Injustice 2 | Novo trailer revela Robin, Bane e Hera Venenosa

Warner Bros. Interactive Entertainment divulgou hoje (17) o novo trailer do game Injustice 2. O trailer revela que novos personagens serão adicionados ao jogo de luta da NetherRealm Studios. Veja abaixo as primeiras aparições de RobinBane e Hera Venenosa! Além disso, o vídeo sugere que Brainiac será o vilão central da história.

Injustice 2 será lançado em 16 de maio para Xbox One e ao PlayStation 4.

BGS 2016 | Entrevistamos Milton Leite, narrador do PES 2017

Pro Evolution Soccer 2017, ou para os mais íntimos, PES 2017, retorna esse ano com algumas mudanças positivas para o público brasileiro. A sua nova versão terá a ilustre narração de Milton Leite, famoso pelos díspares jargões e pela sua forma bem humorada de traduzir o que se passa dentro de um jogo de futebol.  O Poltrona Nerd estava presente na Brasil Game Show e pode realizar uma entrevista exclusiva com o novo narrador da franquia tão amada pelos brasileiros. Que beleza!

Poltrona Nerd: Milton Leite, conhecemos o seu trabalho de longa data e gostaríamos de saber qual o sentimento que você tem sabendo que atingirá um público diferente e gigante, contando que isso traz um reconhecimento ainda maior para sua carreira?

Resposta: Primeiramente, um sentimento de alegria. Eu já havia trabalhado com games no começo dos anos 2000 e foi um trabalho que me agradou muito. Conheci um público que eu não tinha muito contato fora da televisão. Então, estou feliz em voltar, ainda mais agora em que os games estão ainda mais populares do que naquela época. Hoje percebo que, diferentemente daquela época, existem comunidades, caras que são “Fifeiros”, caras que são “Peseiros”, e só jogam um dos jogos, não trocam. Estar nesse mundo é muito legal. O que você tem de tecnologia nesses jogos hoje em dia é muito maior do que era naquela época. Até para gravar foi muito mais fácil do que naquela época, em função disso. Estou muito contente, naquela expectativa de ver as pessoas jogando e ver se a expectativa delas também foi bem atendida.

pes-0

Poltrona Nerd: Foi uma grande surpresa você aparecer no PES, ainda mais depois de participar em outras franquias. Como foi o trabalho no estúdio? Deve ter tido bastante trabalho. Tem algum bate-bola com o Mauro Betting no jogo?

Resposta: No jogo tem! Mas não gravamos juntos. Ele gravava a fala dele e eu a minha, e depois a edição junta. Até por que, eu tive que gravar muito mais que o Mauro, pois ele já tem um histórico no jogo, que eu não tenho, e tive que gravar o jogo inteiro. As falas que ele tinha que fazer comigo, no geral, ele gravava um dia antes, e eu chegava, ouvia o que ele tinha falado, e adaptava as minhas falas para o texto. Como eu tinha que gravar tudo, eu demorei mais de 40 dias no estúdio. Ia para lá 3 ou 4 vezes por semana, ficava por lá por uma hora e meia, duas horas, as vezes até três horas de estúdio, pois foram quase 13.000 arquivos que eu tive que gravar. Então, demorou bastante, foi algo longo, mas foi bem feito. Achamos que conseguimos fazer com cuidado pra que texto ficar parecido com o que eu faço na TV. Para nós o resultado ficou muito bom!

Poltrona Nerd: Exatamente neste ponto! Somos fãs do seu trabalho na TV. A emoção que você passa no jogo é algo sensacional! Queríamos saber se você conseguiu passar essa emoção para o jogo, pois no mundo dos games de futebol, as narrações, principalmente as em português, não trazem a emoção que se pede e algumas falas ficam perdidas. Você acha que conseguiu trazer esse sentimento?

Resposta: Eu acho que sim! A avaliação que eu fiz, e que o pessoal do estúdio fez, foi de que estava muito próximo do que eu faço na televisão. Eu recebia o texto antes. Adaptava ao meu jeito de narrar, mesmo na hora quando mudávamos alguma coisa, o pessoal do estúdio dava uns toques por conhecer melhor a mecânica do jogo, mas eu sempre tentava adaptar para o meu jeito. Então acho que está bem próximo, todos os meus bordões estão lá, tive o cuidado até de, por exemplo, tem muito grito de gol, certo? E o gol não é sozinho, vem sempre seguido de algum complemento. Eles até sugeriram de gravar um gol só e depois eles editariam, para não precisar ficar gritando gol várias vezes, mas preferi fazer o texto todo. Gritei todos os gols que estavam lá, pois achei que ficaria bem mais natural a frase inteira com o gol, as vezes até com um nome de jogador no final, então, novamente, dentro dessa maneira que fizemos, ficou bem próximo da TV sim. Se não ficasse seria ruim, pois a Konami fez uma pesquisa pra renovar o jogo e meu nome foi muito citado, então, as pessoas queriam o cara da televisão. Então acho que ficou muito parecido! Ficou bem legal!

pes-2

Poltrona Nerd: Você teve bastante liberdade na hora de gravar? Tentou algo novo que achou que poderia ficar legal no jogo?

Resposta: Na verdade, não daria nem tempo de criar algo. E eu nunca crio nada, as coisas que falo saem na hora e são bem naturais. As vezes, os bordões não sou nem eu quem crio, ouço em algum lugar e reproduzo ali na hora, não fico em casa pensando em bordão, então não teria sentido fazer isso no jogo. Deve ter sim uma coisa ou outra que eu não fale na TV, mesmo porque, o jogo traz situações diferentes de vez em quando também. Enfim, tentei dar a minha cara ao jogo, algo bem natural.

Poltrona Nerd: Você já jogou o jogo? Se sim, conte-nos a sua experiência como jogador.

Resposta: Não joguei o jogo. Aliás, minha experiência como jogador é zero (risos). Preciso aprender. Tenho dito para todo mundo que esse jogo eu me obriguei a aprender a jogar. Sou de uma geração onde não tínhamos acesso a essa tecnologia. Agora, meu neto, de 2 anos, já mexe em tablet e daqui pouco tempo já vai estar jogando. Eu vou ter que jogar com ele, então tenho essa obrigação de aprender. Antigamente, eu só via o jogo com a minha voz com alguém jogando, mas nunca joguei. Dessa vez, eu quero jogar! Mas agora com ele pronto, eu ainda não vi nem ninguém jogando. O resultado que eu tenho é do que assisti no estúdio. As imagens que eu tenho são as mesmas que vocês viram aqui e em outros materiais promocionais.

O novo jogo da franquia já está disponível para compra no PlayStation 4, Xbox One, PC, PlayStation 3 e Xbox 360. A Konami também confirmou que haverá uma versão adaptada do jogo para o PlayStation 4 Pro.

BGS 2016 | Entrevistamos João Barão, produtor do Fifa 17

O Fifa 17 era uma das maiores atrações da Brasil Game Show de 2016. Tanto pelos campeonatos disputados diariamente no estande, premiando os vencedores, tanto pela exclusividade de todo público como a imprensa  de conseguir testar o jogo em sua versão demo, que é praticamente a versão final do game.

Além das diversas novidades apresentadas durante a coletiva realizada na quinta-feira, como os 23 clubes brasileiros disponíveis na versão do novo Fifa, além da volta do Modo Carreira com os nossos amados clubes nacionais, tivemos a oportunidade de conversar com um dos produtores do jogo, João Barão, e fazer algumas perguntas do interesse de todos os fifeiros.

Poltrona Nerd: Desde quando começou a ideia do modo história?

Resposta: A ideia já vem de vários anos, pelos feedbacks que temos nas comunidades do Fifa. Começamos a trabalhar no modo jornada há 2 anos atrás. Escolhemos esse ano para lançamento, pois a interação, a conversa entre dois personagens não era possível sem o engine Frostbite, e tivemos que contratar muita gente nova também, como roteirista, escritores, cineastas, entre outros, pois nunca havíamos feito isso no Fifa antes.

Poltrona Nerd: É um outro jogo dentro de um jogo, certo? É algo totalmente diferente do que estamos acostumados. E essas cenas que vocês criaram, elas mudam conforme suas ações? Como funciona?

Resposta: Sim, uma das coisas básicas, quando começamos a desenvolver o modo, é que o usuário, de acordo com a maneira que ele joga, tem que causar um impacto diferente no jogo, nas cenas, e na carreira do jogador. Então, tudo que você faz dentro e fora do campo tem impacto na sua carreira. Dentro do campo com as suas atuações, notas de partidas, seu rendimento nos treinos, se é titular ou suplente, minutos que joga. Fora de campo, a interação com a imprensa, jornalistas, técnicos e companheiros de time vão moldar sua personalidade. Por exemplo, as respostas na coletiva de imprensa vão mudando sua personalidade. Você pode ser uma pessoa mais calma ou mais brava. Então, isso pode fazer você ver cenas que eu nunca vou ver, dependendo das escolhas que fizermos. Portanto, todas as decisões que você toma no jogo tem um impacto.

journey1

Poltrona Nerd: Vimos no vídeo, que ele o jogador tem um amigo que vai crescendo com ele na carreira. Além dele, outras pessoas que foram criadas por vocês, como por exemplo, o José Mourinho, eles também participam da história?

Resposta: Posso dizer que eles aparecem no modo. Vão aparecer jogadores, agentes, jornalistas. Não posso dar detalhes se vai aparecer alguém conhecido ou não.

Poltrona Nerd: Vocês chegaram no resultado esperado com a Frosfbite? Acha que a nova engine pode contribuir ainda mais pro jogo no decorrer dos anos?

Resposta: Achamos que a qualidade gráfica do jogo está ótima. Eu nunca vi nada tão bom. Mas o Frostbite tem um potencial de continuar a desenvolver e trazer ainda mais. Ela permite trazer features novas muito facilmente. É fácil criar cenas, por exemplo, que antes não era possível. Perderíamos 3 ou 4 meses para fazer uma cena, e agora é tudo muito mais rápido.

Poltrona Nerd: Você acha que futuramente será possível trazer algo como o Game Face para o modo Jornada?

Resposta: Discutimos muito isso durante os testes. Para a qualidade, por ter que criar toda a história por trás desse personagem, não temos como saber a história de todo mundo (risos), então, focamos muito na qualidade visual. Ficaria muito difícil, por exemplo, fazer a sincronização labial para cada língua que o jogador falasse. A decisão de criarmos esse personagem único, com certeza, trará muito mais qualidade do que teríamos se liberássemos para cada um criar o seu jogador. E também, você ainda pode fazer isso no Modo Carreira.

journey2

Poltrona Nerd: Então vamos pro Modo Carreira. Teve alguma remodelada? Alguma nova adição?

Resposta: Olhamos muito para esse modo também. Por exemplo: os objetivos que você tinha como treinador era: Ganhar a Liga, ganhar a Copa, nada a mais. Então, ao fim de 2, 3 Temporadas, ficava repetitivo. E outra coisa… No jogo, é muito mais fácil você ser treinador de um Real Madrid… Você tem todos os jogadores excelentes à sua disposição. Na vida real é o contrário. É muito difícil ser treinador do Real Madrid. Criamos este ano vários novos objetivos, como: expandir a academia, desenvolver a marca do clube em outros continentes, objetivos financeiros. O Real Madrid, por exemplo, não se preocupa com dinheiro, portanto, seus objetivos serão mais focados em expandir a marca. Um dos objetivos, por exemplo, é, na primeira temporada, ganhar X de dinheiro com venda de camisas. Também fizemos muitas mudanças no sistema financeiro. Coisas como despesas do estádio, de viagem, venda de camisetas, portanto, cada temporada é diferente, com objetivos dinâmicos, de curto e longo prazo.

