A Chegada em DVD e Blu-ray já está em pré-venda nas melhores lojas

Um dos filmes de ficção cientifica mais aguardados, A Chegada, dirigido por Denis Villeneuve e estrelado por Amy Adams, Jeremy Renner, Forest Whitaker já está em pré-venda nas melhores lojas, com lançamento previsto para 8 de março.

No Brasil, o longa terá o seu lançamento em edições simples de DVD e Blu-Ray.

 

Sinopse: Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.

Trailer:

Valores sugeridos:

  • DVD A Chegada – R$ 39,90
  • Blu-Ray A Chegada – R$ 69,90

Forest Whitaker vai dublar Saw Gerrera em Star Wars Rebels

A Disney XD confirmou que Forest Whitaker vai dublar Saw Gerrera, personagem que interpretou em Rogue One: Uma História Star Wars na série animada Star Wars Rebels. O primeiro featurette do personagem foi divulgado. Veja no player abaixo!

Saw Gerrera foi introduzido pela primeira vez na série de TV Star Wars: The Clone Wars (2008-2015) como um guerrilheiro do seu planeta natal. Criado por George Lucas, Saw recebeu treinamento Jedi de Anakin Skywalker, Obi-Wan Kenobi e Ahsoka Tano – e serviu como precursor da Aliança Rebelde, uma variedade de grupos diferentes se unindo para lutar por uma causa comum.

A participação de Saw Gerrera em Stat Wars Rebels será no episódio “Ghosts of Geonosis, Parts One and Two”, com exibição em 07 de janeiro nos EUA.

Crítica | A Chegada é uma das experiências cinematográficas mais transformadoras e emocionantes do ano

poltrona-a-chegada-posterFilmes com a temática invasão alienígena já está deveras saturado em Hollywood, mas continua atraindo um grande público. As mais recentes experiências, como Independence Day: O Ressurgimento, seguiram o mais do mesmo com o clichê de que eles estão aqui para nos conquistar e a Terra será totalmente devastada. Mas, e se fosse o contrário? Se os alienígenas chegassem em nosso planeta com o propósito de ajudar?

É a plot inicial de A Chegada, novo longa do talentoso diretor canadense Denis Villeneuve, que vem realizando grandes produções desde o surpreendente Incêndios. Em seu quinto filme, o cineasta mostra sua versatilidade em saber abraçar diversos gêneros (aqui, ficção científica com drama).

A Chegada é uma obra contemporânea com influências a filmes que, com certeza, inspiraram o diretor quando mais jovem. Nesta produção, fica clara uma referência ao clássico O Dia em que a Terra Parou. Com o roteiro de Eric Heisserer, Villeneuve nos conta uma história com assuntos pertinentes nos dias atuais e que merecem uma reflexão.

Uma delas é qual seria o grande problema da nossa sociedade? Não é preciso racionar muito que a comunicação está entre os principais problemas. A falta de comunicação entre os povos culminou e continua resultando em guerras sem fim. Tudo por julgamentos precipitados, a arrogância e prepotência de alguns povos.

Na trama, quando doze naves alienígenas chegam a vários locais na Terra, o Coronel Weber (Forest Whitaker) está à procura de uma linguista para compreender o que eles estão fazendo no planeta. Para isso, a Dra. Louise Banks (Amy Adams) é requisitada, e se junta com o cientista Ian Donnelly (Jeremy Renner) para decifrarem a mensagem dos seres. Mas, eles precisam correr contra o tempo; quando outros países não demonstram tanta paciência, como a China, que encara a visita inesperada dessas naves como o início de uma guerra mundial.

Daí, começa o grande problema da humanidade em julgar antes de pensar com racionalidade. O longa apresenta com eficiência que a comunicação é um desafio árduo, principalmente, em um mundo onde a maioria das pessoas de todas as raças, credos e espectros políticos não estão dispostas a ouvir.

Louise percebe que os aliens não são hostis, e na medida que ela aprende mais sobre como se comunicar com eles, entende que algo grandioso está por vir. Porém, é mais fácil expulsar os aliens (porque são diferentes!) do que compartilhar alguma experiência com eles.

