Glass | Sarah Paulson se junta a sequência de Fragmentado

Sarah Paulson estará de volta as telas de cinema, e não é para um filme qualquer. A atriz foi confirmada em Glass, sequência de Fragmentado e Corpo Fechado, produções de M.Night Shyamalan. A confirmação foi feita pelo próprio cineasta em sua conta no Twitter.

“Incrivelmente afortunado por completar nosso icônico elenco de atores em Glass. Sarah Paulson estará se juntando a nós”  

Além dela, Samuel L. Jackson e Bruce Willis se juntam a James McAvoy e Anya Taylor-Joy na nova produção, prevista para chegar aos cinemas em janeiro de 2019.

 

Game of Thrones | Entenda o encontro de Arya na floresta

ATENÇÃO, ESSA MATÉRIA CONTÉM SPOILERS DE EPISÓDIOS ANTERIORES

No último domingo foi ao ar o segundo episódio da sétima temporada de Game of Thrones. Como sempre, algumas questões foram respondidas e muitas outras surgiram no lugar, dentre elas o paradeiro de Nymeria, a loba gigante de Arya (Maisie Williams).

Quando a menina se vê rodeada por lobos, é sua velha amiga que chega para impedir o ataque. Será que era mesmo ela? Nymeria não aparece desde a primeira temporada da série, o que poderia explicar o tamanho descomunal a que chegou, mas por que ela não voltou com sua antiga dona? As dúvidas pareciam ter sido sanadas quando a menina diz: “Essa não é você” .

(In)felizmente, aquela era mesmo a loba de Arya. De acordo com os produtores da série, David Benioff e D.B. Weiss, existe uma explicação simples e muito bonita para a frase da menina. Lembram-se quando na primeira temporada, Ned Stark (#saudades) conversava com a filha mais nova, dizendo que ela um dia seria uma lady e teria um marido? A resposta de Arya explica sua frase na temporada atual: “essa não sou eu” .

“Arya queria que Nymeria voltasse para casa com ela e fosse uma companheira leal novamente, mas Nymeria encontrou sua própria vida” ,explica Benioff.
“Arya não é domesticada e faz todo sentido que sua loba também não seja. Uma vez que a loba vai embora, primeiro Arya aparece triste, então ela percebe que Nymeria está fazendo exatamente o que ela faria em seu lugar”, completa Weiss.

Entenderam? Game of Thrones retorna no próximo dia 30 para mais um episódio.

Riverdale | Atriz de The Shannara Chronicles interpretará personagem de Toni Topaz

Após diversos rumores sobre a adição ou não de Toni Topaz na segunda temporada de Riverdale, o produtor executivo Roberto Aguirre-Sacasa confirmou não apenas a participação da personagem, mas também quem irá interpretá-la.

A jovem, que tudo indica ser bissexual nos quadrinhos, será interpretada por Vanessa Morgan, de The Shannara Chronicles.

Aguirre-Sacasa descreveu a personagem como uma animada componente do Serpentes do Sul, conhecida por seu cabelo rosa e apetite impressionante. Ele também comentou que sua chegada irá provocar problemas no relacionamento de Betty e Jughead. A sexualidade de Toni será explorada durante a segunda temporada.

Liga da Justiça ganha trailer incrível durante a SDCC, assista:

SAIU! O novo trailer de Liga da Justiça foi divulgado com exclusividade durante a SDCC 2017.

Enquanto a Liga se concentra para lutar contra os vilões Lobo da Estepe (Steppenwolf)Darkseid (Apokolips), Alfred recebe a visita de alguém conhecido…e algumas pessoas já estão especulando que pode vir a ser o Lanterna Verde, devido ao reflexo nos óculos do mordomo!

“Se você é um fã do Super-homem, você vai ficar muito, muito feliz com o que vai ver em Liga da Justiça!”– disse Gal Gadot.

Na trama de Liga da Justiça, instigado por sua restaurada fé na humanidade e pelo ato altruísta do Superman, Bruce Wayne pede a ajuda de sua mais nova aliada, Diana Prince, para enfrentar um inimigo ainda maior. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha trabalham rapidamente para encontrar e recrutar uma equipe de meta-humanos contra esta ameaça. Mas, apesar da formação desta liga sem precedentes de heróis — Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Ciborgue e The Flash — já pode ser tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas.

Liga da Justiça estreia em 16 de novembro nos cinemas brasileiros.