Poltrona Nerd: E isso também se aplica aos times brasileiros? Tem algo voltado para eles neste sentido também?

Resposta: Temos um número de objetivos muito grande. Nossa equipe de licenciamento de dados olha direitinho para cada equipe. Por exemplo, o Santos é conhecido por desenvolver muito bem as categorias de base, portanto, com certeza, desenvolver a academia será um objetivo importante dele.

Poltrona Nerd: Tem mais ações? Ouvi dizer que dobrou o número de animações. Isso é em relação a que? Toque de bola? Comemorações?

Resposta: Em relação ao gameplay, posso dizer que temos 4 mudanças muito importantes. Primeiramente, um sistema de inteligência novo, os jogadores sem a bola são mais ativos, marcam melhor, e com mais ocorrência. Também funciona para os jogadores que estão com a bola. Eles são mais inteligentes. Sabem onde colocar o passe, e seus companheiros sabem se posicionar para receber esse passe. Em termos de animações sim. Temos quase o dobro de animações. Temos novos dribles, comemorações, um novo sistema de proteção de bola manual, segurando o LT (ou L2), você vai proteger a bola de quem vem de trás. Então, tem mais opções de manter a posse de bola, e a falta também teve diferença. Tem muito mais opções para bater a falta. Cobranças rasteiras. E tem também o cabeceamento para baixo. Essas são as principais novidades do jogo. Acho que isso torna o jogo mais fluído.

Poltrona Nerd: Sobre o mercado brasileiro… Vocês estão investindo muito aqui. Já mudou bastante. Como vocês enxergam o mercado brasileiro?

Resposta: O mercado brasileiro é muito importante. Uma das razões que fazemos questão de mandar alguém para a BGS. Eu estou aqui esse ano, e sempre vem alguém. Queremos saber suas dúvidas, opiniões e feedbacks. Ter os 23 clubes acho que mostra o nosso compromisso com isso. 23 clubes é o nosso recorde. A Liga está no Modo Carreira, ano passado não estava, infelizmente, pois não deu tempo. Então, logo depois que terminamos o FIFA 16, já começamos a trabalhar em cima disso para dar tempo tranquilamente.

Poltrona Nerd: Então, quero uma dica… Sofri para bater pênalti quando testei o jogo. Não dá pra ensinar como é, não? Todos que eu chutei foram pra fora.

Resposta: Acho que está mais fácil que no ano passado. Basta escolher o lado exato. As vezes o goleiro faz boas defesas, mas também mandei muitos pênaltis para fora. É porque o sistema é novo, depois acostumamos.

Fifa 17 utiliza a engine Frostbite e é produzido pela Eletronic Arts. O game chegará as lojas físicas e digitais no dia 27 de Setembro – e já disponível para os assinantes de EA Access, no Xbox One.

Análise | Nossa experiência com o HD Externo My Passport X da WD

A nova geração de consoles chegou ladeada a um novo mercado – já muito costumeiro para os PC gamers -, que é o próprio mercado digital de jogos. Para os que não conhecem, existe uma forma de você, usuário de Playstation ou Xbox, adquirir jogos sem precisar ter a mídia física. Junto a essa praticidade, a maioria das pessoas que utilizam essa prática acabam economizando tempo e dinheiro no ato da compra. No entanto, nem tudo são flores.

Com o alto custo de consoles que possuam um HD interno superior a 1 TB, a memória do vídeo-game tende a ser consumida rapidamente pela instalação de diversos jogos, sendo uns mais leves, como o título We Happy Few, que possui somente 4GB, e outros, como Battlefield 4, que possui mais de 40 GB com todas as expansões. Para suprir essa necessidade de memória, temos a disponibilidade (por enquanto, somente no Xbox One) de utilizarmos um HD externo para a instalação de jogos, sem a necessidade de realizar limpezas semanais sempre que for adquirir um novo título à sua coleção. Recebemos para teste no modelo Xbox One de 500 GB, o HD de 2 TB da My Passport X da Western Digital e vamos contar um pouco da nossa experiência com o acessório.

