Crítica | Apesar da mesma fórmula, Velozes e Furiosos 8 surpreende e supera os anteriores

Você provavelmente se perguntou: “Nossa, mais um Velozes e Furiosos? Eles não cansam não?”
Com 8 filmes, a franquia se mostra longe de encerrar as produções, tendo ainda mais dois confirmados pelo próprio Vin Diesel. Mesmo após a morte de um de seus protagonistas em novembro de 2013, a “nova família” consegue suprir a ausência de Paul Walker – apesar da falta de um parceiro para Toretto -, sempre fazendo questão de homenagear o ator em algum momento.

Velozes e Furiosos já deixou de ser sobre mulheres seminuas e rachas de carros faz tempo, mas escolhe sempre ter uma passagem do tipo para manter suas origens. Depois de conquistar um público fiel, o novo filme chega a nos lembrar de filmes de super heróis, com situações recheadas de ação e cenas absurdas de explosões, tiroteios e até mesmo acidentes glaciais envolvendo um submarino de guerra. Outra semelhança é o fato de todos os personagens possuírem o dom da imortalidade. É sério, ninguém morre nos filmes da franquia – mesmo quando morre na vida real. A produção tem até mesmo sua própria versão havaiana do Hulk, vivido pelo policial Luke Hobbs (Dwayne “The Rock” Johnson).

No oitavo filme da série, Domic Toretto (Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão finalmente descansando e passando sua lua de mel em Cuba, tentando viver uma vida pacata e fora de grandes emoções. A adrenalina, entretanto, parece perseguir Dom e qualquer desentendimento vira motivo para se disputar um carro e formar uma aliança para mais tarde. E o mexicano sempre ganha, mesmo que tenha que saltar de um carro em chamas, correndo em alta velocidade e sair sem ao menos rasgar a camisa branca apertada. E claro, não podiam faltar os bonitos cenários paradisíacos clássicos, com suas ruas prontas para abrigar rachas de velocidade insana e obstáculos desleais, sem uma só sirene de polícia ser disparada.

Os problemas do casal começam quando uma misteriosa mulher, a Cipher (interpretada pela vencedora do Oscar, Charlize Theron) aparece em Cuba e faz com que o chefe da família abandone as músicas e noites calientes, e retorne ao mundo da velocidade e do crime. O diretor F. Gary Gray (Código de Conduta) optou por revelar ao público muito cedo o motivo de Dom resolver trabalhar para a hacker, o que teria despertado mais a curiosidade e emoção do público caso fosse mostrado minutos mais tarde. Até agora parece o mesmo molde de todos os filmes anteriores, certo? Acontece que, de repente, Toretto torna-se o inimigo a ser combatido.

Outro elemento presente no filme que irá saciar a nostalgia daqueles que acompanham a franquia é o típico retorno de toda a família, dessa vez sem o patriarca. Trabalhando em prol de seu país, mas sem o consentimento do mesmo, a turma se reúne sob a liderança de Hobbs – que só queria poder treinar o time de futebol da filha (ótima cena, por sinal) -, para enfrentar seu líder em uma caçada nuclear, envolvendo Nova York, Berlim, Rússia, um submarino de guerra, armas dos mais diversos tipos, mísseis e claro, os melhores e mais rápidos carros do mundo (e um tanque).

Estão todos lá, o sempre engraçado e extravagante Roman Pearce (Tyrese Gibson), os hackers Tej (Ludacris) e Ramsey (Nathalie Emmanuel) e a esposa sempre fiel Letty. Alguns outros membros foram “contratados” de última hora, como os irmãos ex-presidiários Deckard e Owen Shaw (vividos por Jason Statham e Luke Evans, respectivamente), sua mãe Magdalene Shaw (Helen Mirren) o representante do governo Frank Petty (Kurt Russell) e o jovem Eric Reisner (Scott Eastwood). A doída ausência de Mia (Jordana Brewster) e Brian (Paul Walker) é justificada como uma aposentadoria do casal, já que foi decidido que o personagem de Walker não teria o mesmo destino de seu intérprete.

