Crítica | Cidades de Papel

poltrona_cidades_de_papel_posterNos últimos anos o escritor John Green vem se destacando com suas histórias direcionadas para o público juvenil de maneira bastante eficiente. O autor consegue atrair tantos garotos e garotas com seus personagens cheios de vida, sedentos por aventura e que falam a linguagem desse público. Assim foi com a honesta adaptação de A Culpa é das Estrelas, e se repete com Cidades de Papel.

A trama acompanha os jovens Quentin (Nat Wolff) e Margo (Cara Delevingne). Amigos desde a infância, Quentin nutre um amor platônico pela garota de espírito aventureiro. Anos mais tarde, os dois voltam a se encontrar quando Margo elabora um plano de vingança e pede a ajuda do amigo certinho, que logo aceita por conta dos sentimentos pela moça. Acontece que Margo some logo em seguida e deixa uma série de pistas sobre o possível paradeiro. Com a ajuda dos amigos, Quentin parte para uma road trip em busca da jovem.

O roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber apresenta uma nova visão do livro, alterando situações que podem torcer o nariz dos fãs do romance. Assim como no livro de Green, a direção de Jake Schreier busca o fator surpresa, mas segue a mesma fórmula de Josh Boone (o diretor de A Culpa é das Estrelas) apostando no carisma do elenco.

O problema é que Nat Wolff e Cara Delevingne não tem a mesma força que Ansel Elgort e Shailene Woodley. Embora sua participação como coadjuvante em A Culpa é das Estrelas tenha sido divertida, o Wolff não tem a mesma simpatia que se espera do personagem. O mesmo para Delevingne, que se destaca apenas por sua beleza exótica. Contudo, os dois personagens são interessantes e bem construídos.

Ao final, Cidades de Papel é uma adaptação honesta que, destaca o talento de John Green em se comunicar com o público juvenil. Uma pena que a narrativa oscila significativamente no longa.

Veja o segundo trailer da adaptação Cidades de Papel

A 20th Century Fox divulgou o segundo trailer de Cidades de Papel, adaptação ao cinema do romance de John Green (o mesmo autor de A Culpa é das Estrelas). Veja no player abaixo!

A trama é centrada em Quentin (Nat Wolff) e em sua enigmática vizinha, Margo (Cara Delevingne), que gostava tanto de mistérios, que acabou se tornando um. Depois de levá-lo a uma noite de aventuras pela cidade, Margo desaparece, deixando para trás pistas para Quentin decifrar. A busca coloca Quentin e seus amigos em uma jornada eletrizante. Para encontrá-la, Quentin deve entender o verdadeiro significado de amizade – e de amor.

Austin Abrams, Halston Sage e Justice Smith também estão no elenco.

Cidades de Papel estreia em 09 de julho. Jake Schreier dirige a partir do roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber.

Assista ao novo comercial de Cidades de Papel

A 20th Century Fox divulgou mais um comercial de Cidades de Papel, adaptação ao cinema do romance de John Green (o mesmo autor de A Culpa é das Estrelas). Veja no player abaixo!

Na trama, Quentin Jacobsen (Nat Wolff) tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Austin Abrams, Halston Sage e Justice Smith também estão no elenco.

Cidades de Papel estreia em 24 de julho. Jake Schreier dirige a partir do roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber.

[iframe id=”https://www.youtube.com/embed/WikU5oIkL8c” align=”center”]

Based On | Cidades de Papel, o que esperar?

Depois do boom de A Culpa É das Estrelas, John Green virou o mais querido dos autores – e com isso seus títulos anteriores também alcançaram e permaneceram por meses no topo da lista dos mais vendidos.

Cidades de Papel, a segunda obra adaptada que chegará aos cinemas, é um título contraditório – a maioria dos títulos do Green são amados, sem questionamentos, mas esse em particular parece ser um divisor de águas: há aqueles que adoram e há aqueles que não encontraram, ainda, um sentido na obra toda. Particularmente, é meu livro predileto do autor, por acreditar que ele, ao escrever, conseguiu alcançar com maestria o que pretendia. O livro é muito engraçado e arranca boas risadas, sem precisar de apelações. E fazer graça visual (séries, filmes) é até fácil perto do resto, mas conseguir manter a piada em letrinhas miúdas de um leitor que já está há horas esperando pelo desfecho de Margo, é um trabalho e tanto.

E é exatamente isso que deixa a adaptação cinematográfica duvidosa. Será que a produção conseguirá manter a mesma linha leve, divertida e engraçada do enredo do livro? Ao longo do livro os melhores amigos de Quentin (Q) e as situações pelas quais eles passam juntos são uma peça chave para manter a leitora de maneira fácil, sem querer largar o livro e ir dar uma espiadinha na novela das nove ou na geladeira.

Pelo trailer é possível ver que o começo do enredo é muito, se não totalmente, fiel ao original. Pequenas grandes alterações com o decorrer do roteiro do ponto X em que Margo some para o final é que está colocando uma pulga atrás da orelha.

(SPOILER) Quem leu o livro deve lembrar que a aventura na estrada em busca de Margo rola nos quarenta e cinco do último tempo e pelo trailer parece que não é bem isso que vai rolar. Como leitora apaixonada por Cidades de Papel, confesso que senti falta de algumas becas e achei a adesão de uma personagem a trama, desnecessária.

A Culpa É das Estrelas foi uma das adaptações mais fiéis já feitas e para isso contamos com o monitoramento de John Green durante as filmagens; o mesmo aconteceu em Cidades de Papel e basta esperar para que saia um bom resultado. Mesmo que, claro, não possamos esperar ACEDE 2.

Provavelmente uma expectativa moderada vá nos fazer sair mais satisfeitos da sala de cinema.

Cidades de Papel tem estreia prevista para Julho desse ano.

[youtube id=”efdWb_9h6aE” align=”center” autoplay=”no”]

Veja o primeiro clipe de Cidades de Papel

Durante o MTV Movie Awards 2015 foi exibido o primeiro clipe de Cidades de Papel, adaptação ao cinema do romance de John Green (o mesmo autor de A Culpa é das Estrelas). Veja no player abaixo!

Na trama, Quentin Jacobsen (Nat Wolff) tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Austin Abrams, Halston Sage e Justice Smith também estão no elenco.

Cidades de Papel estreia em 24 de julho. Jake Schreier dirige a partir do roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber.

Assista ao primeiro trailer de Cidades de Papel

A 20th Century Fox revelou o primeiro trailer de Cidades de Papel, adaptação ao cinema do romance de John Green (o mesmo autor de A Culpa é das Estrelas). Veja no player abaixo!

Na trama, Quentin Jacobsen (Nat Wolff) tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Austin Abrams, Halston Sage e Justice Smith também estão no elenco.

Cidades de Papel estreia em 24 de julho. Jake Schreier dirige a partir do roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber.

Veja o primeiro cartaz da adaptação Cidades de Papel

A 20th Century Fox revelou o primeiro cartaz de Cidades de Papel, adaptação ao cinema do romance de John Green (o mesmo autor de A Culpa é das Estrelas). Veja na galeria abaixo os protagonistas Nat Wolff e Cara Delevingne!

Na trama, Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Austin Abrams, Halston Sage e Justice Smith também estão no elenco.

Cidades de Papel estreia em 24 de julho. Jake Schreier dirige a partir do roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber.