começa a sair nos EUA em 19 de Abril.

Arqueiro Verde | HQ do pesonagem na fase Rebirth vende mais de 90.000 cópias

A reformulação editorial da DC, Rebirth, vem trazendo elementos consagrados dos personagens da editora e promete trazer a alegria de volta às HQs. Um dos personagens, que mais parece estar se beneficiando com essa ideia é o Arqueiro Verde.

Além da volta do icônico cavanaque, Oliver também voltou com sua antiga relação com a Canário Negro. Essas mudanças fizeram que, Green Arrow: Rebirth vendesse mais de 90.000 cópias nos EUA desde seu lançamento na semana passada.

Se o número for mesmo confirmado, a HQ assinada por Benjamin PercyOtto Schmidt vai se tornar a revista do Arqueiro que mais vendeu na história recente. Dado as grandes vendas, o quadrinho terá uma reimpressão, que chegará na terra do Tio Sam no dia 29 desse mês.

Rebirth | Tudo vai mudar nos quadrinhos DC

O evento Rebirth da DC tinha prometido não deixar pedra sobre pedra nos quadrinhos da editora e, parece que esse vai ser justamente o caso. A edição que começaria a saga, DC Universe Rebirth #1 – que tem roteiros de Geoff Johns e arte de vários desenhistas e só sairia no dia 25 desse mês – acabou vazando e várias informações muito interessantes foram divulgadas. Cuidado com os SPOILERS.

A edição já começa com a volta de Wally West pré-Flashpoint, um dos Flashes mais populares, ele parece se lembrar de sua vida antes dos Novos 52, mas o personagem acabou perdido na força da Aceleração e precisa, que alguém o ajude a sair dali e, é aí que Barry Allen percebe o pedido de ajuda do sobrinho e o resgata. O antigo Kid Flash explica para Barry, que ele viu um mundo estranho onde muitas coisas foram perdidas. É bem possível, que Wally seja uma das peças centrais dessa trama que deve acabar com os Novos 52.

rebirth1-bbb64Wally ainda diz ao tio, que uma escuridão estava infectando o universo antes de Flashpoint e que alguém roubou 10 anos de suas vidas. O Kid Flash começa a contar ao tio o que ele viu enquanto estava preso na Força da Aceleração.

Outro herói que está de volta é o antigo Besouro Azul, Ted Kord, que está interagindo com  Jaime Reyes. Logo depois, Jaime saí e um Doutor Destino aparece para Ted, existiu um Destino nos Novos 52, mas ele está na Terra 2 o que nos leva a crer que esse é Destino original.

Também temos um vislumbre da volta de Ray Palmer, o Átomo original, que acaba salvo do microverso por Ryan Choi, que foi o herói durante um período antes do Novos 52. O Aqualad Jackson Hyde também está de volta e ele é gay.

Geoff Johns também coloca algumas pistas para a volta da Sociedade da Justiça da América e a Legião dos Super – Heróis.

Durante o arco Darkside War, Batman descobriu, que o Coringa não é apenas uma pessoa, mas sim três. Essa deve ter sido a revelação, que o Cavaleiro das Trevas teve quando virou um dos Novos Deuses ao se sentar no trono de Metron. Nos mesmo arco, a Mulher-Maravilha descobre que tem um irmão gêmeo morto, que renasceu como o filho da Superwoman.

batman-joker-333e8

Alguns personagens também começam a se lembrar de suas vidas antigas, como o Arqueiro Verde e a Canário Negro. Os heróis tiveram um longo relacionamento e até casaram antes de Flashpoint, mas nos Novos 52 sua relação nunca chegou perto da antiga.

rebirth3-2a3f1

Outra revelação interessante é que Aquaman finalmente pede Mera em casamento, lembando que os personagens já foram casados na antiga continuidade e, que esse foi mais um dos relacionamentos apagados nos Novos 52.

rebirth6-c1a15

Em relação ao Superman, é mostrado que o Homem Aço dos Novos 52 relamente morreu em Superman #52 e, que o Clark barbudo pré-Flashpoint sobreviveu ao evento Convergência e está escondido com Lois e seu filho Jonhathan em um hotel. A morte do Superman dos Novos 52 é noticiada sem parar na TV e Lois e Clark se indagam se o herói voltará a vida, assim como ocorreu com Clark depois de sua luta com Apocalypse.