Apesar de manter a mesma fórmula, o oitavo filme supera seus anteriores. Feito para divertir o público e agradar os já fãs da franquia, a produção é feita de forma limpa e sem muita enrolação, entregando uma peça melhor do que esperávamos ver. A família continua unida, os carros continuam evoluindo e a ação só aumenta, então por que não continuar? Os elementos de sempre estão todos presentes, com um toque a mais de emoção e um ritmo frenético do início ao fim.

Colaboração: Paula Ramos

ALERTA DE SPOILER APÓS A IMAGEM ALERTA DE SPOILER APÓS A IMAGEM

 

É claro que a homenagem a Paul Walker não podia faltar e Dom resolve fazer o que Vin Diesel fez na vida real: deu o nome do amigo a seu filho (no caso Pauline, pois Diesel teve uma menina). Uma vez que Brian ainda está vivo na trama, teria sido mais bonito e tocante nomeá-lo Paul, que infelizmente não está mais presente.

Mais ação e intrigas embalam o novo trailer de “Atômica”, com Charlize Theron e James McAvoy

A Universal Pictures acaba de divulgar o mais novo trailer de “Atômica” (Atomic Blonde), produção dirigida por David Leitch, de “John Wick” e o ainda em produção “Deadpool 2″.

Baseado no graphic novel “The Coldest City”, assinado por Antony Johnston e ilustrado por Sam Hart, o filme combina ação e suspense em uma trama repleta de sensualidade, brutalidade e espionagem. Após a queda do muro de Berlim, a agente Lorraine Broughton (Charlize Theron) – a mais assassina e brutal do MI6 – é enviada à cidade para recuperar um dossiê de valor inestimável. Ela se une ao chefe da estação local, David Percival (James McAvoy) e se envolve em um jogo letal de espiões.                                                    

A produção ainda conta com James Mcavoy, John Goodman, Til Schweiger, Eddie Marsan, Sofia Boutella e Toby Jones. A estreia está marcada para 3 de agosto de 2017.

Atômica | Thriller de ação com Charlize Theron ganha primeiro trailer

A Universal Pictures divulgou o primeiro trailer de Atômica (Atomic Blonde), thriller de ação estrelado por Charlize Theron, inspirado na série de quadrinhos da Oni Press, The Coldesr City, escrito por Antony Johnston e ilustrado por Sam Hart. Veja no player abaixo!

Na trama, Theron é Lorraine Broughton, uma agente disposta a enfrentar qualquer desafio e a usar todas as suas habilidades para sobreviver à uma missão impossível. Após a queda do muro de Berlim, a assassina mais brutal do MI6 é enviada a cidade para recuperar um dossiê de valor inestimável. Ela se une ao chefe da estação local, David Percival (James McAvoy) e se envolve em um jogo letal de espiões.

John Goodman, Til Schweiger, Eddie Marsan, Sofia Boutella e Toby Jones também estão no elenco.

Com direção de David Leitch (John Wick), Atômica estreia em agosto no Brasil.

Charlize Theron vive espiã em imagens e vídeos de Atomic Blonde

A Focus Features (via Entertainment Weekly) divulgou as primeiras imagens e dois teasers de Atomic Blonde, adaptação da graphic novel escrita por Antony Johnston e ilustrada por Sam Hart, que Charlize Theron estrela.

Na trama, a agente do  Serviço de Inteligência Secreta, Lorraine Broughton (Charlize Theron) é enviada sozinha para Berlim para entregar um inestimável dossiê. Ela se junta ao chefe da estação incorporada, David Percival (James McAvoy), para navegar pelo mais mortal jogo de espiões.

Sofia Boutella (A Múmia), John Goodman (Kong: A Ilha da Caveira) e Toby Jones (Sherlock) também estão no elenco.