wd-passport-x-review3-650-80Primeiramente, recebemos o material extremamente bem embalado e com rapidez. A caixa que o guarda possui o manual de instruções, um cabo que conecta o console ao acessório e o próprio HD. A instalação foi simples, e em questão de segundos após plugar o dispositivo ao Xbox One, recebi a mensagem de que havia um novo espaço a ser instalado. Acessando pelas configurações, localizei e confirmei que realmente o HD possui seus 2 TB e não demorei em utilizá-lo. Comecei instalando somente jogos pesados, com todas as suas expansões, depois passei a maioria da minha galeria ao HD (sim, é possível passar um jogo da sua memória do console ao acessório e vice-versa). Resultado: o HD estava completamente preenchido, e sempre que acessava algum jogo, ele abria com praticamente a mesma velocidade que a memória interna do console, perdendo por pouco tanto na abertura como no download. Sua reprodução é eficaz e ágil, não deixando a desejar em nenhum aspecto.
wd-passport-x-review2-650-80O My Passport X coube na palma da minha mão (possuindo 110 x 81.5 x 20.9mm), e na minha estante combinou perfeitamente com o ambiente e as cores do próprio Xbox One. O cabo que conecta um ao outro não é muito longo, mas o suficiente para poder passá-lo entre os volumes da estante, ou até mesmo escondê-lo. Quanto ao som emitido pelo HD, ele é praticamente imperceptível, principalmente durante o gameplay. Caso seu cômodo esteja completamente silencioso e durante um loading sem som, é possível ouvir o HD trabalhando, mas nada que de fato incomode durante a jogatina.

O My Passport X é um acessório indispensável para hardcore gamers, tanto pela quantidade de jogos, tanto pela praticidade e alta rapidez na reprodução. Não acredito que jogadores casuais tenham a necessidade de adquirir um HD externo de tamanha potência, já que o custo-benefício seria nulo dentro do cotidiano e bolso desse tipo de gamer. Entretanto, independentemente da quantidade que se é utilizado o vídeo-game, se você for um tipo de gamer que não gosta de se preocupar com espaço disponível e gosta de ter todos os seu seus títulos à disposição: o My Passaport X supre e supera suas expectativas.

Nota: Recebemos o My Passport X para teste no período de 30 dias, onde utilizamos todo seu potencial com as configurações de um Xbox One de 500 GB. Até o momento dessa matéria, o Playstation 4 não dá suporte a HD externo.

SEGA anuncia dois novos jogos do Sonic para 2017

Nesta última sexta (22), Sonic comemorou 25 anos do lançamento do primeiro jogo. Em comemoração, a SEGA anunciou na Comic-Con 2016, dois novos games do ouriço para 2017.

Um deles, já tem título: Sonic Mania, que seguirá o estilo do game original de 1991, na plataforma 2D. Ele será lançado para PlayStation 4, Xbox One e PC. Veja o trailer abaixo:

O outro game, será lançado para PlayStation 4, Xbox One, PCNintendo NX. Ainda não há título confirmado. Mais informações deverão sair em breve.

Gears of War 4 | Data de lançamento do game é confirmada

Gears of War 4 é um dos maiores exclusivos do Xbox One e promete continuar a franquia com novos personagens (e possivelmente a aparição de velhos conhecidos), porém, os fãs não sabiam quando iriam poder colocar as mãos no novo game, já que a data era 2016.

A Microsoft confirmou que o game realmente será lançado esse ano: especificamente em 11 de outubro.

Caso você esteja ansioso demais, uma BETA estará disponível para todos os membros da Xbox Live ainda este mês, em 25 de abril. Quem adquiriu Gears of War: Ultimate Edition terá acessa à BETA no dia 18.

Gears of War 4 será lançado exclusivamente para Xbox One.

Fonte: Destructoid.