 

Warner Bros. confirma próximos filmes do Universo Cinematográfico DC

EITA! Durante a SDCC 2017, a Warner Bros. confirmou a realização de VÁRIOS filmes novos pela frente. São Eles:

Mulher Maravilha 2
Shazaam!
Esquadrão Suicida 2
The Flash: Ponto de Ignição
Tropa dos Lanternas Verdes
Liga da Justiça Sombria
The Batman
Batgirl

Durante o painel da Warner Bros. hoje, foi confirmada a sequência de Mulher Maravilha, filme que é não apenas a produção de maior lucro do universo da DC, mas também o mais visto recentemente – superando Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Escrito pelo presidente da DC Entertainment Geoff Johns, “Ponto de Ignição” mostra Barry Allen/The Flash durante uma viagem ao passado para impedir a morte de sua mãe. Entretanto, quando ele retorna ao presente, sua mãe ainda está viva e o mundo virou de cabeça para baixo. A Liga da Justiça não existe, e Barry precisa fazer o possível para reverter as coisas ao normal.

Respondendo a rumores, Ben Affleck negou sua saída do papel de Batman : “Eu estou muito ansioso. Não vou a lugar nenhum”.  

Jogador Nº 1 | Novo filme de Steven Spielberg ganha trailer de divulgação

Steven Spielberg está de volta aos cinemas! E sua nova produção acaba de ganhar um trailer durante a Comic-Con em San Diego!

Mesmo após a bilheteria fraca de seu último lançamento, O Bom Gigante Amigo, Spielberg já está à frente de mais uma produção. Jogador Nº 1 é baseado no livro homônimo de ficção científica de Ernest Cline, cujo enredo se baseia na oologia – um ramo da ornitologia que estuda os hábitos de pássaros em seus ninhos, mas que na nova trama será uma forma de referir-se a jogadores de uma caça ao tesouro, arquitetada pelo falecido criador do jogo. O elenco é composto por Tye Sheridan, Olivia Cooke, Simon Pegg, Ben Mendelsohn, T.J. Miller, Mark Rylance e Win Morisaki, e deve chegar aos cinemas em março de 2018.

A história se passa em 2044, onde Wade Watts – e toda a humanidade – prefere viver a realidade virtual do jogo OASIS ao invés de sua vida real. O jogo obrigada seus usuários a descobrir a solução para um quebra-cabeça complexo e perigoso, baseado na cultura do século XX. O prêmio? Um valor inestimável.

 

Harry Potter ganhará dois novos livros ainda esse ano!

Calma jovem potterhead, não ficamos malucos e muito menos a J.K. Rowling. A história de Harry Tiago Potter já foi contada e não há nada que possamos fazer para que ela seja mais detalhadamente escrita, infelizmente. Isso não significa, porém, que não há informação a ser passada para os fãs, certo?

A Editora Bloomsbury, responsável pela publicação de todos os livros relacionados ao Mundo Mágico de Rowling na Inglaterra, anunciou o lançamento de novos livros sobre Harry Potter em outubro desse ano, data que coincide com a abertura da exibição Harry Potter: A History of Magic (Harry Potter: Uma História de Magia) na Biblioteca Britânica. A exibição irá revelar livros raros, manuscritos e objetos mágicos presentes na coleção da biblioteca, levando o público ao coração das histórias do menino bruxo.

Os dois novos livros receberão o nome de Harry Potter: A History of Magic – The Book of the Exhibition  e Harry Potter – A Journey Through a History of Magic . O primeiro promete mostrar aos leitores assuntos discutidos e estudados em Hogwarts, e cada capítulo revela tesouros escondidos na Biblioteca Britânica e em outras coleções espalhadas pelo mundo, como rascunhos, ilustrações e manuscritos do ‘arquivo Harry Potter‘.

Divulgação/Bloomsbury

Enquanto isso, A Journey Through a History of Magic irá ensinar a seus leitores lições de Astronomia, Defesa Contra as Artes das Trevas, Adivinhação, Herbologia e outras matérias do mundo bruxo.

Divulgação/Bloomsbury

 

Os livros estarão à venda a partir do dia 20 de outubro, mas já podem ser adquiridos na pré-venda.

Ler é Bom, Vai | A trilogia de Ransom Riggs sobre as Crianças Peculiares

Ransom Riggs ganhou uma legião de fãs com suas capas mórbidas e sem cor. Diferente dos livros de literatura infanto juvenil que estampam vitrines, recheados de cores e efeitos 3D, as obras de Riggs oferecem-nos um visual antigo e vintage, além de levemente aterrorizante – demorei a ler, inclusive, pois achei que fosse um livro de terror.