rebirth5-11fac

Depois de contar tudo isso ao tio, Barry pergunta se a culpa disso tudo não é dele, já que o herói aparentemente causou os Novos 52 no evento Flashpoint, mas Wally diz que outra pessoa é responsável por tudo isso.

rebirth2-a051e

O grande plot-twist da edição fica por conta da revelação, que possivelmente o responsável por tudo isso é o Dr. Manhattan, o personagem extremamente poderoso de Watchmen criado por Alan Moore e Dave Gibbons em 1986.

before-watchmen-doctor-manhattan4-09a0e

Essa cena, na qual o personagem cria vida acontece em Antes de Watchmen #4. Essa iniciativa da DC para trazer o universo de Watchmen para dentro da cronologia regular é uma jogada interessante da editora, que deve ser muito bem pensada para não estragar uma das maiores obras da literatura moderna, entretanto, as possibilidades são infinitas com a presença do Dr. Manhattan na história. Agora só nos resta torcer para, que Geoff Johns saiba o que está fazendo.

Lois Lane é a nova Superwoman dos quadrinhos

A nova fase editorial da DC, Rebirth, conta com um novo título da Superwoman (a versão feminina do Superman), entretanto, a editora ainda não tinha divulgado mais detalhes sobre a HQ. Agora em uma imagem divulgada, a DC confirmou que a nova Superwoman será Lois Lane. Confira na arte de Phil Jimenez:

poltrona-lois-superwoman

Com a confirmação da identidade da heroína, fica a pergunta de qual Lois Lane seria a Superwoman? Na continuidade principal da DC, temos duas Lois: uma do Pós-Crise, que é casada com o Superman e tem um filho com o herói e, a dos Novos 52, que não tem uma relação amorosa com o kryptoniano. Ainda podemos somar isso às várias versões que temos da jornalista no multiverso DC.

Para mais respostas, teremos que esperar o lançamento da HQ com roteiros e arte de Phil Jimenez, que saí em 10 de agosto nos EUA.

Exterminador terá novo visual nas HQs

Depois de a DC divulgar várias capas e algumas das equipes criativas de Rebirth, a editora começa a divulgar os novos visuais dos personagens. Um dos primeiros a ser divulgado é o Exterminador:

As artes são do desenhista Aco. Além de Slade Wilson, o artista também divulgou algumas artes da filha do personagem, a Devastadora. Deathstroke #1 é escrita por Christopher Priest, com arte de Carlo Pagualayan, Igor Vitorino, e Felipe Watanabe. A HQ começa a sair em agosto nos EUA e terá distribuição quinzenal.

O Exterminador foi criado por Marv Wolfman e George Perez em 1980 como um inimigo para os Jovens Titãs.

 

DC divulga vários detalhes de Rebirth

A DC vai passar por mais uma reformulação editorial chamada Rebirth, que zerará todos os títulos. Agora a editora divulgou as equipes criativas das novas séries e as capas. A nova fase da DC vai começar em maio com uma HQ especial chamada, DCU: Rebirth. Destaque para a periodiciade de vários títulos que serão quinzenais e não mais mensais. Confira as equipes criativas:

Junho

Action Comics (quinzenal) – Dan Jurgens (roteiro), Patrick Zircher, Tyler Kirkham e Stephen Segovia (desenhos)
Superman (quinzenal) – Peter Tomasi e Patrick Gleason (roteiro), Gleason e Doug Manke (desenhos)
Wonder Woman (quinzenal) – Greg Rucka (roteiro), Liam Sharp e Nicola Scott (desenhos)
Justice League (quinzenal) – Brian Hitch (roteiro), Tony Daniel e Fernando Pasarin (desenhos)
The Flash (quinzenal) – Joshua Williamson (roteiro), Carmine di Giandomencio e Neil Googe (desenhos)
Green Lanterns (quinzenal) – Sam Humphries (roteiro), Robson Rocha e Ardian Syaf (desenhos)
Aquaman (quinzenal) – Dan Abnett e Brad Walker (roteiro), Walker, Jesus Merino e Phil Briones (desenhos)
Green Arrow (quinzenal) – Ben Percy (roteiro), Otto Schmidt e Juan Ferreyra (desenhos)
Batman (quinzenal) – Tom King (roteiro), David Finch e Mikel Janin (desenhos)
Detective Comics (quinzenal) – James Tynion IV (roteiro), Eddie Barrows e Alvaro Martinez (desenhos)