Amy Adams está soberba aqui e apresenta a melhor atuação de sua carreira. De início, sua personagem parece uma mulher fragilizada, mas logo demonstra ser uma heroína dando uma lição nos militares. Notem na cena de sua chegada ao centro militar, um certo olhar de desdém por uma mulher adentrar em um ambiente masculino. Porém, ela demonstra algo que eles nunca teriam no momento do primeiro contato com os aliens: empatia, paciência e inteligência em não deixar o preconceito prejudicar suas ações.

Jeremy Renner e Forest Whitaker também merecem destaque. As atuações de ambos são interessantes, porque cada um representa um pólo. Renner representa um cientista encarando a situação como uma verdadeira descoberta e aprendizado, enquanto Whitaker representa um militar que precisa de respostas imediatas para seus superiores e pouco está se importando no que a visita alienígena está representando para o mundo.

Com uma atmosfera de intensa força emocional, Denis Villeneuve introduz os aliens de maneira eficiente. A câmera acompanha de uma forma que representa o temor do olhar humano em conhecer algo nunca antes visto. Da mesma forma que os humanos encaram com medo os alienígenas, o longa mostra que eles também tem um certo receio, mas o avanço que eles já possuem por anos de experiência com outras raças, sugere que eles já estavam preparados para uma recepção negativa. Algo pequeno para o desafio maior que eles teriam com a humanidade.

A Chegada é um longa desafiador, que vai emocionar e fazer refletir sobre nossa verdadeira função no universo. O resultado é uma das experiências cinematográficas mais transformadoras do ano. Este é o melhor filme de 2016.

Ficção científica A Chegada ganha cartaz e trailer final

Paramount Pictures divulgou o pôster e trailer final de A Chegada (Arrival), sci-fi dirigida por Denis Villeneuve (Os Suspeitos, Sicario). Veja abaixo!

Na trama, quando objetos misteriosos se aproximam da Terra, um time de elite, liderado pela expert em linguística Louise Banks (Amy Adams), se une para investigar o caso.

Jeremy Renner, Forest Whitaker e Michael Stuhlbarg também estão no elenco.

Com roteiro de Eric Heisserer, A Chegada estreia em 24 de novembro no Brasil.

Pantera Negra adiciona Forest Whitaker em seu elenco

A Marvel Studios adicionou Forest Whitaker (Rogue One: Uma História Star Wars)Daniel Kaluuya (Sicario) e Florence Kasumba (Capitão América: Guerra Civil) para o elenco de Pantera Negra.

Whitaker vai interpretar Zuri, um ancião de Wakanda. Kaluuya será W’Kabi, um confidente de T’Challa, com Kasumba reprisando seu papel como Ayo, uma integrante da Dora Milaje.

Chadwick Boseman interpreta o personagem título. Michael B. Jordan (Erik Killmonger), Winston Duke (M’Baku)Lupita Nyong’o (Nakia) e Danai Gurira (Okoy) também estão no elenco.

Pantera Negra estreia em 15 de fevereiro de 2018. Ryan Coogler (Creed) dirige e escreve o roteiro em parceria com  Joe Robert Cole.

Forest Whitaker se junta ao elenco de Star Wars Anthology: Rogue One

De acordo com a Variety, Forest Whitaker (Busca Implacável 3) está se juntando ao elenco de Star Wars Anthology: Rogue One, primeiro filme derivado da saga Star Wars.

O ator se junta a Felicity Jones, Riz Ahmed, Sam Claflin, Diego Luna Ben Mendelsohn.

A trama segue um grupo de combatentes da resistência se unindo para uma missão de roubar os planos da Estrela da Morte e trazer uma nova esperança para a galáxia.

O filme ocorre após o Episódio III e bem próximo do início do Episódio IV.

No universo da saga, Rogue One era o código para o líder do esquadrão de caças da Aliança Rebelde. Vários personagens ganharam esse posto, entre eles, Luke Skywalker e Wedge Antilles.

Star Wars Anthology: Rogue One estreia em 16 de dezembro de 2016. Gareth Edwards (Godzilla) dirige a partir do roteiro de Chris Weitz (Cinderela).