Publicado em 2012, o primeiro volume da saga recebeu um nome provavelmente conhecido por você, já que é muito similar a como foi denominada a adaptação cinematográfica da história – fraca, por sinal. O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares nos introduz ao mundo, como título já diz, peculiar. Narrado e protagonizado por Jacob Portman, um adolescente “comum”, a trama já começa com um assassinato misterioso e inexplicável que irá levar o menino a conhecer uma realidade completamente diferente da sua. Seu avô, Abe Portman, sempre lhe contava histórias de ficção sobre um orfanato e crianças com poderes, isolados do mundo por uma espécie de fenda temporal. Além disso, fotografias igualmente esotéricas serviam para “comprovar” a veracidade das informações do avô, pelo menos para o neto apaixonado por exploração. Para a felicidade geral da nação, Riggs não nos deixou no escuro e fez questão de colocar boa parte dessas fotos em seu livro, ilustrando as descrições irracionais de seus personagens. A melhor parte? Segundo o autor as fotos são reais, tendo sido compradas em brechós ou emprestadas de amigos colecionadores.

“Mas o que eu realmente achei assustador não foram as bonecas zumbis ou os cortes de cabelo estranhos das crianças ou como elas pareciam não sorrir nunca: quanto mais examinava as fotos, mais familiares me pareciam.”

Após descobrir da pior maneira que o avô não estava mentindo, seguindo a recomendação de seu psiquiatra, ele resolve seguir seu último desejo e vai atrás do tal Orfanato da Srta. Peregrine. Em uma pequena ilha no País de Gales, Jacob encontra mais do que apenas respostas, ele encontra sua história. Em uma casa antiga e bombardeada pelos alemães durante a guerra, o menino reencontra as crianças das fotografias de Abe…pessoalmente. Somos, então, introduzidos aos personagens que irão nos acompanhar até as últimas páginas do terceiro livro: Emma Bloom, uma menina que consegue produzir fogo com as mãos e que tem uma história profunda com o avô de Jacob; Bronwyn Bruntley, uma jovem com uma força fora do normal e um coração igualmente grande; Millard Nullings, um garoto invisível e muito inteligente, exímio conhecedor da história dos peculiares; Olive Elephanta, uma menininha mais leve do que o ar e, por isso, precisa estar sempre presa ao chão por uma corda ou algo extremamente pesado; Horace Somnusson, responsável pelas visões e sonhos premonitórios que veremos no decorrer dos livros; Enoch O’Connor, um jovem emburrado que consegue atribuir vida aos mortos e objetos inanimados; Hugh Apiston, cujo dom é controlar e proteger muitas abelhas em seu estômago, o que pode ser mais útil do que parece; Claire Densmore, a mais nova das crianças peculiares, com cachinhos dourados que escondem uma boca enorme em sua nuca; Fiona Frauenfeld, uma menina que consegue controlar e fazer plantas crescerem em qualquer lugar. A diretora do orfanato é Alma LeFay Peregrine, uma Ymbryne capaz de mudar de forma e manipular o tempo.

A sequência recebeu o nome de Cidade dos Etéreos e se você leu o primeiro, provavelmente deve saber quem são. No livro anterior, Jacob descobriu não apenas que os peculiares existe, mas que seu avô também era e ele possui o mesmo poder: sentir e enxergar os etéreos. Outros personagens que você já deve identificar também são os acólitos – que ficaram ocultos no livro, obrigada Tim Burton! -, seres que já foram etéreos um dia e que querem recuperar sua humanidade por meio dos olhos de peculiares, literalmente. Esses seres sequestraram a Srta. Peregrine no final da primeira história, a impedindo de retornar a forma humana por estar muito machucada. Consequentemente, a ymbryne está incapaz de proteger a fenda temporal e as crianças são obrigadas a deixá-la, embarcando em uma aventura perigosa pelo País de Gales para salvar sua amada diretora. Lá são recebidos por uma horda de acólitos famintos por sangue, mas cujas técnicas de apreensão não são páreo para todos os poderes juntos.

As crianças carregam um livro chamado Contos Peculiares, com histórias sobre outros peculiares espalhados pelo mundo, e que podem ser mais reais do que parecem. Por meio de um conto conhecemos os personagens do novo livro, que juntamente com os jovens de antes, irão lutar pela liberdade do mundo peculiar: Addison, o cão que fala mais do que deveria; Deirdre, uma jumirafa com cabeça e pescoço de girafa, mas corpo de jumento; Srta. Wren, uma outra ymbryne capturada pelos acólitos.