Julho

New Super-Man (mensal) – Gene Yang (roteiro), Viktor Bogdanovic (desenhos)
Hal Jordan & The Green Lantern Corps (quinzenal) – Robert Venditti (roteiro), Ethan Van Sciver e Rafa Sandoval (desenhos)
Titans (mensal) – Dan Abnett (roteiro) e Brett Booth (desenhos)
Nightwing (quinzenal) – Tim Seely (roteiro), Javi Fernandez e Marcus To (desenhos)
Batgirl (mensal) – Hope Larson (roteiro), Rafael Albuquerque (desenhos)
Batgirl & The Birds of Prey (mensal) – Julie Benson e Shawna Benson (roteiro), Claire Roe (desenhos)

Agosto

Superwoman (mensal) – Phil Jimenez (roteiro), Jimenez e Emanuela Lupacchino (desenhos)
Cyborg (quinzenal) – John Semper (roteiro), Will Conrad e Paul Pelletier (desenhos)
Harley Quinn (quinzenal) – Jimmy Palmiotti e Amanda Conner (roteiro), Chad Hardin e John Timms (desenhos)
Suicide Squad (quinzenal) – Rob Williams (roteiro), Jim Lee e Philip Tan (desenhos)
Red Hood & The Outlaws (mensal) – Scott Lobdell (roteiro), Dexter Soy (desenhos)
Deathstroke (quinzenal) – Christopher Priest (roteiro), Carlo Pagulayan, Igor Vitorino e Felipe Watanabe (desenhos)
Hellblazer (mensal) – Simon Oliver (roteiro), Moritat (desenhos)
All-Star Batman (quinzenal) – Scott Snyder (roteiro), John Romita Jr., Jock, Sean Murphy e outros (desenhos)

Setembro

Supergirl (mensal) – Steve Orland (roteiro), Brian Ching (desenhos)
Trinity (mensal) – Francis Manapul (roteiro), Clay Mann (desenhos)
Blue Beetle (mensal) – Keith Giffen (roteiro), Scott Kolins (desenhos)

Outubro

Batman Beyond (mensal) – Dan Jurgens (roteiro), Bernard Chang (desenhos)
Teen Titans (mensal) – Ben Percy (roteiro), Jonboy Meyers (desenhos)

A DC também divulgou as capas dos novos títulos. É bom lembrar que algumas HQs ainda não tiveram suas equipes criativas confirmandas. Confira as capas na galeria:

HQ do Esquadrão Suicida terá Jim Lee nos desenhos

Depois de divulgar mais alguns detalhes sobre sua nova fase editorial, a DC começa a soltar algumas informações sobre as equipes criativas dos novos títulos. Segundo o Newsarama, Jim Lee, um dos mais importantes desenhistas das HQs e publisher da editora, será parte da equipe de desenhistas rotativos do novo título do Esquadrão Suicida. Jim Lee junto de Scott Williams e Sean Galloway  já fizeram uma arte para o especial do dia da mentira do grupo. Confira:

poltrona-arlquina-jim-lee

A Warner deve estar apostando em um surto de popularidade da equipe depois do lançamento do filme em agosto, já as novas séries de HQs começam a sair em junho nos EUA.

 

Geoff Johns vai deixar a HQ da Liga da Justiça

Com as mudanças que Rebirth deve causar ao Universo DC, que terão Geoff Johns na dianteira do evento, o roteirista irá deixar o título da Liga da Justiça, que escreve desde o começo dos Novos 52. Segundo o roteirista, para que ele possa entregar um trabalho satisfatório com Rebirth ele precisa entregar o título do time de heróis para outro escritor.

Conforme apurado pelo Comic Book Resources, a última edição que Johns escreverá será a #50, apesar de nas solicitações o nome do roteirista ainda constar. A DC deve anunciar um novo escritor em breve. Enquanto isso, o evento Rebirth ocorrerá em maio depois que as edições das revistas da DC chegarem ao número 52.

DC finalmente revela do que se trata Rebirth

Há algumas semanas, a DC vinha soltando algumas imagens com os dizeres “Rebirth” (Renascimento em inglês) o que deixou muitos leitores achando que um novo reboot estava a caminho. Apesar da clara sugestão de um recomeço de sua cronologia, Geoff Johns, um dos nomes criativos mais fortes da editora, afirmou que não se tratava de um reboot. Agora a DC deu mais alguns detalhes sobre a nova inicitiva editorial.

32 novos títulos foram anunciados, dos quais 15 terão distribuição quinzenal. A editora também publicará one-shots (histórias curtas) de alguns personagens para situar os leitores além disso, as revistas irão custar $2,99. Os novos títulos serão focados nos personagens mais populares da DC como: Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Lanterna Verde, e Flash. Alguns destaques ficam por conta de vários spin-offs do Homem de aço como: Super-Sons, The Super-Man, Supergirl, e Superwoman e de alguns títulos curiosos como: Earth 2, que deve se focar nas versões clássicas dos personagens das décadas de 40 e 50. Outro ponto curioso é que as revistas do Batman e do Superman, Detective Comics e Action Comics respectivamente, voltarão a sua numeração pré-Flashpoint, evento que deu início aos Novos 52.

Ainda não foram divulgados os times criativos das revistas, mas Geoff Johns deve tomar conta de várias HQs, ou as datas, entretanto a DC deve fazê-lo em 26 de maio. Confira a lista de títulos divulgados pela editora:

Junho:
Rebirth Specials:
• AQUAMAN REBIRTH #1
• BATMAN REBIRTH #1
• THE FLASH REBIRTH #1
• GREEN ARROW REBIRTH #1
• GREEN LANTERNS REBIRTH #1
• SUPERMAN REBIRTH #1
• TITANS REBIRTH #1
• WONDER WOMAN REBIRTH #1

Novas edições #1 (distribuição quinzenal):
• AQUAMAN #1
• BATMAN #1
• THE FLASH #1
• GREEN ARROW #1
• GREEN LANTERNS #1
• SUPERMAN #1
• WONDER WOMAN #1

Novas revistas (distribuição quinzenal):
• ACTION COMICS #957
• DETECTIVE COMICS #934

Julho
Rebirth Specials:
• BATGIRL & THE BIRDS OF PREY REBIRTH #1
• HAL JORDAN & THE GREEN LANTERN CORPS REBIRTH #1
• THE HELLBLAZER REBIRTH #1
• JUSTICE LEAGUE REBIRTH #1
• NIGHTWING REBIRTH #1
• RED HOOD & THE OUTLAWS REBIRTH #1

Novas edições #1 (distribuição quinzenal):
• HAL JORDAN & THE GREEN LANTERN CORPS #1
• JUSTICE LEAGUE #1
• NIGHTWING #1

Novas edições #1 (distribuição mensal):
• BATGIRL #1
• BATGIRL & THE BIRDS OF PREY #1
• THE HELLBLAZER #1
• RED HOOD & THE OUTLAWS #1
• THE SUPER-MAN #1
• TITANS #1

Outono americano
Rebirth Specials:
• BATMAN BEYOND REBIRTH #1
• BLUE BEETLE REBIRTH #1
• CYBORG REBIRTH #1
• DEATHSTROKE REBIRTH #1
• EARTH 2 REBIRTH #1
• SUICIDE SQUAD REBIRTH #1
• SUPERGIRL REBIRTH #1
• TEEN TITANS REBIRTH #1
• TRINITY REBIRTH #1

Novas edições #1 (distribuição quinzenal):
• CYBORG #1
• DEATHSTROKE #1
• HARLEY QUINN #1
• JUSTICE LEAGUE AMERICA #1
• SUICIDE SQUAD #1

Novas edições #1 (distribuição mensal):
• BATMAN BEYOND #1
• BLUE BEETLE #1
• EARTH 2 #1
• GOTHAM ACADEMY: NEXT SEMESTER #1
• SUPERGIRL #1
• SUPERWOMAN #1
• SUPER SONS #1
• TEEN TITANS #1
• TRINITY #1

O Comic Book Resources também teve acesso a um vídeo (em inglês) com Geoff Johns dando algumas explicações sobre o Rebirth. Confira:

A iniciativa/evento da DC é bastante curiosa já, que recentemente a editora lançou o DC You, que prometia menos foco na cronologia e mais liberdade criativa. Essa nova empreitada talvez busque competir com a Marvel, que nos anos recentes costuma zerar com frequência a numeração de suas revistas e começar novas fases editoriais.