Atomic Blonde estreia em 28 de julho nos EUA. David Leitch (Deadpool 2) dirige a partir do roteiro de Kurt Johnstad.

Música de Pitbull embala o novo trailer de Velozes e Furiosos 8

A Universal Pictures divulgou o novo trailer de Velozes e Furiosos 8. O vídeo destaca as cenas filmadas em Cuba ao som da canção “Hey Ma”, interpretada por Pitbull & J. Balvin (feat Camila Cabello). Veja no player abaixo!

Depois que Brian e Mia se aposentaram, e o resto da equipe foi exonerado, Dom e Letty estão em lua de mel e levam uma vida pacata e completamente normal. Mas a adrenalina do passado acaba voltando com tudo quando uma mulher misteriosa faz com que Dom retorne ao mundo do crime e da velocidade.

Vin Diesel, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Elsa Pataky, Nathalie Emmanuel, Lucas Black, Jason Statham, Dwayne JohnsonKurt Russell estão de volta ao elenco.

Charlize Theron será a vilã Cipher, com Kristofer Hivju interpretando um de seus capangas. Scott Eastwood será o pupilo de Mr. Nobody (Kurt Russell). Helen Mirren também está no elenco.

Velozes e Furiosos 8 chegará aos cinemas no dia 13 de abril, com a direção de F. Gary GrayVelozes e Furiosos 9 e 10 já foram confirmados e estreiam em 29 de abril de 2019 e 02 de abril de 2021 respectivamente.

Velozes e Furiosos 8 tem primeiro trailer revelado

A Universal Pictures divulgou o primeiro trailer de Velozes e Furiosos 8. Assista no player abaixo!

Vin Diesel, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Elsa Pataky, Nathalie Emmanuel, Lucas Black, Jason Statham, Dwayne JohnsonKurt Russell estão de volta ao elenco.

Charlize Theron será a vilã Cipher, com Kristofer Hivju interpretando um de seus capangas. Scott Eastwood será o pupilo de Mr. Nobody (Kurt Russell). Helen Mirren também está no elenco.

Velozes e Furiosos 8 chegará aos cinemas no dia 13 de abril de 2017, com a direção de F. Gary GrayVelozes e Furiosos 9 e 10 já foram confirmados e estreiam em 29 de abril de 2019 e 02 de abril de 2021 respectivamente.

Primeiro trailer de Velozes e Furiosos 8 chega em dezembro! Veja uma nova imagem!

No Facebook, a produção de Velozes e Furiosos 8 confirmou que o primeiro trailer do filme chega em Dezembro. Para comemorar o fim das filmagens, uma nova imagem do elenco foi divulgada. Veja na galeria abaixo!

Vin Diesel, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Elsa Pataky, Nathalie Emmanuel, Lucas Black, Jason Statham, Dwayne JohnsonKurt Russell estão de volta ao elenco.

Charlize Theron será a vilã Cipher, com Kristofer Hivju interpretando um de seus capangas. Scott Eastwood será o pupilo de Mr. Nobody (Kurt Russell). Helen Mirren também está no elenco.

Velozes e Furiosos 8 chegará aos cinemas no dia 13 de abril de 2017, com a direção de F. Gary GrayVelozes e Furiosos 9 e 10 já foram confirmados e estreiam em 29 de abril de 2019 e 02 de abril de 2021 respectivamente.

Quanto mais representatividade, melhor!

Quando falamos em representatividade na cultura pop o que nós vemos? Muitos comentários negativos, muita coisa ruim e principalmente muito preconceito.

Antes de escrever este texto voltei há algumas notícias para ler os comentários e me assustei com a grande quantidade de preconceituosos. Vou citar alguns casos que acompanhei de perto e, a cada um que lia eu pensava:

“PELO AMOR DE DEUS, VOCÊ NÃO APRENDEU NADA COM AS COISAS QUE VOCÊ CONSOME CULTURALMENTE?!”.