“Eu gostava dessa ideia: de que a peculiaridade não era uma deficiência, mas algo a mais. A explicação não era que não tivéssemos algo que os normais tinham, eles é que não possuíam peculiaridade. Nós éramos mais, e não menos.”

 Diferente da maior parte de histórias de ficção, Ransom procura sempre nos mostrar o que está escrito por trás de suas palavras. Mesmo que uma das melhores vantagens de um livro seja a liberdade de imaginação, existem situações e personagens que são levemente complicados de entender. Por meio de descrições complexas, mas sucintas, o autor nos esclarece e nos estimula a querer descobrir o que irá acontecer em seguida. As edições em capa dura feitas pela Intrínseca também são ótimos atrativos para o público, com direito a jacket e pequenos detalhes na parte de dentro da capa colorida. Você definitivamente não se sentirá lendo um simples livro para adolescentes, mas sim algo elegante e importante. Cidade dos Etéreos se mostrou mais evoluído do que seu antecessor, com informações mais objetivas e menos desnecessárias. Riggs definitivamente aprendeu a conquistar seus leitores, com uma ótima continuação para O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares e uma instigante introdução para o terceiro volume da trilogia.
Finalmente, após duas longas jornadas, a trilogia de Ransom Riggs chega ao fim. Jacob já perdeu seu avô, mentiu para seus pais, provou que as histórias de Abe eram não apenas verdade, como também o incluíam, conheceu os melhores amigos de sua vida e, provavelmente, o grande amor dela também. A batalha contra os acólitos continua em Londres, onde amizades sombrias se revelam e outras deixam de existir, mas o amor das crianças por sua diretora e uns pelos outros só aumenta. Biblioteca de Almas começa exatamente onde Cidade dos Etéreos terminou, com o menino, Emma e Addison tentando escapar de um etéreo no metrô enquanto procuram as ymbrynes. A peculiaridade de Jacob entra em ação quando eles mais precisam, levando a história para uma fenda temporal chamada Recanto do Demônio. Lá estão seus amigos desaparecidos e Sharon, um dos personagens mais divertidos e misteriosos da trama.

A terceira história pode ser o desfecho, mas ainda nos passa muitas informações e temos grandes reviravoltas no enredo. Caul e Bentham são muito diferentes de sua irmã Alma, e revelam seus lados obscuros quando menos esperamos, tornando-se os verdadeiros vilões da trilogia. As fotografias estão sempre presentes, e nesse último livro nos ajudam a identificar situações e paisagens estranhas do Recanto, minimamente detalhadas por Riggs nas “palavras” de Jacob. As últimas páginas me surpreenderam negativamente, infelizmente, visto que após tanto sofrimento e infelicidade, o tradicional final de contos de fadas pareceu impróprio, mas é um breve detalhe em tamanha fantasia de qualidade. Tudo o que é bom dura pouco, e infelizmente a trilogia de Ransom Riggs chegou ao fim. Fica a recomendação para todos aqueles que queiram embarcar em uma série de aventuras fantásticas, bem escritas e diferentes de tudo aquilo que você já viu!
“Talvez muitas pessoas passem pela vida sem jamais saber que são peculiares.”

Extraordinário | Divulgados novos pôsteres baseados no livro de R.J. Palacio

Ainda falta muito para o dia 23 de novembro, data em que Extraordinário chega aos cinemas. O filme, que terá direção de Stephen Chbosky (As Vantagens de Ser Invisível), conta com Jacob Tremblay no papel do protagonista Auggie Pullman e acabou de ganhar novos pôsteres de divulgação. A Paris Filmes tomou como base o estilo de capa do livro de R.J. Palacio, que serviu de inspiração para a produção cinematográfica.

Veja também: Ler é Bom, Vai | O Extraordinário mundo de Auggie, por R.J. Palacio

 

Black Mirror irá ganhar uma série de livros

Black Mirror vai virar livro!

A trama de Charlie Brooker vai ganhar adaptação literária em uma série de ficção! A notícia foi confirmada pelo próprio Brooker em sua conta no Twitter.

“Nós temos o prazer de informá-los que Black Mirror estará disponível em breve, em um formato high tech de papel” 

O diretor confirmou que a série de livros não será escrita por ele, mas por autores diferentes que irão contar histórias completamente inéditas. Por mais que ainda não tenham sido revelados os nomes dos mesmos, Brooker os descreveu como empolgantes. Publicados pela editora Penguin Randon House, os volumes irão compor uma saga de três obras, editadas por Brooker.