Quantum Break agora vai chegar para Windows 10

Se você não é um jogador do Xbox One e estava ficando com ciúmes pela qualidade do novo game da Remedy estrelando Shawn Ashmore (The Following), não se preocupe. A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (dia 11) que o jogo terá cross buy com o Windows 10, ganhando assim um port para PC.

No cross buy, aqueles que adquiriram Quantum Break na pré-venda também receberão uma cópia do game para o sistema operacional da Microsoft no PC. Além disso, a data de lançamento será simultânea, permanecendo a mesma para ambas as plataformas. Foi liberado também as especificações do jogo.

Confira abaixo e veja se o seu PC é potente para rodar:

  • Mínimo:
  • Windows 10 64-bit
  • DirectX 12
  • Intel Core i5-4460 2.70GHz ou AMD FX-6300 processador
  • NVIDIA GeForce GTX 760 ou AMD Radeon R7 260x
  • 2GB de VRAM
  • 8GB ou RAM
  • 55GB de espaço disponível

 

  • Recomendado:
  • Windows 10 64-bit
  • DirectX 12
  • Intel Core i7 4790k ou AMD equivalente
  • NVIDIA GeForce 980 Ti ou AMD Radeon R9 Fury X
  • 6GB VRAM
  • 16 GB ou RAM
  • 55 GB de espaço disponível

Junto com a boa noticia para os jogadores de PC, há também uma surpresa aos gamers do Xbox. Quem adquirir Quantum Break em qualquer época levará de presente Alan Wake, jogo também desenvolvido pela Remedy. E, caso você adquira Quantum durante a pré-venda, ganhará o título original de Alan Wake e American Nightmare, espécie de sequência não canônica do jogo. Afinal de contas, parece que a Microsoft está mesmo se esforçando com seus exclusivos.

Enquanto isso, Quantum Break chega ao Xbox One e PC em 5 de abril.

Fonte: Destructoid.

Scalebound é o primeiro game adiado de 2016

Scalebound carregada todos os aspectos de um jogo perfeito: jogabilidade, uma história relativamente interessante, bons gráficos e, claro, dragões. A trama acompanha o protagonista Drew e seu dragão Thuban em um mundo místico (apesar das aparências, não é relacionado a Eragon) e traz o bom e clássico hack’n’slash da Platinum Games, como também alguns elementos RPG parecidos com Dragon’s Dogma.

Porém, infelizmente, o  jogo tornou-se o primeiro adiamento oficial deste ano, sendo empurrado apenas para 2017. A Platinum Games declarou que “tudo está indo bem, mas Scalebound é o maior jogo já criado pela produtora e vai necessitar de mais tempo“.

Você pode conferir 8 minutos do game:

Scalebound chegará com exclusividade para o Xbox One.

Fonte: Destructoid.

Microsoft declara que Xbox Live está de volta ao normal

Se você não sofreu problemas de rede com a Xbox Live ou a PlayStation Network em nenhum final de ano, considere como um milagre de natal, pois a tradição é constante. Sendo então uma tradição, os problemas voltaram também este ano.

Durante as festividades de natal diversos usuários relataram problemas com a Xbox Live, como queda de downloads, desconexão, etc. Incluindo também alguns aplicativos da companhia. Não se preocupe. A Microsoft já declarou que tudo está de volta ao normal e que jogadores podem voltar aos seus costumes habituais, sendo este apenas um problema técnico e que a companhia não foi vítima de nenhum hacker. Também ocorreram uma série de problemas na Steam durante o dia de ontem, mas tudo parece ter sido normalizado

É costume no final de ano que a PlayStation e Xbox sejam grandes alvos de hackers. No último ano uma grande guerra virtual foi travada entre o Lizard Squad e os Anonymous, fazendo com que ambas as redes permanecessem offline por quase uma semana consecutiva. Este ano, no entanto, não parece haver sinal dos vigilantes virtuais.

Fonte: Xbox Live Status.