Não vou me aprofundar muito neles, pois não são o foco deste texto, eles só são o primeiro passo.

O primeiro caso a ser comentado foi a escolha do ator Michael B. Jordan como o Johnny Storm do reboot de 2015 para O Quarteto Fantástico.

O segundo caso foi a escolha do ator Finn Jones para ser o personagem Danny Rand, o Punho de Ferro, na série original da Netflix.

O terceiro caso para se lembrar foi a escolha do elenco principal de Caça-Fantasmas.

O que todos estes casos têm em comum? Todos eles foram atacados com comentários preconceituosos e com certa discriminação.

“Um ator negro fazer um personagem loiro de olho azul, que absurdo! Como que um personagem tão forte e másculo como o Punho de Ferro seria interpretado por um ator que fez papel gay em uma série de sucesso mundial? Meu Deus, é sério que vão colocar quatro mulheres para fazer as Caça-Fantasmas? Putz, acabaram de destruir um clássico dos anos 80.”

Confesso que em minha interpretação peguei leve, pois li comentários bem mais maldosos.

A representatividade é importante sim! Quanto maior o número de mulheres em papéis aparentemente para homens, melhor! Quanto maior o número de atores negros em papéis de destaque, melhor! Quanto menos preconceito, melhor!

Quando falamos de representatividade, não estamos querendo forçar você a gostar disso. Queremos mostrar como isso é realmente importante e o quanto isso faz a diferença na vida dessa minoria que sempre foi repreendida. Não sei se vocês lembram, mas no começo deste ano, um menino viu o boneco do Finn de Star Wars e ele se identificou com o mesmo, pois era da cor dele.

Eu fico pensando  o quanto todos ainda têm um pensamento errado sobre algo ou alguém. Por que não buscam ver que isso vai ser importante para a população em geral?!

Quantas mulheres não amaram ver a Charlize Theron em Mad Max, quebrando aquele conceito de mulher fraca? É isso que temos que priorizar. O mundo é diversificado, as pessoas são diferentes, as culturas são diferentes.

Eu fico extremamente desanimado quando vejo que pessoas apreciadoras da cultura pop atacam algum ator/atriz por conta do seu gênero ou da sua cor. Que eu saiba ser “nerd”, também não era cool até dez anos atrás.

É um absurdo ver uma minoria, que ganhou força, começar a atacar outra minoria. Precisamos parar e pensar que, quanto mais representatividade houver, mais pessoas podemos alcançar e assim, mais produções serão colocadas em prática.

Novamente volto a falar, representatividade é importante e quanto mais melhor. Vamos pensar mais nisso, vamos pensar o quanto isso é importante para a vida social das pessoas e para a cultura pop.

Novo trailer da animação Kubo e a Espada Mágica revela detalhes sobre o protagonista

A Universal Pictures divulgou o novo trailer de Kubo e a Espada Mágica (Kubo and the Two Strings), nova animação do estúdio Laika, responsável por Os Boxtrolls, ParaNorman e Coraline.  O vídeo apresenta os poderes mágicos do protagonista Kubo.

A aventura mostrará a trajetória de Kubo (dublado por Art Parkinson de Game of Thrones): inteligente e bondoso, passa a maior parte do tempo cuidando da mãe viúva e ganha a vida contando histórias que são encenadas com origamis. Certo dia, sua vida tranquila se transforma quando ele acidentalmente invoca um espírito de seu passado, que volta à procura de uma antiga vingança. Em fuga, o protagonista reúne forças ao lado de dois amigos e sai em uma emocionante busca para descobrir a verdade sobre sua família.

Matthew McConaughey e Charlize Theron estão no elenco de vozes dublando Besouro e a Macaca, respectivamente.

Com direção de Travis Knight, Kubo e a Espada Mágica estreia em 13 de outubro no Brasil.