Black Mirror Volume 1 será publicado no dia 22 de fevereiro de 2018.

J.K. Rowling revela ter escrito um conto de fadas em um vestido de Halloween

Já queremos ler esse vestido, sim ou claro?

J.K. Rowling não para de nos surpreender depois de todos esses anos. Calma, dessa vez o assunto não é Harry Potter – infelizmente. Rowling revelou já ter começado a escrever sua próxima história, e o manuscrito inclusive já está pronto! O problema? Nenhum, apenas o fato de que o mesmo foi escrito…em um vestido.

Durante uma entrevista a CNN, a autora contou que tudo começou durante uma festa no Halloween, organizada por ela para comemorar seu aniversário de 50 anos (mesmo a data oficial sendo dia 31 de julho). Os convidados deveriam usar fantasias retratando seus piores pesadelos, e ela foi vestida como um manuscrito perdido, literalmente.

“Eu escrevi boa parte do livro pelo vestido. Por enquanto, a obra está pendurada em um guarda roupa” – disse Rowling.

A autora não confirmou se o livro será um dia publicado, mas divulgou o tipo de trama que é.

“Era um conto de fadas. Eu terminei de escrevê-lo, mas não sei se vou publicá-lo.”

Os Trapalhões | 40 anos depois, programa retorna com novo elenco, direção e muito humor

Quem nunca ouviu falar de Os Trapalhões? Tendo gostado ou não, você certamente parou para assistí-los durante algum momento de sua vida, afinal já são 40 anos de história desse grupo de amigos atrapalhados. Desde 1969, ano em que o primeiro episódio foi exibido, os 4 palhaços vêm atraindo sorrisos e gargalhadas de seu público, por meio de piadas bobas e trejeitos confusos. Mesmo após o falecimento de dois de seus integrantes, Mussum e Zacarias, Didi e Dedé (personagens de Renato Aragão e Dedé Santana) buscam manter acesa a chama de alegria criada anos atrás.

Foto: Divulgação

Em homenagem aos 40 anos do programa, a TV Globo produziu uma nova versão do show, com um novo elenco no papel do quarteto. Como uma forma de relembrar os tempos iniciais, Renato Aragão e Dedé estarão presente na produção em seus mesmos papéis. A novidade chega com os atores Lucas Veloso, Bruno Gissoni, Mumuzinho e Gui Santana, vivendo respectivamente Didico, Dedeco, Mussa e Zaca. Além deles, algumas figuras conhecidas também serão relembradas, como Tião Macalé (interpretado por Nego do Borel) e o mal humorado Sargento Pincel (interpretado por Ernani Moraes). Com estreia programada para o próximo dia 17 no Canal Viva, e em setembro na TV Globo, Os Trapalhões deve seguir o mesmo molde do remake da Escolinha do Professor Raimundo, programa que foi muito elogiado pelos fãs. Fred Mayrink dirige o roteiro criado por Péricles Barros e supervisionado por Mauro Wilson, e juntos lideram toda a equipe responsável pelos 9 episódios que a trama terá.

Nesta terça-feira (11), estivemos na coletiva de imprensa de Os Trapalhões nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, e além de termos a oportunidade de conversar com os atores, podemos ver uma pequena prévia do que vem por aí.

“A gente teve a preocupação, o tempo inteiro, em fazer um programa pra família toda. Existem as piadas, mas o politicamente correto está no cuidado do que vivemos hoje, não acho que seja uma preocupação, um cuidado exacerbado. A sociedade hoje evoluiu em vários pontos, então coisas que antigamente podíamos comentar ou brincar, hoje já evoluiu naturalmente para outro ponto de vista.” – comentou Mayrink em relação a comparação das piadas feitas antigamente e hoje em dia.

Foto: Agnews

Renato Aragão chegou acompanhado não apenas da esposa Lílian Taranto, mas também da tradicional roupa branca da cabeça aos pés. Muito emocionado, o ator fez questão de elogiar o novo elenco e declarou que para ele ainda é como se fosse a primeira vez.

“Estou aprendendo cada vez mais, a adrenalina é igual como se estivesse fazendo o primeiro programa. Estou muito feliz, torto de alegria. Espero responder a essa homenagem. Na vida ninguém está ensinando sempre, mas estamos sempre aprendendo. Se eles estão aprendendo com a gente, nós também estamos aprendendo com eles. Nós brincamos e nos divertimos muito! Aqui não existe mestre nem aprendiz” – declarou.