Rise of the Tomb Raider | Demo está disponível para download

Se você ainda não teve a chance de testar a sequência do reboot da franquia de Lara Croft, Rise of the Tomb Raider, talvez tenha chegado a sua hora

A Microsoft liberou esta semana uma demo gratuita do jogo que você pode fazer download em seu console. Provavelmente, a demo é a mesma que nós jogamos durante a Brasil Game Show. Infelizmente, a disponibilização de uma demonstração do game só ocorre no Xbox One.

Rise of the Tomb Raider é exclusivo temporário do Xbox One e já está disponível para o console. O jogo deve ser lançado para outras plataformas no final de 2016.

 

 

Below | Exclusivo do Xbox One sofre adiamento para 2016

Sofrendo mais um adiamento, Below deve chegar apenas em 2016.

O projeto indie da desenvolvedora Capybara foi anunciado na E3 de 2013 e, desde então, tem sofrido a duras penas para finalmente aterrissar com exclusividade temporária ao Xbox One. O jogo é um misto de terror, suspense e aventura com ambientes bem sombrios e interessante.

Assista 18 minutos abaixo:

Below estava com lançamento confirmado para 2014, entretanto, foi adiado para este ano. Agora o estúdio confirmou que uma nova data de lançamento será divulgada para o ano que vem. Nathan Vella, cofundador do estúdio, resolveu explicar parte da situação.

“Below certamente vai chegar em 2016. Não posso falar muito, mas com certeza teremos mais informações e conteúdos adicionais para mostrar assim que o novo ano chegar”

Vale lembrar que jogos com diversos e severos adiamentos como Below raramente chegam ao console, contudo, não resta outra alternativa além da espera.

Below é um exclusivo temporário do Xbox One que também será lançado para PC.

Fonte: Gamespot.

Shaw Ashmore é Jack Joyce em Quantum Break, exclusivo do Xbox One

Poderes temporais e trama políticas: isso é Quantum Break.

Durante a The Game Awards, a Microsoft liberou um trailer e Shaw Ashmore (franquia X-Men) falou um pouco mais sobre o novo exclusivo do Xbox One, Quantum Break. O protagonista, Jack Joyce, ganha poderes com capacidade de manipular o tempo e decide lutar contra a nefasta corporação na trama.

Quantum Break está sendo desenvolvido pela Remedy’s Entertainmente e será uma história paralela com uma série de TV de mesmo nome que traz Ashmore também na pele do protagonista. Ambas as histórias serão praticamente as mesmas, apresentando visões diferentes dos acontecimentos. No game, suas escolhas irão moldar o futuro de Joyce, o protagonista.

Assista ao trailer:

Com uma nova e interessante premissa no mundo dos games, Quantum Break será lançado em 5 de abril exclusivamente para Xbox One.

Fonte: Destructoid.

Rise of the Tomb Raider | Anunciada Baba Yaga, primeira DLC do jogo

Já faz um mês desde que Rise of the Tomb Raider aterrissou no Xbox One como exclusivo temporário e chegou a hora de mostrar ao mundo a primeira DLC da nova aventura de Lara Croft: Baba Yaga.

Não existem grandes informações sobre a DLC. Sabe-se que se tratará de algum mito esquisito nas montanhas, com direito a criaturas macabras e visões alucinógenas por parte de Lara, além de uma busca intensa da exploradora por mais artefatos místicos. A DLC deverá acrescentar novas horas à jogatina. Junto de Baba Yaga, a Square Enix também confirmou que o Endurace Mode para o novo jogo chega ainda este mês, no dia 19, e outra DLC seguindo Baba Yaga, “The Cold Darkness Awakened“, chegará em 2016.

Assista ao trailer:

Baba Yaga chegará para Rise of the Tomb Raider em janeiro, sem uma data especifica. Por enquanto, o jogo é exclusivamente temporário. As DLC’s e adições devem chegar aos outros consoles em outras versões em dezembro de 2016.

Fonte: Destructoid.

Saiba os jogos de Xbox 360 compatíveis com Xbox One

Com total honestidade, todos adoram retrocompatibilidade. Além de ser uma função ótima para pessoas nostálgicas (quem nunca jogou algo de PS1 no PS2?), também é algo bom financeiramente para nós, jogadores. Se um jogador possui um jogo da geração anterior em disco, por que não jogar na nova geração?