Veja a primeira imagem de Charlize Theron como a vilã de Velozes e Furiosos 8

A Universal Pictures revelou a primeira imagem Charlize Theron como a vilã Cipher em Velozes e Furiosos 8. Veja na galeria abaixo!

Vin Diesel, Jason Statham, Dwayne Johnson e Kurt Russell reprisarão seus respectivos papeis. Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Elsa Pataky e Lucas Black também são esperados para retornar no novo filme.

Charlize Theron será a vilã, com Kristofer Hivju interpretando um de seus capangas. Scott Eastwood será o pupilo de Mr. Nobody (Kurt Russell).

Velozes e Furiosos 8 chegará aos cinemas no dia 14 de abril de 2017, com a direção de F. Gary GrayVelozes e Furiosos 9 e 10 já foram confirmados e estreiam em 29 de abril de 2019 e 02 de abril de 2021 respectivamente.

Crítica | O Caçador e a Rainha do Gelo é um filme totalmente desnecessário

Após a crítica negativa que Branca de Neve e o Caçador obteve na mídia, não era de se esperar que existisse uma sequência. Existe. Com toda a repercussão ruim do primeiro filme, era de esperar que o segundo fosse melhor. Não é.

O Caçador e A Rainha do Gelo surpreende, em primeiro lugar, pelo nome. Todo o propósito da suposta saga era narrar uma nova versão do já conhecido conto da Branca de Neve. Após a polêmica envolvendo Kristen Stewart (Branca de Neve) e o diretor (casado) do filme, Rupert Sanders, a atriz não voltou para a sequência e o nome do filme teve de ser mudado. Já começou mal.

Assim como no primeiro, a história gira em torno da Rainha Ravenna (Charlize Theron) e seu desejo por ser a mais bela. Tudo ia bem até o dia em que sua irmã Freya – mesmo nome da deusa do amor na mitologia nórdica, a ironia foi bem pensada- (Emily Blunt),deu à luz uma menina destinada a ser mais bonita. Ravenna então, mata cruelmente a criança e atribui a morte ao pai do bebê. Com a traição e perda, Freya se isola do reino e se transforma em uma pessoa fria e deprimida.

Em seu novo reino, a Rainha do Gelo (devido a seu poder de congelar pessoas) cria um exército de caçadores, dentre eles os jovens Eric (Chris Hemsworth) e Sara (Jessica Chastain), que acabam quebrando a única regra do reino : se apaixonar.  Após a morte de Ravenna pelas mãos da Branca de Neve, Freya decide buscar o antigo espelho mágico e amaldiçoado da irmã, mas descobre que Ravenna pode ser ressuscitada. As duas irmãs então, ameaçam tomar todos os reinos com seus poderes reunidos.

1139360.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxxO longa se passa antes e depois do primeiro filme, revelando a história de como Eric se tornou o caçador e “perdeu” sua esposa Sara
(o que é mencionado na primeira parte). Outra ligação é a breve aparição de William (Sam Claffin) anos após a queda de Ravenna. A saída escolhida para uma não aparição de Branca de Neve é a pior possível e tira não só a imagem infantil que temos da personagem, como também o “felizes para sempre”.

Uma vez que a ideia inicial do filme, por “motivos pessoais” não pode aparecer na sequência, não havia necessidade da mesma existir. A história funcionou como uma espécie de spin-off da primeira trama e assim como ela, não surpreendeu, mas também não decepcionou. O cenário, a fotografia e os gráficos são muito bons, mas desperdiçados com mais uma história blasé. Com quase 2 horas de duração, a produção é longa demais para o que tem a oferecer e por ter um final completamente previsível, não prende a atenção do público.

Em resumo, O Caçador e A Rainha do Gelo conseguiu a mesma imagem que seu antecessor, monótono e sem muitas surpresas. Espero que não insistam em um próximo filme, já que a existência do atual já é desnecessária.