“Esse encontro de gerações, essa brincadeira, é o grande barato desse momento. Teve um olhar muito generoso de cada um envolvido no trabalho. Renato e Dedé dispensam qualquer tipo de apresentação, nós é que chegamos nesse programa. Nós passamos a vida curtindo os dois, e agora fazemos parte de um trabalho onde temos a oportunidade de compartilhar esse momento com eles. Nós entramos nessa nova etapa de Os Trapalhões trazendo o que eles construíram até aqui, sem perder a essência do circo e do improviso. É uma emoção muito grande, um momento muito especial.” – completou o diretor.

Foto: Divulgação

Muito elogiados por seus personagens Zaca e Mussa, respectivamente, Gui Santana e Mumuzinho explicaram um pouco sobre a construção dos mesmos, desde a caracterização física a trejeitos e expressões emblemáticas de Zacarias e Mussum.

“Eu tenho uma facilidade em poder fazer timbres, mas eu acredito que não exista uma técnica para chegar a voz perfeita do Zacarias. Não é perfeita, lógico, pois se ele estivesse aqui vocês iam ver a diferença. Assim como o Mussum, o Zacarias é um dos personagens mais caricatos de Os Trapalhões, com uma composição de expressões. É uma homenagem bem feita” – respondeu Gui.

“Minha vida e minha infância foram assistindo a esses caras, e é uma grande emoção para mim pois a minha vida foi muito difícil. As pessoas diziam que eu era filho do Mussum pelo jeito de falar e de brincar, e eu tive a honra de conhecer a família dele. Quando recebi o convite, eu dormia e colocava só o áudio dos vídeos do Mussum, e poder homenagear esse grande humorista é uma responsabilidade. Nós só queremos honrar o que eles fizeram, dar sentido ao que eles fizeram tempos atrás.” – acrescentou Mumuzinho, muito emocionado.

Bruno Gissoni interpreta Dedeco, figura inspirada no Dedé da trama original. Enquanto os companheiros já estão acostumados a lidar com momentos de comédia, Gissoni é mais visto em novelas e dando vida a personagens sérios e românticos.

“Está sendo incrível, é um desafio muito grande. Ser recebido da forma que eu fui facilitou muito, pois eu cheguei um pouco inseguro por nunca ter feito comédia na TV. A preparação foi muito boa e eu tive o suporte de todos, além de estar ao lado de referências, o que dá mais segurança. O Dedé tem um coração muito grande, um amor muito grande pelo próximo e pela profissão, e isso só me ajudou a aflorar esse lado de humor. Os Trapalhões eram meus super-heróis da infância, e estar trabalhando ao lado dos meus heróis é algo que só acontece uma vez na vida.” – declarou.


Finalizando o quarteto, Lucas Veloso é Didico, personagem inspirado no Didi de Renato Aragão.

“Didico e Dedeco são trapalhões com um universo que tem uma liberdade maior para criação, mas ao mesmo tempo uma pressão maior. Quando se fala em fazer ‘Os Novos Trapalhões’ fica a pergunta de quem irá fazer o Didi e quem irá fazer o Dedé. Eu demorei um pouco para entender, pois vim de uma escola de comédia muito diferente do universo da ‘palhaçaria’. É muito mais difícil do que as pessoas pensam, fazer o que Renato Aragão faz. Ele faz uma coisa que o ser humano quer fazer ao longo da vida, que é voltar a ser criança. A pressão do dia à dia nos obriga a sintetizar uma adulto falso, uma identidade que o mundo quer que a gente seja. O Didi é a criança que queremos ser quando crescer. Meu pai faleceu há 1 ano e desde então eu sou o pai de família na minha casa. Os Trapalhões me ensinou a voltar a ser criança. Foi a maior lição de vida que eu recebi em minha vida.” – finalizou um Lucas extremamente emocionado.

Foto: Agnews

Riverdale | Nova temporada será composta por 22 episódios

Riverdale está começando a colher os frutos de seu recente sucesso. Após ter sido confirmada a segunda temporada do programa, a série ganhou 22 episódios, 9 a mais do que a primeira,  informação confirmada pelo perfil oficial da Archie Comics no Twitter. 

“O primeiro episódio da segunda temporada de Riverdale terminou de ser filmado. Faltam mais 21 episódios”

Apesar de não ter superado os líderes de audiência da emissora  – The Flash e Supergirl -, o show atingiu a sexta posição dentre as 16 que a CW possui, superando Jane the Virgin e The 100.

Riverdale retorna no dia 11 de outubro.