Apesar do Xbox One ter começado a geração com más intenções em relação aos consumidores, chegou a hora de dar a virada. Já havia sido anunciado anteriormente que, após uma nova atualização, o Xbox One ganharia retrocompatibilidade com os jogos do Xbox 360, algo que o PS4 não tem. Contudo, até agora não havia uma lista dos jogos exatos.

Haverão mais jogos compatíveis no futuro. Entretanto, por enquanto, caso você tenha algum desses jogos de modo digital ou em disco para o 360, poderá jogar no novo console da Microsoft.

Confira abaixo os 104 jogos compatíveis após a atualização:

  • A Kingdom for Keflings
  • A World of Keflings
  • Alien Hominid HD
  • Assassin’s Creed II
  • Asteroids & Deluxe
  • Banjo Kazooie: N n B
  • Banjo-Kazooie
  • Banjo-Tooie
  • BattleBlock Theater
  • Bejeweled 2
  • Bellator: MMA Onslaught
  • Beyond Good & Evil HD
  • Blood of the Werewolf
  • BloodRayne: Betrayal
  • Borderlands
  • Call of Juarez Gunslinger
  • Castle Crashers
  • Castlestorm
  • Centipede & Millipede
  • Condemned
  • Crazy Taxi
  • Deadliest Warrior: Legends
  • Defense Grid
  • DiRT 3
  • DiRT Showdown
  • Discs of Tron
  • Doom
  • Doom II
  • Dungeon Siege III
  • Earthworm Jim HD
  • Fable II
  • Fallout 3
  • Feeding Frenzy 2
  • Gears of War
  • Gears of War 2
  • Gears of War 3
  • Gears of War: Judgment
  • Golden Axe
  • Halo: Spartan Assault
  • Hardwood Backgammon
  • Hardwood Hearts
  • Hardwood Spades
  • Heavy Weapon
  • Hexic HD
  • Ikaruga
  • Jetpac Refuelled
  • Joy Ride Turbo
  • Just Cause 2
  • Kameo
  • LEGO Pirates of the Caribbean: The Video Game
  • LEGO Star Wars: TCS
  • Lode Runner
  • LUMINES LIVE!
  • Mass Effect
  • Metal Slug 3
  • Metal Slug XX
  • Might & Magic Clash of Heroes
  • Mirror’s Edge
  • Missile Command
  • Monday Night Combat
  • Monkey Island 2: SE
  • Monkey Island: SE
  • Ms. Splosion Man
  • Mutant Blobs Attack
  • N+
  • NBA JAM: On Fire Edition
  • NiGHTS into dreams…
  • OF: Dragon Rising
  • Pac-Man C.E.
  • PAC-MAN CE DX+
  • Perfect Dark
  • Perfect Dark Zero
  • Phantom Breaker: Battle Grounds
  • Pinball FX
  • Plants vs. Zombies
  • Prince of Persia
  • Putty Squad
  • R-Type Dimensions
  • Rayman 3 HD
  • Sacred Citadel
  • Sega Vintage Collection: Alex Kidd & Co.
  • Sega Vintage Collection: Golden Axe
  • Sega Vintage Collection: Monster World
  • Sega Vintage Collection: Streets of Rage
  • Shadow Complex
  • Sonic CD
  • Sonic The Hedgehog
  • Sonic The Hedgehog 2
  • Sonic The Hedgehog 3
  • Super Meat Boy
  • Supreme Commander 2
  • The Stick of Truth
  • Tom Clancy’s Rainbow Six Vegas
  • Tom Clancy’s Rainbow Six Vegas 2
  • Torchlight
  • Toy Soldiers
  • Toy Soldiers: Cold War
  • Tron: Evolution
  • Ugly Americans: Apocalypsegeddon
  • Viva Piñata
  • Viva Piñata: TIP
  • Wolfenstein 3D
  • Zuma

Fonte: Destructoid.