Com direção de Cedric Nicolas-Troyan, assumindo no lugar de Frank Darabont, produção de Joe Roth (de “Malévola” e “Alice no País das Maravilhas) e roteiro de Evan Spiliotopoulos (de “Hércules” e “A Bela e a Fera”) e Craig Mazin (de “Se Beber Não Case II e III”), O Caçador e A Rainha do Gelo chega aos cinemas no dia 21 de abril.

Chris Hemsworth e Jessica Chastain lutam juntos em trailer de O Caçador e a Rainha do Gelo

A Universal Pictures divulgou o novo trailer legendado de O Caçador e a Rainha do Gelo (The Huntsman: Winter’s War), sequência de Branca de Neve e o Caçador. O vídeo mostra os caçadores Eric (Chris Hemsworth) e Sara (Jessica Chastain) se juntando aos anões para acabar com a fonte de magia negra da Rainha Má.

A trama que se passa antes e depois de Branca de Neve e o Caçador, conta a história da traição da Rainha Ravenna (Charlize Theron) à sua irmã Freya (Emily Blunt) e a consequência desse ato – o congelamento do coração de Freya para o amor, o que a transformou na Rainha do Gelo. Reinando em uma terra ao norte, Freya cria um exército de caçadores para protegê-la com apenas uma regra: dois deles jamais deveriam se apaixonar. Eric e Sara – que interpretam os guerreiros de elite de Freya – travam uma nova batalha com Ravenna para destruir o espelho; caso contrário, ela governará para a eternidade.

Sam Clafin reprisa o papel do príncipe William.

Dirigido por Cedric Nicolas-TroyanO Caçador e a Rainha do Gelo estreia em 21 de abril. Joe Roth (Malévola) produz o longa.

Charlize Theron entra para o elenco de Velozes e Furiosos 8

A atriz Charlize Theron, mais conhecida por seu trabalho em Mad Max: A Estrada da Fúria, acaba de entrar para o elenco de Velozes e Furiosos 8. A Universal Pictures confirmou que a atriz fará o papel da vilã do oitavo filme da franquia.

O próximo longa chegará aos cinemas no dia 14 de abril de 2017, com a direção de F. Gary GrayVelozes e Furiosos 9 e 10 já foram confirmados e estreiam em 29 de abril de 2019 e 02 de abril de 2021 respectivamente.

Veja mais: Ator de Game of Thrones se junta ao elenco de Velozes e Furiosos 8

Jason Statham, Vin Diesel, Dwayne Johnson e Kurt Russell reprisarão seus respectivos papeis. Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Elsa Pataky e Lucas Black também são esperados para retornar no novo filme.

Velozes e Furiosos 7 arrecadou U$1,5 bilhões de dólares no ano passado.

Rainhas e amantes estampam cartaz nacional de O Caçador e a Rainha do Gelo

Sequência do sucesso “Branca de Neve e o Caçador”, de 2012, a produção “O Caçador e a Rainha do Gelo” (The Huntsman: Winter’s War) acaba de ganhar cartaz nacional que destaca os protagonistas da nova aventura dirigida pelo francês Cedric Nicolas-Troyan.

Produzido por Joe Roth, responsável por Malévola, o filme se passa antes e depois de “Branca de Neve e o Caçador” e conta a história da traição da Rainha Ravenna à sua irmã Freya e a consequência desse ato – o congelamento do coração de Freya para o amor, o que a transformou na Rainha do Gelo. Reinando em uma terra ao norte, Freya cria um exército de caçadores para protegê-la com apenas uma regra: dois deles jamais deveriam se apaixonar.

poltrona-O-Cacador-e-a-Rainha-do-Gelo-poster-nacional
Com Charlize Theron como a Rainha Ravenna, Emily Blunt como a Rainha do Gelo e Chris Hemsworth e Jessica Chastain como Eric e Sara, os guerreiros e amantes, o filme é um dos grandes lançamentos da Universal Pictures em 2016, previsto para 21 de abril.